Menu

Pesquisar
Close this search box.

Jorge Viana cutuca políticos acreanos com mandato pela escassez de voos para o Acre

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

No Instagram, o ex-governador e ex-senador petista Jorge Viana responsabilizou os atuais mandatários do Acre pela diminuição da oferta de voos para o estado, que passou a ser anunciada a partir da metade do mês de março pela Latam, por exemplo.


Desde o último dia primeiro de abril, os voos da Latam saindo de Brasília para Rio Branco estão suspensos. Em nota, a empresa justificou o alto preço do querosene da aviação, como consequência da continuidade da guerra na Ucrânia.


Apesar de reconhecer que o preço dos combustíveis é um problema até para quem anda de carro, Viana argumentou que em um país continental como o Brasil, o serviço aéreo é essencial, em especial para estados da Amazônia, como o Acre.

Anúncios


“Eu sei que com o preço da gasolina, está difícil até andar de carro. Mas quando fui senador lutei muito por essa causa. Hoje, não só os preços estão absurdos, impraticáveis. Não têm voos e nem vagas. Imagina em uma emergência?”, pontuou.


Viana botou a situação na conta dos políticos acreanos com mandato e reafirmou que quando era senador lutava tanto para que as passagens fossem mais baratas como para que tivessem mais voos para o estado.


“Não custa nada esse pessoal que está em Brasília, que ganhou tudo, que tem a presidência da República, que tem o governo, peitar essas companhias aéreas para botar voos para cá. Na época que eu era senador, eu fazia isso”, acrescentou.


A suspensão dos voos da Latam entre Brasília e Rio Branco deve vigorar até 30 de junho de 2022, conforme comunicado feito pela empresa no dia 18 de março passado. No total, foram 21 rotas nacionais temporariamente suspensas pela companhia.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido