Conecte-se agora

Padre Mássimo diz que Daniel Silveira “é um péssimo exemplo” e é atacado por bolsonaristas

Publicado

em

Sempre ativo nas redes sociais o padre católico Mássimo Lombardi gerou polêmica na noite desta terça-feira, 26, ao fazer um crítica ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a 8 anos e 9 meses de prisão no regime fechado, pagamento de multa de R$ 192,5 mil, além da perda do mandato parlamentar, mas que recebeu o indulto do presidente da República, Jair Bolsonaro.

O deputado declarou ontem à imprensa que estava sem usar a tornozeleira eletrônica, determinada pela justiça, o que provocou a publicação de Padre Mássimo que postou: “Daniel Silveira: Um péssimo exemplo para nossos monitorados por tornozeleira”, escreveu.

A publicação de Padre Mássimo despertou apoio e críticas nas redes sociais. Muitos internautas defenderam o religioso, afirmando ser uma vergonha o indulto e criticando o Presidente Bolsonaro. Em compensação, outros internautas criticaram Padre Mássimo afirmando que existem exemplos piores, inclusive, dentro da igreja.

Veja a publicação:

Destaque 4

Escola já identificou quem praticou bullying contra estudante autista e pais serão convocados

Publicado

em

Após a divulgação do caso do estudante autista da escola Pedro Martinello que sofreu bullying de colegas dentro e fora da sala de aula, a coordenação da unidade de ensino falou com o ac24horas.

De acordo com Elizângela Cristina de Oliveira, coordenadora de ensino da escola, foram identificadas duas situações diferentes de prática de bullying contra o estudante e nos dois casos as providências já foram tomadas. “O vídeo que a mãe postou onde o filho foi sujo de corretor não aconteceu em sala de aula e sim no caminho de volta para casa. Mesmo assim, nós identificamos os alunos que praticaram o ato e estamos chamando os pais para uma conversa. A mesma coisa estamos fazendo com os colegas de sala que teriam praticado bullying contra o estudante. Assim que identificamos esse problema, já chamamos os pais e tomamos as providências”, afirma.

Elizângela afirma que o aluno possui uma moradora e que a mãe já foi informada das medidas. “A mãe foi na escola, nos procurou e eu deixei bem claro que iríamos tomar todas as providências. Esse alunos tem uma mediadora, esperamos que isso não aconteça mais e vamos redobrar a atenção para que esses fatos não voltem a ocorrer nem com ele, nem com qualquer outro aluno da escola”, explica.

Continuar lendo

Destaque 4

Criminosos em carro atiram em adolescente na Baixada da Sobral, em Rio Branco

Publicado

em

Uma adolescente de 17 anos foi vítima de uma tentativa de homícidio após ser ferida a tiros em via pública na noite deste sábado, 30, na rua Major Glauber, no bairro Boa Vista, região da Baixada da Sobral, em Rio Branco.

De acordo com informações da Polícia, a vítima estava caminhando na rua quando criminosos em um veículo HB20 de cor cinza se aproximaram e em posse de armas de fogo efeturam vários tiros na direção da adolescente que foi atingida com dois projeteis, um na perna e outro nas costas. Mesmo ferida, a mulher ainda conseguiu correr, entrar numa residência, pular o muro e caiu no terreno de uma outra casa localizada na rua Orleir Cameli.

Durante a ação dos bandidos, uma motocicleta foi atingida com um projétil no tanque de combustível. Os criminosos ainda atiraram em uma residência de supostos membros de uma organização criminosa e em seguida fugiram.

Populares ao verem a garota ferida acionaram a ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e encaminharam a vítima ao Pronto-Socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

A Polícia Militar esteve no local e fez patrulhamento em busca de prender os autores dos crimes, porém não obteve êxito.

O caso será investigado pela Polícia Civil, que acredita que o ataque está relacionado a guerra entre facções.

Continuar lendo

Blog do Crica

Marcio Bittar se reúne com direção do União Brasil e pode voltar candidato ao governo

Publicado

em

O SENADOR Márcio Bittar (União Brasil), foto, embarcou hoje para São Paulo, onde deve se reunir amanhã, com a direção nacional do União Brasil, para colocar em discussão o cenário em que ele pode disputar o governo. Dentro desta hipótese, o partido teria ainda uma candidatura ao Senado; tudo dentro de uma aliança formada com o REPUBLICANOS e o PL. Há ainda a alternativa a ser discutida de o União Brasil indicar candidatos ao Senado e à vice na chapa do MDB. O encontro acabará com o impasse formado no UB, com o deputado federal Alan Rick (União Brasil) querendo ser o vice na chapa do governador Gladson Cameli (PP); o que contraria o presidente do partido, senador Márcio Bittar (União Brasil), adversário do Gladson. A briga interna tem que ser resolvida até o próximo sábado, último dia para a realização de convenções regionais e registros de candidaturas pelos partidos. Não dá mais para empurrar esta briga de vários capítulos com a barriga, envolvendo Márcio Bittar, Alan Rick e Gladson Cameli.

ATÉ O ÚLTIMO MINUTO
O GOVERNADOR Gladson Cameli deverá manter a escolha do deputado federal Alan Rick (União Brasil) como o seu vice até o tempo limite, e se houver impedimento legal, deverá partir para um Plano B.

ESTE É O IMPASSE
O que dificulta a escolha do Gladson, é que sem o aval do seu adversário Márcio Bittar (União Brasil), que é o presidente do partido, ele não conseguirá emplacar o deputado federal Alan Rick (União Brasil) como vice. Ao não ser pela improvável destituição de Bittar do comando da sigla. No popular: confusão para mais de metro.

