Conecte-se agora

“Enquanto ele estava em Fortaleza, não pediu perdão”, diz advogada da família de Jonhliane

Publicado

em

A advogada Gicielle Rodrigues, que representa a família de Jonhliane de Souza, atropelada e morta em agosto de 2020, na Avenida Antônio da Rocha Viana, em Rio Branco, se manifestou nesta terça-feira, 17, acerca das recentes declarações dos advogados de defesa de Ícaro Pinto e Alan Araújo – acusados pelo trágico acidente.

Na opinião de Rodrigues, o pedido de perdão feito por Ícaro tem o objetivo de ludibriar a opinião pública. “Isso é uma estratégia de defesa. Tanto que é que foi levada à opinião pública e o acusado deixou para pedir perdão por um vídeo depois que já estava preso. Enquanto ele estava em Fortaleza, não pediu perdão”, disparou.

Sobre o julgamento, a advogada disse que torce pela condenação dos réus – Ícaro Pinto e Alan Araújo. “É o que a família espera, é um clamor social para que crimes assim não voltem a acontecer”, declarou.

Em um vídeo, Ícaro fez pedido de desculpas tanto à família de Jonhliane, quanto à de Alan, a quem ele isentou de qualquer responsabilidade no acidente. O julgamento ocorre no Conselho de Sentença da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar da Comarca de Rio Branco.

Destaque 7

Pesquisadores descobrem novas espécies de plantas no Acre

Publicado

em

A Estação Ecológica (Esec) do Rio Acre também foi palco de descobertas. No projeto de iniciação científica apoiado pelo ICMBio, em janeiro deste ano, Marcos e Mayk encontraram, nessa unidade de conservação, a planta herbácea ‘Lycianthes assarifolia’ (Solanaceae) e a planta trepadeira ‘Aristolochia odora Steud’ (Aristolochiaceae), ambas consideradas novos registros para o Estado do Acre.

Em abril, Mayk coletou na Esec uma erva parasita, conhecida como ‘Apodanthes caseariae Poit’ (Apodanthaceae), cuja família foi registrada pela primeira vez no Estado. E na mesma ocasião, o aluno coletou uma espécie arbórea pequena, conhecida como ‘Styloceras Brokawii Gentry & Foster’, uma ‘Buxaceae’, família registrada pela primeira vez no Brasil.

Segundo Marcos, a identificação das espécies pode ser feita de várias formas. Preliminarmente, podem ser usadas ferramentas da internet, como o Google Lens, a rede social iNaturalist e grupos especializados do Facebook, como o DetWeb. Ele destaca que após esses passos preliminares para identificação, obrigatoriamente as determinações devem ser confirmadas por especialistas ou pela literatura especializada para ter validade científica.

“A postagem do registro das espécies no DetWeb, por exemplo, facilitou a identificação da família inédita para o Brasil, por especialistas, mas a identificação da espécie ‘Styloceras brokawii’ foi realizada com ajuda da literatura de especialistas”, comentou. O professor também afirmou que, em áreas remotas como a Esec, há grande chance de se encontrar novidades. “A descoberta de novas plantas para o Acre, para o Brasil e para a ciência revela que há uma grande quantidade de espécies ainda não descobertas em nosso Estado.”

O primeiro registro da família ‘Buxaceae’ no Brasil será submetido para publicação na revista científica “Check List” e a espécie será incluída na atualização da lista de espécies de plantas da flora do Acre. (Ufac)

Continuar lendo

Destaque 7

Indenizações a servidores da Saneacre e Detran são aprovadas

Publicado

em

A Assembleia Legislativa do Acre aprovou nesta quarta-feira (29), em sessão extraordinária, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) número 4 que insere no artigo 41 do Ato das Disposições Transitórias da Constituição do Estado do Acre, texto que prevê pagamento de verba indenizatória no valor de um salário mínimo a cada ano trabalhado por demissão involuntária e sem justa causa a servidores temporários da Saneacre (antigo Depasa) e do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Terão direito ao benefício os servidores contratados provisoriamente que não receberam indenização ordinária quando da demissão.

As PECs são de autoria dos deputados Pedro Longo (PDT), para o Detran, e Edvaldo Magalhães (PCdoB) para a Saneacre. O relator, deputado Roberto Duarte (Republicanos), incorporou mudanças nos textos visando deixar claro quais grupos serão atendidos.

Também foi aprovada PEC que cria o Fundo Estadual Juventude, destinado a financiar ações e políticas em favor da população jovem do Acre.

Ambas as PECs foram aprovadas em dois turnos por quinze votos, a unanimidade dos deputados presentes.

