Conecte-se agora

Mãe de Jonhliane Paiva revela que nunca recebeu assistência das famílias de Ícaro e Alan

Publicado

em

Raimunda Paiva, 54 anos, mãe de Jonhliane Paiva de Souza, 30 anos, vítima de um acidente fatal ocasionado em agosto de 2020, foi a última testemunha do julgamento de Ícaro Pinto e Alan Araújo, na 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar da Comarca de Rio Branco.

Dona Raimunda, que não esteve presente no início do julgamento por problemas de saúde, iniciou seu depoimento lamentando a morte da filha e afirmou que nem os “animais” merecem esse tipo de morte trágica. “Nem um animal merece isso, eu tiro para não ser acidentada. Imagina criar uma filha como criei para matarem assim”.

Visivelmente emocionada, a mãe de Jonhliane destacou que ainda não superou a morte da filha e que é uma dor imensurável. “Eu estava dormindo. Um amigo dela me ligou e me levou até lá. Cheguei no local e vi minha filha jogada no chão”, contou.

A matriarca da família detonou a tese de defesa de que houve “racha” entre Ícaro e Alan Araújo momentos antes do acidente fatal. “Esse negócio de que ele não estava fazendo racha, ele ia correr com quem? Com um fantasma? Naquela rua a velocidade é 40 km e a pessoa vai andar a 150km”, disparou.

Ao ser questionada pelo juiz Alesson Braz de que estava recebendo auxílio das famílias dos acusados, Raimunda negou qualquer recebimento de ajuda. “A mãe do Ícaro me ligou logo no início pedindo perdão, e eu falei que ela tinha que pedir perdão a Deus. Eles nunca me deram assistência de nada”, explicou.

Ao relembrar da filha, Paiva destacou que a filha tinha um sonho de encerrar sua carreira no Supermercado Araújo, já que estava concluindo um curso superior. “Ela trabalhava no escritório e era muito inteligente”.

Destaque 4

Leites e derivados terão mais aumento de preço e possibilidade de escassez no Acre

Publicado

em

Uma preocupação geral das redes de supermercados deve atingir ainda este ano os consumidores acreanos. Procurado pelo ac24horas, o empresário Adem Araújo, sócio do Grupo Arasuper, alertou para mais aumento significativo nos preços nos produtos lácteos. Além disso, há ainda a possibilidade de escassez de leites e seus derivados no estado.

A tendência é que o aumento de preço no leite e seus derivados deva atingir o estado até o final de 2022 e a partir de julho o cliente seja obrigado a pagar de R$ 7 a R$ 8 no litro do leite. A perspectiva é que a situação seja amenizada somente a partir de 2023.

De acordo com o empresário, esses produtos são os que estão tendo aumento de preços nesse momento. “O mercado teve redução na matéria-prima de leite, além do aumento no custo, ainda tem a possibilidade de escassez do produto”, explicou Adem à reportagem.

Segundo ele, os produtos que compõem a cesta básica estão todos com preços em alta. “Alguns estabilizaram, porém em patamares elevados”, diz o empresário. Óleo de soja, arroz e café são produtos que não estão tendo tanta variação, mas em 2020 eram comprados pela metade do preço ou menos, exemplifica a rede de supermercados acreana.

A situação tem impactado não só o Acre, mas estados de todas as regiões do Brasil, ainda que em menor escala de preços. Durante entrevista à Rádio Gazeta 93.3 FM, Adem afirmou que empresários do setor sugeriram isentar o ICMS, o que depende do governo estadual e que um estudo vem sendo elaborado a fim de encontrar uma solução para a inflação.

