Conecte-se agora

Acordo em Brasília pode fazer PT do Acre apoiar Jenilson como candidato a governo

Publicado

em

A direção estadual do PSB do Acre pediu para o comando nacional do partido que solicitasse à direção nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) o apoio à candidatura do deputado Jenilson Leite (PSB) ao governo do Acre, como parte das negociações dos palanques estaduais entre os dois partidos, assim como ocorre em São Paulo e no Rio de Janeiro.

O PSB quer que o PT abra mão de indicar candidatura ao governo no estado. O ac24horas apurou que as direções nacionais se reuniram no dia de ontem para negociar os palanques estaduais e o caso do Acre foi oficializado pela direção nacional do PSB.

O deputado federal Leo de Brito (PT/AC) confirmou o teor da reunião e revelou que o PT do Acre já foi informado sobre a situação e deverá reunir a executiva estadual para tratar sobre o assunto nos próximos dias.

Caso o PT acreano oficialize apoio a Jenilson, a chapa do grupo esquerda contará automaticamente com o nome de Jorge Viana para o senado.

Cotidiano

Familiares e sobreviventes de acidente com van enfrentam fortes sequelas psicológicas

Publicado

em

A direção do hospital Epaminondas Jácome, de Xapuri, informou que várias pessoas com ligação familiar ou de amizade com as vítimas da colisão entre uma van que transportava pacientes ao Hospital de Amor, em Rio Branco, e um caminhão-baú, na quarta-feira (27) da semana passada, receberam atendimento na unidade em razão de abalos de ordem psicológica.

De acordo com informações que o ac24horas levantou junto a familiares e amigos que pediram para não ter seus nomes divulgados, alguns dos sobreviventes apresentaram manifestações graves, possivelmente relacionadas ao transtorno de ansiedade conhecido como estresse pós-traumático, que costuma afetar pessoas que presenciaram eventos dessa natureza.

O enfermeiro Josimar dos Santos, que dirige a unidade hospitalar de Xapuri, afirmou à reportagem que está sendo viabilizado um possível deslocamento de Rio Branco de um profissional médico da área de psicologia para fazer o acompanhamento dos sobreviventes do acidente e de familiares das vítimas fatais que estão profundamente abalados com a tragédia.

“Uma hora ou outra a gente atende aqui na unidade algum familiar, filho, irmão, vizinho ou amigo. E eu acho que, principalmente as pessoas que estavam na van vão precisar de acompanhamento, porque a gente vê o tamanho do estrago que esse acidente causou no psicológico dessas pessoas, foi um prejuízo grande nessa parte, além das mortes”, disse o diretor.

Também é presidente da Associação de Moradores do Bairro Sibéria, comunidade em que viviam quatro das cinco vítimas fatais do acidente, o enfermeiro Josimar dos Santos disse ainda que as famílias das mulheres mortas na tragédia que abalou a cidade receberam auxílio da firma proprietária da van com relação aos custos funerários.

Com relação ao inquérito policial que investiga uma das maiores tragédias da história do município, o delegado titular de Xapuri, Gustavo Neves, informou nesta segunda-feira (1º) que ainda está ouvindo as vítimas e que elas estão fazendo exames de corpo de delito.

“Agora é concluir as oitivas e aguardar o resultado da perícia porque ambos os motoristas disseram que não saíram de suas respectivas faixas de rolamento da via. No momento do acidente, não estava chovendo, era dia e não há buraco na pista e nem relato de que teria havido necessidade de desviar de animal ou pedestre”, disse o delegado.

Ainda na semana passada, a Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado do Acre (Ageac) informou que a van não tinha autorização do órgão para atuar nesse tipo de transporte, que tem como exigência o seguro de vida para os passageiros. Ainda segundo a AGEAC, em virtude disso, as famílias das vítimas, principalmente das fatais, não terão direito ao seguro.

O transporte das pacientes a Rio Branco havia sido contratado pelo deputado estadual Antônio Pedro. Ele disse ao ac24horas que custeava esse serviço a pessoas que buscavam atendimento médico na capital há cerca de um ano.

As vítimas do acidente foram: Joana Souza da Silva, de 42 anos; Leonor Leite de Souza, 42 anos; Valdeide Alves da Silva, 38 anos; Maria de Nazaré Cordeiro da Silva, de 68 anos; e Maria Francinete Barbosa de Souza, 50 anos. Todas foram sepultadas em Xapuri em clima de muita comoção.