O Projeto de Resolução que aplica a Valorização de Produção Nominal (VPN) à remuneração dos servidores do Poder Legislativo do Acre também foi aprovado.

Vários outros projetos de lei foram aprovados também, como o que dispõe o uso de assinatura eletrônica no âmbito do Governo do Acre e o que presta homenagem ao sindicalista José Sidenir, nomeando o Complexo de Florestas do Rio Gregório.

Também foram aprovadas concessão de títulos de Cidadão Acreano e que declara entidades de utilidade pública.

Continuar lendo

Destaque 7

Pré-candidata ao governo, Mara Rocha caminha com Flaviano e postulantes do MDB no Centro

Publicado

em

Dezenas de postulantes a cargos políticos pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB) caminharam pelo Centro de Rio Branco nesta terça-feira, 28, para conversar com eleitores e comerciantes nos arredores do Terminal Urbano. A pré-candidata ao governo do Acre, Mara Rocha, puxou a comitiva ao lado de Flaviano Melo e do vice-governador Major Rocha.

O trajeto foi denominado de “Caminhada da Esperança” e percorreu ainda o Calçadão da Benjamin Constant e o Mercado Municipal Elias Mansour. Mara comentou a ação chamando a população para aderir o ato por meio de seus perfis nas redes sociais.

Trabalhadores que atuam pela região central da cidade foram surpreendidos pela passagem dos pré-candidatos do MDB, que arrastaram significativa participação pelas ruas.

Continuar lendo

Destaque 7

“O estado não apoia concursos de beleza”, diz Miss Acre Juliana Melo

Publicado

em

No episódio 20 do Programa da Jô Edição Podcast desta segunda-feira, 27, a Miss Universo Acre 2022, Juliana Melo falou sobre o concurso que elege a mulher mais bonita no país, suas vivências e caminhos que percorreu até chegar ao lugar que está.

Empresária e bacharel em direito, a acreana de 27 anos, explicou que apesar de sempre acreditar que um dia podia ser escolhida para representar o Estado em algo tão importante, foi influenciada por amigos e familiares a participar da iniciativa.

Com 1,76m de altura, a vencedora foi aclamada na última semana no evento que aconteceu no Gran Reserva, em Rio Branco, coordenado pela promoter Meyre Manaus.

Juliana disse que confia na vitória e que conquistou batalhas na edição passada e agora tem mais tempo para se preparar, mas pontuou que estar dentro desta competição é dedicar uma boa parte da vida, além de exigir uma extrema doação.

“Participar do concurso me deu visibilidade, encontrei vários amigos, mas um dos pontos negativos é a pressão que você sofre para estar dentro dos padrões. Não estar magra o suficiente, ter tatuagem, postar fotos com roupas muito colada. E isso me deixou pensativa se estava no lugar certo”, falou.

Outro quesito que a modelo declarou que dificulta a chegada do tão sonhado pódio, é a falta de investimento nestes tipos de projetos, já que muitas mulheres por não ter condição financeira ou o apoio da região que irá representar, acabam por desistir de participar.

“A prefeitura e o estado não dão nenhum tipo de ajuda para os concursos de beleza no estado, as pessoas podem falar que isso é uma coisa boba, supérflua. Comparada a saúde ou a educação, realmente é algo bobo, mas nem isso eles estão fornecendo com qualidade para a população”, completou.

Jocely Abreu questionou, a também influenciadora digital, sobre sua opinião sobre aborto. Sem fugir do assunto, Melo destacou que as mulheres precisam e devem ter autoridade para saber o que fazer ou não com os seus corpos, pois só a elas os pertencem.

“Eu acredito que essa discussão não é sobre abortar ou não, é sobre se apropriar do corpo de uma mulher, que correu atrás dos seus direitos. Sabemos que as mulheres sofrem a todo os momentos, em todos os âmbitos de sua vida, no trabalho, em casa. Acho que temos que ter autoridade de decidir o que queremos fazer com o nosso corpo,” declarou.

Outro assunto abordado, foi o Miss Universo Brasil deste ano, a cruzeirense esclareceu que irá dar o máximo para conquistar a faixa, mas em tom de brincadeira, falou que se for os mesmo jurados do ano anterior, não tem muitas expectativas.

Se forem os mesmo jurados do ano passado, com certeza eu não estarei entre as 5. Vocês já esperem mais um flop. Brincadeiras a parte, mas quem sabe possamos nos surpreender”, destacou.

Acompanhe o programa da Jô Edição Podcast desta segunda-feira.

video
Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!