Continuar lendo

Destaque 4

Dois casos suspeitos de varíola dos macacos são registrados em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Duas mulheres que foram atendidas na Unidade de Pronto Atendimento – UPA de Cruzeiro do Sul, nesta segunda-feira, 27, estão sendo monitoradas pela Vigilância Epidemiológica do município com suspeita de terem sido infectadas com a varíola do macaco. As duas apresentam lesões na pele e uma delas, que é vendedora, há cerca de duas semanas teve contato com um estrangeiro. A outra é irmã dela.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Cruzeiro do Sul, Rafaela Oliveira, cita que a coleta de material para exame de uma das mulheres foi feita na UPA e enviado para o Laboratório Central Regional do Juruá, que encaminha para Rio Branco. O material para exame da outra mulher, deverá ser coletado nesta terça,28, pela Vigilância Epidemiológica do Município.

“Neste período de 21 dias as duas pessoas serão monitoradas, os contatos sendo observados e faremos a notificação do caso suspeito ao Ministério da Saúde”, explica ela relatando que o médico que atendeu as mulheres na UPA, deu atestados médicos de 21 dias para que elas apresentem no local de trabalho.

Rafaela diz que não há motivo para pânico, mas o momento exige atenção e prevenção. “Os cuidados são parecidos com os da Covid-19, que é usar máscara e álcool em gel para evitar contato com saliva, fluidos corporais e objetos infectados”, frisa.

Além das erupções cutâneas, outros sintomas da varíola do macaco são febre e inchaço dos gânglios (linfonodos).

Continuar lendo

Destaque 4

Sesacre diz que não há técnicos de enfermagem em concurso por falta de vacância

Publicado

em

Pouco depois de o governo do Acre publicar o edital com 622 vagas para nível médio e superior na secretaria estadual de saúde em concurso público efetivo, a gestora da pasta Paula Mariano, explicou a falta de técnicos de enfermagem no certame.

Segundo Mariano, não há vagas para a área porque a vacância não permitia. “A gente sabe da grande necessidade desses profissionais e estamos vendo outra possibilidade”.

Devido à dificuldade de profissionais de nível médio, a secretaria optou por oferecer número significativo de vagas. “A gente vê a necessidade que o estado tem, então focamos também nesses profissionais, como agente administrativo, que a gente precisa em todas as unidades”.

De acordo com a secretária, foi dado ainda olhar especial para outros profissionais, como especialidades em médicos, fisioterapeutas, técnicos em laboratório etc, “sabendo da necessidade do funcionamento adequado da nossa rede de assistência”.

A Sesacre afirma que trabalhou nesse concurso em cima das possibilidades do que era possível fazer e das vacâncias.

Continuar lendo

Destaque 4

AME lança aplicativo com SOS, famoso botão do pânico para seus sócios, e Sistema de Gestão

Publicado

em

Uma nova era se inicia na AME-AC, com o lançamento do Sistema e App AME-Acre Digital, ferramenta que aproximará o sócio da Entidade e fornecerá vários recursos como:

SOS – pedido de socorro com localizador, e contato rápido com o solicitante. Famoso botão do Pânico. Já imaginou, vc estando em perigo iminente, e puder solicitar auxílio de todos os seus irmãos ao mesmo tempo, enviando um localizador, que pode ser aberto nos wazer, Google Maps, etc e levar o socorro com agilidade até você? Bem você sócio da AME terá agora essa ferramenta. Para aumentar nossa segurança, agilizar o socorro e fazer valer o ditado, mexeu com um, mexeu com todos!

Além disto o app trará as funções:

Agendamento do hotel de trânsito;

Convênios com endereço e localizador;

Entre Irmãos (programa pra que os sócios divulguem seus serviços e empresas);

Prestação de contas da Entidade;

Atendimento Jurídico;

Atendimento com o presidente e secretária da AME.

Queremos Saber: onde faremos consultas, que somente os sócios da Ame poderão responder.

Carteira de sócio digital, com autenticação com QR Code.

Cadastro de dependentes, entre outros.

Instale o teste e viva essa nova experiência o app estará disponível em breve na Play Store e na Apple Store

Login é o CPF (somente sócios da AME-ac terão acesso). Senha padrão 1a6.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!