Conecte-se agora

Escola Itaú Cultural oferece cursos gratuitos para diversos públicos

Totalmente on-line, as oportunidades contemplam diferentes temáticas

Publicado

em

Estão abertas as inscrições para os diferentes cursos gratuitos oferecidos pela Escola Itaú Cultural, que retomou suas atividades de oferta de especializações para o público. São dez opções de capacitação. As inscrições podem ser feitas através do site

Variando entre arquitetura, dança, história do Brasil, dramaturgia negra e LGBTQIA+, arte urbana e gastronomia, os programas contemplam diferentes temáticas, públicos e abordagens. Três deles são voltados exclusivamente para professores do ensino fundamental e abordam música, expressão corporal e ciência.

Anteriormente, as formações eram oferecidas mensalmente e, a partir de agora, passam a ser oferecidas com periodicidade quinzenal, para abastecer o público com mais opções de conteúdo. A plataforma Escola Itaú Cultural também está com novo layout, portabilidade para dispositivos móveis e mais facilidades para os alunos.

Cursos gratuitos para professores

Dos novos cursos da Escola Itaú Cultural, três deles são professores de arte e outras linguagens, com foco no ensino fundamental. O “Percurso nas Artes para Professores – Arte e Ciência” tem o objetivo de reconhecer as intersecções entre a arte e a ciência ao longo da história e nos diferentes movimentos artísticos.

Já o “Percurso nas Artes para Professores – As artes do corpo como metodologia” propõe um aprofundamento sobre processos de criação na dança e no teatro para a utilização de ferramentas cênicas em sala de aula, estimulando a expressão corporal para criatividade e o fazer artístico.

LGBTQIA+

Também dentro do pacote das novidades da Escola Itaú Cultural está “Dramaturgia Pluriversal 1 – Narrativas LGBTQIA+“, que se propõe a lançar um olhar afinado e diverso sobre as possibilidades múltiplas de representação das narrativas LGBTQIA+, neste primeiro módulo, e negras, no segundo, com lançamento previsto para o segundo semestre, no palco e audiovisual, por meio da dramaturgia.

O curso abordará o histórico de pouco acesso, baixa visibilidade e alto preconceito com os quais os profissionais lidam, traçando um histórico da luta destes artistas e propondo uma abordagem crítica sobre visibilidade e protagonismo, além de novas possibilidades de inclusão na arte LGBTQIA+.

Confira, abaixo, os dez cursos on-line e gratuitos da Escola Itaú Cultural:

Percurso nas Artes para Professores – Arte e Ciência

Percurso nas Artes para Professores: As artes do corpo como metodologia

Percurso nas artes para professores: a música e seus desdobramentos

Arquitetura inclusiva e espaços culturais: da arquitetura à formação de público – módulo 1

Arquitetura Inclusiva e Espaços Culturais: Acessibilidade das exposições e curadoria diversa – módulo 2

Constelação das Artes: Arte Urbana

Constelação das Artes: Os Corpos Brasileiros na Dança

Escritas Gastronômicas

Cultura Alimentar: o alimento e suas relações

Dramaturgia Pluriversal 1 – Narrativas LGBTQIA+

Histórias do Brasil e das artes

 

* Com informações do Catraca Livre 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil 

Acre 01

Governo anuncia convocação de 117 novos profissionais para Corpo de Bombeiros e Civil

Publicado

em

Neste sábado, 25, o governador Gladson Cameli (Progressistas) realizou um pronunciamento onde anunciou a retirada da cláusula de barreira do edital do concurso dos bombeiros para a convocação de mais 87 novos aprovados no certame público.

Com a medida, será possível o aumento de 153 para 240 o número de novos profissionais que estarão a serviço dos acreanos.

Outra novidade revelada pelo chefe do executivo acreano, é na Polícia Civil. O governo vai realizar a convocação de mais 30 candidatos para o curso de formação que totalizam um número de 124 novos policiais que estarão nas ruas fortalecendo a segurança pública do Estado.

Continuar lendo

Acre

Voos de Rio Branco para Cruzeiro do Sul por R$ 605; veja mais ofertas

Publicado

em

Crédito: Tudo Viagem

Depois de várias semanas sem lançar promoções para os passageiros do Acre, neste final de semana a Gol está vendendo passagens aéreas com descontos especiais para embarque em Rio Branco. Nos voos diretos da capital acreana para Cruzeiro do Sul a ida e volta para viagem no mês de setembro estão sendo vendidas neste final de semana por R$ 605,18, valor com taxas inclusas. (Veja detalhes na imagem abaixo).

De Rio Branco para Manaus, também em voo direto da Gol, a nossa equipe encontrou passagens aéreas de ida e volta por R$ 617,40. Essa promoção está disponível para viagem no mês de agosto deste ano. Os voos diretos da Gol decolam da capital acreana às terças-feiras e retornam do Amazonas sempre às quartas-feiras. De Manaus para Rio Branco o valor das passagens aéreas é o mesmo.