FORA DE COGITAÇÃO
O BLOG teve informação de fonte do grupo Bittar de que, a única forma do reatamento da aliança com o governador Gladson Cameli, é a volta da Márcia Bittar (PL) para a sua chapa como vice, o que está descartado.

GLADSON DESPREOCUPADO COM O TEMPO
ALIADOS do governador Gladson Cameli revelaram ontem ao BLOG não haver nenhuma preocupação no quesito de tempo no horário eleitoral, com as defecções do União Brasil-PL e REPUBLICANOS. Ainda assim Cameli teria um bom tempo no rádio e na televisão.

NÃO ENDOSSO A TESE
NÃO endosso a tese da oposição de que o Gladson deve desabar na campanha, ao ponto de não ir ao segundo turno. Em qualquer cenário, volto a bisar no BLOG, o Gladson estará num eventual segundo turno. Ao não ser que aconteça um grande ponto fora da curva.

NINGUÉM TEM CORAGEM
PERGUNTEI ontem ao senador Sérgio Petecão (PSD) se já foi procurado por algum emissário de partido para negociar as retiradas das candidaturas do advogado João Tota (PSD) de vice e, da deputada federal Vanda Milani (PROS), para o Senado. Resposta: “Quem vier com uma proposta nem escuto, boto para correr”.

DATA LIMITE PARA CONVERSA
O MDB fixou para a próxima terça-feira a data final para a discussão com outros partidos, sobre uma aliança em torno dos nomes para vice e senador da sua chapa. E, depois dessa data fechará a sua chapa com um Plano B.

ÚNICA CHAPA COMPLETA
DOS GRANDES partidos, a única chapa majoritária que está fechada é a do PSD. O PT-MDB-PP, ainda não definiram. Terão até o limite de sábado para fazê-lo.

AINDA SONHA
O PT ainda sonha com o deputado Jenilson Leite (PSB) desistindo de disputar o Senado e ir para o governo, numa dobradinha com o Jorge Viana (PT) para senador.

FICA SEM CANDIDATO
CASO o deputado Jenilson Leite (PSB) mantenha a sua candidatura a senador; o PT não terá candidato a governador, apenas Jorge Viana (PT) para o Senado.

MUITO RELATIVO
NUM DISPUTA majoritária se ter o apoio de prefeitos é muito relativo; em alguns casos, irrelevante. Um prefeito mal avaliado tira mais votos que dá. Quem tem cargo de confiança pode até seguir a indicação do prefeito, o grosso do eleitorado vota na escolha pessoal.

FICOU ENCORPADA
COM a decisão da deputada federal Jéssica Sales (MDB) de disputar a reeleição, a chapa do MDB para a Câmara Federal ficou mais encorpada. Terá ainda Flaviano Melo, Major Rocha, Raphael Bastos, como puxadores de votos.

NOME MUITO FORTE
EM QUALQUER cenário em que ele disputar a única vaga para senador, o Jorge Viana (PT) será muito forte; porque seu eleitorado vai bem além dos muros do PT.

CHAPA FORTE E PARELHA
A TENDÊNCIA do União Brasil é eleger dois deputados federais. Tem nomes de peso como Meire Serafim, Fábio Rueda, Eduardo Veloso, Pedro Valério e Coronel Ulysses.

TENDÊNCIA NATURAL
COM a ida do deputado Gérlen Diniz (PP) para a disputa da Câmara Federal; a tendência é de que o candidato do prefeito Mazinho Serafim (União Brasil) à ALEAC, Gilberto Lira, pode liderar a votação em Sena Madureira.

CALAFATE ILUMINADO
A prefeitura já instalou mais de mil pontos de luz Led na região do Calafate. Também se vê muitas equipes de recuperação de ruas trabalhando. O prefeito Tião Bocalom aos poucos vai engrenando a sua gestão.

FRASE MARCANTE
“Quando aparece o sol, a vela se torna inútil”. Ditado espanhol.

Continuar lendo

Destaque 4

Jorge Viana diz que ainda aguarda pelo PSB e que não teme candidatura de Alan Rick

Publicado

em

O ex-governador e ex-senador Jorge Viana afirmou durante entrevista ao programa Gazeta Entrevista, na tarde desta sexta-feira, 29, que ainda aguarda por uma aliança com o PSB e diz que a demora na decisão em anunciar sua candidatura é um processo normal de quem está fora do poder.

“Esse foi um caminho normal, não é que demorou muito, é que nós não temos governo, não temos senado e os outros estão com tudo, então é preciso pensar bem o que você vai fazer, afinal, é a sua vida. Na nossa nota tem um pedido para o PSB, não existe desavença, desde o começo ficou colocado do PSB apresentando uma candidatura para disputar o governo e a minha para o Senado. O Jenilson está há mais de um ano como pré-candidato e, inclusive, fez até plano de governo”, disse.

Com o anúncio de que Jéssica Sales (MDB) não será mais candidata ao senado, surgiu nos bastidores a possibilidade do deputado federal Alan Rick, anunciado como vice de Gladson, voltar a ser pré-candidato ao senado em uma aliança com Mara Rocha para o governo. Perguntado, Viana afirmou não temer a possível composição. “Quanto mais cabra, mais cabrito. Estou é doido para conversar com as pessoas sobre eleição, mudança, temos a possibilidade de ganhar a presidência da República daqui a 60 dias e isso é muito legal porque seremos os condutores da políticas públicas que estão desativadas. Então tenho que está tranquilo, botando a minha candidatura com esperança de ter essa boa relação do Acre com o governo federal”, disse Jorge.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!