Conecte-se agora

Mosquito da malária intensifica ataques entre meia-noite e 3h da madrugada, diz pesquisa 

Publicado

em

Estudos liderados pela Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP e que tiveram cidades do Acre -Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Acrelândia e Rodrigues Alves como locais de pesquisa – ajudam a entender como as ações antrópicas interferem no comportamento e na distribuição de mosquitos transmissores de malária na região amazônica.

O primeiro é o doutorado do biólogo Leonardo Suveges Moreira Chaves. Em um dos resultados, Chaves mostrou que as mudanças causadas pelo homem na vegetação da Floresta Amazônica diminuíram a biodiversidade de mosquitos e levaram o anopheles (Nyssorhynchus) darlingi a se tornar o principal vetor da malária na Amazônia, aumentando o risco de transmissão da doença.

Outro achado importante foi que ambientes florestais fragmentados, habitados por pessoas vulneráveis em casas precárias, são as fontes dessa espécie, enquanto habitats de florestas contínuas ou completamente desmatados, sumidouro.

“Fomos a assentamentos rurais em que havia ocorrência de malária e vimos essa relação: conforme o homem muda a paisagem, a comunidade de mosquitos também sofre alterações, favorecendo a dominância do Ny. darlingi”, explica Chaves. O trabalho deu origem a um artigo publicado em 2021 na revista Plos One.

O segundo estudo faz parte do também biólogo Gabriel Laporta, pesquisador do Centro Universitário FMABC. Para o trabalho, que foi publicado também no início de 2021 na Scientific Reports, Laporta analisou dados de mosquitos anophelinos capturados anteriormente e os utilizou para investigar o quanto o desmatamento impulsiona a ocorrência de malária em paisagens rurais.

O maior risco da doença ocorre em locais onde o desmatamento acumulado atingiu cerca 50% da cobertura vegetal fragmentada. O primeiro pico ocorre após dez anos do início do assentamento, e o segundo, 35 anos depois.

As investigações de Chaves e Laporta fazem parte de um projeto maior, coordenado por Maria Anice Sallum, bióloga e professora do Departamento de Epidemiologia da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP. Uma equipe de cientistas viajou, entre janeiro de 2015 a novembro de 2017, para 12 municípios da Amazônia brasileira, e conseguiram capturar mais de 25 mil espécimes de mosquitos, de 173 espécies em 17 gêneros diferentes.

Como Maria Anice contou ao Jornal da USP, as análises também conseguiram identificar o horário de pico da infecção dos mosquitos. “Acontece durante toda a madrugada, mas se acentua entre meia-noite e 3 da manhã”, relata. “Esse é um fato importante e nos mostra que o uso de mosquiteiro impregnado com inseticida tem um efeito positivo.”

A transmissão fora do domicílio também merece atenção, pois as medidas de controle devem ser diferentes. “Tem um grande número de insetos voando fora da casa e, por isso, a população precisa se proteger enquanto cozinha ou toma banho, por exemplo”, alerta a professora.

Maria Anice relata, ainda, que alguns locais da Amazônia apresentaram índices de transmissão tão altos que podem ser comparados aos da África subsaariana. “Em Machadinho D’Oeste (RO), por exemplo, uma pessoa infectada gera 58 novos casos de malária”, conta. “Claro que nem todos os locais são assim, mas Lábrea (AM), Cruzeiro do Sul e Mâncio Lima também tiveram o mesmo comportamento. A novidade do nosso trabalho é que conseguimos quantificar esse índice, conhecido como R0.”

Novos projetos continuam em desenvolvimento no grupo de pesquisa de Maria Anice. Um deles está sendo feito em parceria com o Instituto Nacional de Saúde (NIH) dos Estados Unidos. “Trabalharemos com técnicas de sequenciamento do genoma para ver se há mutações na população de Anopheles Darlingi que indiquem adaptação deles a novas condições ambientais”, conta Maria Anice.

Cotidiano

Menor designado pelo CV para matar 12 em Senador Guiomard é preso pela Polícia Civil

Publicado

em

A Polícia Civil de Senador Guiomard mantinha em sigilo, a prisão de um menor de 17 anos, acusado de ser integrante da facção Comando Vermelho e designado a eliminar 12 pessoas na capital.

Antes de ser preso, C.S. que mora no bairro Novo Calafate e é tido como de alta periculosidade, teria iniciado uma empreitada, junto com outros criminosos e executado Sebastião Silva de Souza de 33 anos, na noite do dia 30 de abril. A vitima teria sido atraída para uma casa desabitada e morto a tiros e facadas.

De acordo com o delegado Carlos Bayma, sua equipe de investigadores saíram as ruas e logo chegaram aos autores do delito, dentre os quais estava C.S, que mesmo com a pouca idade, era o assassino oficial da facção a qual pertence. Procurado, nunca era localizado por ser bem protegido pela organização criminosa.

A prisão do menor infrator, ocorreu de fato, cerca de 10 dias após o assassinato, quando policiais civis e militares faziam um patrulhamento conjunto com o intuito de manter a ordem na cidade, e em um bairro periférico da cidade, trocaram tiros com um grupo, ocorrendo prisões e apreensões de armas. Dentre os presos estava o menor, que ao ser abordado, tinha uma pistola 380, com 60 cartuchos, 10 deles municiava a arma apreendida.

Em depoimento prestado ao delegado, o acusado confessou que foi designado pela alta cúpula do CV para eliminar 12 pessoas. Na semana anterior, tinha matado Sebastião Souza, e no dia da prisão tinha voltado ao município para continuar os crimes. C.S. está internado em uma Unidade Socioeducativa em Rio Branco.

Continuar lendo

Cotidiano

“Estou preparada para continuar servindo o Acre”, garante a pré-candidata Vanda Milani

Publicado

em

Apresentada oficialmente como pré-candidata ao senado na chapa que tem o senador Sérgio Petecão (PSD-AC) como pré-candidato ao governo e João Tota Filho como pré-candidato à vice governador, a deputada federal Vanda Milani (PROS-AC) disse estar preparada para ser a melhor senadora da história do Acre.

“Vou ajudar o Petecão gerar emprego e renda para a nossa juventude. Vamos criar as condições para colocar alimento nas mesas das famílias acreanas”, acrescentou a deputada.

Para isso, Vanda Milani garantiu que vai bater de porta em porta, levando uma mensagem de esperança. “Vamos fazer a mudança que o Acre precisa gastando muita sola de sapato, com o pé na estrada, dialogando e ouvindo nosso povo”, argumentou.

Bastante aplaudida pela multidão que lotou o encontro estadual do PSD, Vanda convocou a força feminina para a transformação social necessária ao estado. “Nós mulheres temos capacidade de debater esse estado com mais sensibilidade e carinho, com a força e o equilíbrio que fará a diferença nessa caminhada. O Acre tem sede de mais educação e menos violência” discursou.

Mais cedo, em sua casa, no bairro XV, Vanda Milani recepcionou o presidente nacional do PSD, Gilberto Cassab, Sandra Caparrosa (presidente nacional do PROS Mulher) e Henrique Junqueira (articulador político do PROS) e apoiadores que fizeram questão de dar um abraço na sua pré-candidatura.

“Eu estou preparada para continuar servindo o Acre”, concluiu Vanda Milani.

Continuar lendo

Cotidiano

Previsão aponta domingo com tempo firme e ensolarado no Acre

Publicado

em

A previsão do tempo para este domingo, 22, no Acre, indica dia ensolarado e seco. Na maioria dos municípios, os termômetros não devem ultrapassar os 33°C.

Em Rio Branco, Brasileia e Sena Madureira o tempo será firme, com a noite estrelada e amena. Não chove nas regiões e os ventos sopram entre fracos e calmos. O mesmo deve ocorre em Cruzeiro do Sul e Tarauacá.

Temperaturas:

– Rio Branco, Senador Guiomard, Bujari e Porto Acre, com mínimas oscilando entre 16 e 18ºC, e máximas, entre 30 e 32ºC;

– Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri, Capixaba, Assis Brasil e Santa Rosa do Purus, com mínimas oscilando entre 15 e 17ºC, e máximas, entre 31 e 33ºC;

– Plácido de Castro e Acrelândia, com mínimas oscilando entre 16 e 18ºC, e máximas, entre 31 e 33ºC;

– Sena Madureira e Manuel Urbano, com mínimas oscilando entre 17 e 19ºC, e máximas, entre 31 e 33ºC;

– Tarauacá e Feijó, com mínimas oscilando entre 18 e 20ºC, e máximas, entre 32 e 34ºC;

– Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves, com mínimas oscilando entre 20 e 22ºC, e máximas, entre 32 e 34ºC;

– Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Jordão, com mínimas oscilando entre 19 e 21ºC, e máximas, entre 32 e 34ºC.

Continuar lendo

Cotidiano

Com gol de goleiro no 2º tempo, Rio Branco arranca empate com o Amazonas pela Série D

Publicado

em

Foto: Manoel Façanha

O torcedor do Rio Branco que esteve no Florestão na tarde e noite deste sábado, 21, não vai precisar de exame cardíaco. As emoções vividas na partida contra o Amazonas pela Série D atestam que o coração do torcedor estrelado está em ótimas condições.

Jogando contra o líder do Grupo 1, o Amazonas, a partida foi repleta de emoções. O time acreano partiu pra cima e dominou o início do jogo. Mesmo assim, em linda cobrança de falta, Rafael Tavares fez o gol do time amazonense que terminou vencendo por 1 a 0 na primeira etapa. A boa notícia nos primeiros 45 minutos foi a expulsão do lateral esquerdo do Amazonas, Vinicius Soares, quase no fim do primeiro tempo.

Com um a mais, o Rio Branco iniciou o segundo tempo pressionando o adversário e logo aos 9 minutos, Ciel, também em cobrança de falta deixou tudo igual. A partir daí, só deu Estrelão, que pressionou de todas as formas o Amazonas, mas não conseguiu o gol da virada. Aos 39 minutos, os deuses do futebol resolveram castigar o Rio Branco. Em contra ataque, mesmo com um a menos, o Amazonas marcou o segundo gol com Vitinho.

Só que, por incrível que pareça, ainda havia espaço para mais emoção. No último lance do jogo, aos 49 minutos, escanteio para o Rio Branco e o goleiro Evandro Gigante resolve ir para área. Livre de marcação, o goleiro consegue fazer de cabeça o gol de empate para uma explosão de emoção nas arquibancadas do Florestão.

Com o empate, o Amazonas é líder com 14 pontos e o Rio Branco é o segundo colocado com 11 pontos.

Crédito: Instart TV
Narração: Leônidas Badaró

Veja o vídeo:

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!