Garanta aqui passagens Rio Branco/Cruzeiro do Sul por R$ 605,18

Os outros destaques são as passagens aéreas de Rio Branco para São Paulo por R$ 1.147,48, Brasília R$ 1.148,00, e nas viagens para Curitiba há opções de voos de ida e volta saindo do Acre pelo valor de R$ 1.117.33. As promoções são para viagens nos meses de agosto, setembro, outubro e novembro deste ano, exceto nos feriados.

As passagens aéreas são de ida e volta e incluem todas as taxas. As promoções terminam às 8 horas de segunda-feira (27/6).

Passagens aéreas de ida e volta com taxas inclusas

Partindo de Rio Branco

Chegando em Manaus por R$ 617

Chegando em Cruzeiro do Sul por R$ 605

Chegando em Brasília por R$ 1148

Chegando em São Paulo por R$ 1147

Chegando em Rio de Janeiro por R$ 1664

Chegando em Belo Horizonte por R$ 1784

Chegando em Curitiba por R$ 1117

Faça aqui a sua pesquisa e garanta desconto para outras datas na compra das passagens aéreas

Comprou as passagens? Faça aqui a reserva do hotel com descontos especiais

Lei aqui outras notícias sobre viagens e promoções

Atenção: O  ac24horas não vende passagens aéreas, pacotes de viagens ou reservas de hotéis. O site apenas divulga as promoções, ficando o leitor livre para escolher a melhor opção.

Continuar lendo

Notícias

A esquerda é anticristã e abortista

Publicado

em

A coluna anterior, em que trato de como a esquerda é, por sua natureza, anticristã, trouxe às minhas redes sociais alguns ratos que saíram de seus buracos ideológicos para, sem contraponto ou qualquer argumento, me insultarem e ameaçarem. Pela irrelevância, não me importunam, mas me sugerem que devo ser mais didático. Dedico ao tema, mais esta, lembrando que não se pretende, nem poderia, fazer neste espaço um tratado sociológico com a profundidade de um versículo inexistente, se é que me entendem.

Vamos à principal referência da ideologia nefasta que, em 50 tons de fracasso, sustenta a esquerda até os dias atuais. O que disse Karl Marx, a respeito? Com pouca originalidade, visto que outros intelectuais antes haviam referido praticamente do mesmo modo (não é seu único plágio), Marx disse: “A miséria religiosa é a expressão da miséria real em um sentido e, em outro, é o protesto contra a miséria real. A religião é o suspiro da criatura oprimida, o sentimento de um mundo sem coração, o espírito de situações em que o espírito está ausente. Ela é o ópio do povo”. Aí está. Marx considerava a religião – qualquer religião, a alienação do crente, uma espécie de refúgio negacionista (palavrinha da moda) da condição do homem como ser social, de modo que seus problemas eram transferidos a um Deus imaginário e a um plano superior, o que levaria ao “conformismo” na terra e à manutenção da relação opressor/oprimido.

Marx propõe a emancipação do homem para resolver seus problemas de injustiça, e nela (na emancipação) inclui a negação da fé. Seria preciso que o homem se livrasse de Deus para que enfrentasse sua condição, ele próprio, munido tão somente de seu arsenal material. Obviamente, isto é básico para sua teoria, vale dizer, não haveria condições de conciliação do materialismo científico com a religião.

Com novas interpretações e lustros filosóficos, o mesmo pensamento foi atualizado pela Escola de Frankfurt e seus membros mais proeminentes a partir da teoria crítica de Max Horkheimer. Sem exceção, todos eles obliteraram ou deturparam a transcendência em seus modelos de sociedade. 

Nesta terça-feira, em Curitiba, um desses ativistas anticristãos que costumam se esconder nas cavernas partidárias, o vereador Renato Freitas, do PT, foi cassado. O motivo foi a invasão e o vilipêndio que promoveu na igreja católica Nossa Senhora do Rosário, na capital paranaense em 5 de fevereiro. O militante parece ter errado o caminho de uma mesquita entre tantas que existem em Curitiba e foi achar justo uma igreja católica, como se perante Nossa Senhora pudesse exibir sem constrangimento seu discurso belicoso e ressentido contra as liberdades. Não pode. Quebrou a ética parlamentar e foi corretamente punido.

Vamos ao segundo ponto, o aborto. É bem verdade que na União Soviética, ainda sob Lenin, houve uma campanha CONTRA o aborto. Oxente! E então, como podem ser abortistas? Explico. É que o Comissariado do Povo para a Saúde Pública, uma espécie de Ministério da Saúde do governo comunista, estabelecia que o aborto somente poderia ser autorizado e, livremente até o terceiro mês, se realizado pelo Estado. Ou seja, a questão não era a vida do feto, mas o poder do Estado sobre as liberdades individuais. Cem anos depois, a esquerda mofada, agora engrossada pelo feminismo militante, pretende a mesma coisa. Foi o que Lula disse recentemente, sob aplauso de sua malta, em voz alta e clara: “Toda mulher deveria ter o DIREITO ao aborto que deve ser oferecido gratuitamente pelo SUS”. Socialista não dá valor à vida, nem em seus primórdios nem agora. Seu negócio é controlar e dominar a sociedade através do Estado.

Vejamos o caso recente da garota de onze anos que fez, depois de decisões contra e a favor, o aborto de uma criança já em seu sétimo mês de gestação. A grande mídia, dominada pela esquerda tanto quanto as esferas judiciais, defendeu com unhas e dentes o assassinato da criança dentro daquela outra criança. Feito o aborto, a esquerda festejou a morte como nunca antes neste país. Esqueceram, porém, de dizer que o pai era seu irmão (enteado de sua mãe) de apenas 13 anos, que não houve violência física e que a relação entre os dois era consensual. Portanto, a esquerda não apenas mata crianças, também esconde o cadáver. 

A compaixão nunca foi um caráter próprio dessa ideologia malsã. Invariavelmente, seus métodos incluem sangue. Como mostra este vídeo, ainda que falsamente citando a Bíblia (a imbecil não sabe o significado de redenção), a esquerda sempre quis ir à luta disposta a derramar o sangue dos inimigos. Mas precisa incluir crianças viáveis nas barrigas de suas mães? Não precisa, mas não importa, desde que atenda a um grupo nele incrustado, neste caso, o das feministas, que lhes servem fielmente (trato do feminismo depois).

Sim, esquerdistas, anticristãos e abortistas, sou das antigas, já passei do sessenta, sou de um tempo e um lugar em que ao morrer uma criança dizia-se que ia pro céu um anjinho e cantava-se incelenças. Sua fúria assassina ao recair sobre não-nascidos os separa de Deus eternamente, embora haja dentre vós quem se diga cristão.

Uma incelença para a Virgem Maria

Cedo essa alma vai embora

Foi arrancada sem ter visto a Luz

Seus irmãos não a conhecerão

Seus irmãos não a conhecerão

Duas incelenças para a Vigem Maria

(…)


Valterlucio Bessa Campelo escreve às sextas-feiras no site ac24horas e, eventualmente, no seu BLOG, no site Liberais e Conservadores do Puggina e em outros.

Continuar lendo

Destaque 2

Contrariando a Sefaz, STN diz que Acre ultrapassou em 0,16% o limite de gastos com pessoal

Publicado

em

Dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) apontam que Rio Grande do Norte, com 52,10%, e Acre, com 49,16%, ultrapassaram o limite previsto pela Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF para Despesa Total com Pessoal sobre a Receita Corrente Líquida – RCL – no Poder Executivo que é de 49%.

Os dados acima, além de outros, estão no Relatório de Gestão Fiscal – Estados + Distrito Federal (RGF em Foco – Estados + DF) do 1º quadrimestre de 2022. O documento apresenta demonstrativos dos Estados e do DF relativos ao primeiro quadrimestre de 2022, permitindo visualizar a situação de cada Unidade Federativa em comparação às demais.

Em relação ao limite da Dívida Consolidada Líquida – DCL – sobre a Receita Corrente Líquida, o Acre e todos os demais estados estão dentro do limite de duas vezes o valor da RCL. Os quatro estados que têm as maiores relações DCL/RCL apresentaram queda entre o valor da DCL/RCL no fim de 2021(31/12/2021) e o 1º quadrimestre de 2022: Rio de Janeiro reduziu de 199% para 174%, Rio Grande do Sul de 183% para 163%, Minas Gerais de 169% para 153% e São Paulo de 127% para 120%.

O documento traz, ainda, a relação do volume de precatórios sobre a RCL. No 1º quadrimestre de 2022, três estados apresentaram um volume de precatórios sobre a RCL acima de 20%: Rio Grande do Sul (22%), Distrito Federal (21%) e Rondônia (20%). Na outra ponta, dois estados não possuem precatórios: Alagoas e Amazonas.

Por fim, o relatório apresenta o volume de operações de crédito em relação à RCL. Esse dado se refere ao fluxo de ingresso do recurso ocorrido no quadrimestre e não necessariamente à assinatura do contrato. Nesse recorte, o estado do Amazonas se destaca com 5,6% do valor da sua RCL sendo utilizada em operações de crédito, seguido de Espírito Santo com 0,9% e Ceará com 0,8%.

Com a divulgação do RFG em Foco – Estados e DF, o Tesouro reforça seu compromisso com a transparência dos dados fiscais e com a divulgação de informações, tanto da União quanto dos entes da Federação, que venham a contribuir para a realização de um debate qualificado em torno da importância de se buscar a solidez das contas públicas.

“Esse foi o percentual informado tanto para o TCE quanto para a STN, embora esteja acima, nos encontramos em decrescente. Isso mesmo contratando na Segurança, Educação e pagando prêmios e promoções, inclusive anteriores a esta gestão. Neste percentual já consta valores pagos com reajuste e auxílio alimentação aprovado pela Aleac e sancionado pelo governador. Ontem (22/6) foi aprovado no senado a exclusão dos gastos com Organizações Sociais no cômputo do gasto com pessoal, assim podemos em breve sair deste patamar e ficar dentro do limite prudencial. Vale ressaltar que fatores econômicos e de arrecadação, como redução de alíquotas e essencialidade de alguns produtos que estão em trâmite no Congresso podem afetar este cenário”, disse Amarísio Freitas, titular da Secretaria de Estado da Fazenda do Acre.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!