Tragédia há 10 anos

Essa foi a segunda tragédia coletiva envolvendo moradores da comunidade Sibéria, em Xapuri. Em junho de 2012, o naufrágio de uma catraia matou três pessoas do bairro. O acidente aconteceu por volta das 22h30 de um domingo, quando um grupo de evangélicos retornava de um culto religioso.

A embarcação superlotada afundou depois de bater em uma árvore submersa. O barco transportava cerca de 20 pessoas quando a capacidade seria de apenas 10 passageiros. Na ocasião, morreram Valderi Ângelo dos Santos, 38 anos; Gilberto Alves do Nascimento, 58 anos; e Natanael da Silva de Aragão, 17 anos.

Continuar lendo

Cotidiano

Lideranças se reúnem para debater plano de trabalho da Câmara Temática Indígena

Publicado

em

Membros da Câmara Temática Indígena (CTI), do Sistema de Incentivo aos Serviços Ambientais (Sisa), participaram virtualmente na tarde da sexta-feira, 29, da 1ª reunião extraordinária de alinhamento para os primeiros encaminhamentos para a construção do plano de trabalho para o biênio 2022/2023. A CTI tem por finalidade assessorar a Comissão Estadual de Validação e Acompanhamento (Ceva) nas questões de regulamentação de serviços ambientais em terras indígenas.

A instância busca assegurar a representatividade dos povos indígenas em todo o estado dentro dos processos de formulação de políticas públicas ambientais e contribuir na elaboração das estratégias de formação sobre serviços ambientais, e definir ações e projetos específicos, a exemplo do Programa REM Acre Fase II, em implementação.

A reunião foi conduzida pela chefe de regulação do Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação dos Serviços Ambientais (IMC), Francisca Arara, e contou com a participação dos seguintes gestores e especialistas: Nazaré Macedo, do IMC; Rose Sena, da coordenação do REM Acre na Secretaria Estado de Planejamento e Gestão (Seplag); Manoel Kaxinawa, da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e das Políticas Indígenas (Semapi); Tarik Argentim,  da Fundação Nacional do Ìndio no Juruá (CR Juruá/Funai); Thayná Pinheiro, da Funai/Alto Purus; Jânio Aquino, da Cooperação Internacional GIZ, e os consultores internacionais Dan Pasca e Elza Mendonza.

E das lideranças: Nedina Yawanawa, da Organização das mulheres Indígenas do Acre e Sul do Amazonas e Noroeste de Rondônia (Sitoakore); Roberto de Alcantara, Ana Luiza Melgaço, da Comissão Pró-Índio (CPI); Lucas Manchineri, da Organização do Povo Manchinere do Rio Iaco (MAPKAHA); Eldo Shanenawa, da Organização dos Professores Indígenas do Acre (OPIAC) e Moisés Kaxinawa,  da Organização dos Povos Indígenas Huni Kui do Rio Purus (OPIHRP).

Continuar lendo

Cotidiano

Acidente com fio de bomba mergulhão mata criança em Sena Madureira

Publicado

em

Um fio elétrico desencapado da ligação de uma bomba de puxar água, do tipo mergulhão, tirou a vida de uma menina de 8 anos de idade, na zona rural do município de Sena Madureira.

O acidente aconteceu neste domingo 31 de agosto, durante um banho de rio em uma praia, em um ramal localizado no km 2 da BR-364. A criança sofreu a descarga ao sair da água

A vítima, identificada como Maria Alerrandra, é filha do professor Evandro Souza, muito conhecido na cidade, segundo informação prestada pelo jornalista Aldejane Souza.

A garota chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e deu entrada já sem vida no hospital João Câncio Fernandes.

Continuar lendo

Cotidiano

Caixa de som, terrenos e motosserras: Justiça realiza oito leilões em agosto no Acre

Publicado

em

A Justiça do Acre realizará oito leilões ao longo deste mês de agosto. O primeiro ocorre na quarta-feira, dia 3, promovido pela Vara Cível de Plácido de Castro, leiloando uma caixa de som seminova.

No dia seguinte, há três vendas públicas das 1ª, 4ª e 5ª Varas Cíveis de Rio Branco, com: dois terrenos, uma moto, uma chapa de mármore sintético e 60 armações de óculos masculinos, para adultos.

Os dois últimos estão agendados para os dias 16 e 17 de agosto, da 5ª Vara Cível de Rio Branco e da Vara Única de Xapuri, respectivamente. O primeiro conta com uma casa no bairro Conquista e o último com um terreno no bairro Sibéria e uma motosserra.

As Varas Cíveis de Plácido de Castro e Rio Branco ainda estão em fase de organização dos lotes, que devem estar disponíveis para arrematação nos dias 15 e 16.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!