Menu

No Acre, 85 mil clientes da Oi serão migrados para TIM; entenda

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Com a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) da venda da rede móvel da Oi para a aliança formada pelas operadoras Claro, TIM e Telefônica (dona da marca Vivo), ocorrida nesta quarta-feira (9), mais de 40 milhões de consumidores da empresa serão transferidos para uma nova operadora nos próximos meses.


De acordo com as normas estabelecidas, a migração será feita aos poucos e a companhia de destino será definida por região, isto é, de acordo com o DDD de cada linha (veja lista completa abaixo). No entanto, nenhum cliente será obrigado a ficar na operadora definida, e poderá escolher o destino da portabilidade sem multa ou exigência de fidelidade.


A Claro herdou 27 DDDs. São eles: 13, 14, 15, 17, 18, 27, 28, 31, 33, 34, 35, 37, 38, 43, 44, 45, 46, 47, 48, 49, 71, 74, 77, 79, 87, 91 e 92. A Vivo ficou com 11 DDDs: 12, 41, 42, 81, 82, 83, 84, 85, 86, 88 e 98. A TIM ficou com 29 DDDs, que são: 11, 16, 19, 21, 22, 24, 32, 51, 53, 54, 55, 61, 62, 63, 64, 65, 66, 67, 68, 69, 73, 75, 89, 93, 94, 95, 96, 97 e 99.

Publicidade

No Acre, portanto, os clientes da Oi serão migrados para a Tim. A mudança impactará cerca de 85 mil linhas, de acordo com dados do Relatório de Acompanhamento do Setor de Telecomunicações divulgado em junho de 2021. Nesse levantamento, a Oi aparece no estado com um total de 85.127 acessos no ano passado e a Tim com 26.215 acessos móveis.


A empresa com o maior número de acessos no Acre no relatório da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) era a Claro, com 349.986, seguida da Vivo, com 344.870. Acesso móvel é o nome dado para os chips de telefone celular, que podem ser usados para serviços de voz ou de conexão à Internet tanto nas contas pré-pagas como pós-pagas.


Em junho de 2021, o Brasil registrou 245,43 milhões de acessos de telefonia móvel, segundo o mesmo relatório da Anatel, um crescimento de 3,59% com relação ao ano anterior. O número, superior ao total da população nacional, ocorre pelo fato de parte das pessoas ter mais de um acesso, ou seja, mais de um chip ou uma conta de telefone celular.


No dia 31 de janeiro, a Anatel determinou que as compradoras adotem uma série de medidas a fim de preservar os direitos dos consumidores durante a migração. A primeira delas é a garantia do direito de portabilidade a qualquer momento, ou seja, nenhum cliente será obrigado a ficar na operadora definida pelo processo de venda da Oi.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido