Conecte-se agora

Varejo do Acre cresce 1,5%, mas acumula perdas de 8,4%

Publicado

em

As vendas no varejo do Acre cresceram 1,5% em novembro de 2021 na comparação com o mês de outubro mas caíram 8,4% quando se compara com o mesmo mês de 2020.

Em novembro aconteceu a tradicional Black Friday, que costuma agitar o comércio mas o Acre absorveu pouco -ou, se comparando com o anterior, nada dos efeitos dessa promoção. Os dados constam da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) divulgada nesta sexta-feira (14) pelo IBGE.

Já o varejo ampliado, que leva em conta o mercado de peças e acessórios para veículos, material de construção, combustíveis e lubrificantes, sofreu igualmente com o mercado geral e caiu 10% comparando novembro/21 com novembro/20.

O varejo do Acre vinha em linha crescente após forte oscilação nestes meses de pandemia mas mesmo com a Black Friday não conseguiu resultado expressivo.

O IBGE considera que vários fatores contirbuiram para o resultado negativo no varejo ampliado: Inflação alta no grupamento de alimentação no domicílio, que aumentou 9,66% em novembro 2021. Além disso, a inflação do setores mobiliário: 16,69% em novembro 2021, contra -6,38% em novembro 2020; eletrodomésticos e equipamentos’: 12,75% em novembro 2021, contra 3,01% em novembro 2020; ‘Vestuário’: 8,72% em novembro 2021, contra -1,7% em novembro 2020; ‘Combustíveis (veículos)’: 52,77% em novembro 2021, contra 1,92% em novembro 2020; ‘Automóvel novo’: 14,24% em novembro 2021, contra 2,57% em novembro 2020.

Contribuíram também com a queda nas vendas o aumento no custo médio do m² da construção civil: 20,33% em novembro 2021, contra 8,3% em novembro 2020; Dólar alto: R$ 5,56 em novembro 2021.

Houve crescimento no varejo nacional. O volume de vendas no país cresceu 0,6% em novembro, na comparação com o mês anterior (0,2%). Mesmo com o avanço, mais da metade das atividades tiveram resultado negativo no período. No ano, o varejo acumula alta de 1,9% e nos últimos doze meses, também crescimento de 1,9%.

Acre

No Acre, jovem morre com tiro acidental em caçada na zona rural

Publicado

em

Antônio Francisco de França Carneiro, de 20 anos, mais conhecido como “Caboco”, foi atingido com um tiro acidental e morreu na tarde desta segunda-feira, 20, em uma área de mata localizada no Ramal Espinhara, na BR-364, sentido Rio Branco/Sena Madureira, no interior do Acre.

De acordo com informações de testemunhas, Antônio estava caçando com amigos, quando ao tentar atirar na caça, efetuou um tiro no próprio pescoço. O jovem inicialmente foi socorrido pelos amigos que o levaram em uma rede vários quilômetros dentro da área de mata e o colocaram em um veículo.

A ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e interceptou o carro que trazia a vítima. Quando os paramédicos foram prestar os primeiros atendimentos, já encontraram o jovem Antônio Francisco em vida.

O corpo de Antônio foi encaminhado pela própria ambulância do SAMU ao Instituto Médico Legal (IML) Rio Branco para os exames cadavéricos.

O caso será investigado pela Polícia Civil do município de Bujari.

Continuar lendo

Acre

Incêndio destrói casa em Xapuri no fim da tarde desta segunda-feira

Publicado

em

O 8º Batalhão do Corpo de Bombeiros foi acionado para combater um incêndio em uma residência, no centro de Xapuri, na tarde desta segunda-feira (20).

Os bombeiros militares se deslocaram rapidamente e extinguiram o incêndio, evitando que se propagasse para duas residências próximas.

Em virtude da estrutura de madeira da residência, as chamas propagaram rapidamente e destruíram completamente a casa.

Quando o incêndio se iniciou não havia ninguém dentro do imóvel, não havendo vítimas. As causas do sinistro ainda não foram identificadas.

O incêndio foi constatado por funcionários de uma auto escola que fica próximo ao local, quando as chamas já haviam propagado.

A guarnição chegou no local da ocorrência em aproximadamente três minutos, após o acionamento, sendo realizado o combate durante uma hora e meia, com o uso de 8 mil litros de água para debelar todo o incêndio.

As informações foram prestadas pela tenente Laiza Mendonça, comandante do Batalhão do Corpo de Bombeiros em Xapuri (8° BEPCIF).

Continuar lendo

Acre

Protesto de mães de bebês mortos no PS termina em confusão

Publicado

em

Terminou em confusão o protesto que as mães que perderam os bebês no Pronto-Socorro de Rio Branco, vítimas de síndrome respiratória e que acusam o governo do estado de negligência, fizeram durante evento em frente ao palácio Rio Branco na tarde desta segunda-feira, 20, com a presença da Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos Cristiane Britto.

A primeira a se reportar às mães foi a Governadora, em exercício, desembargadora Waldirene Cordeiro, presidente do Tribunal de Justiça do Acre, que declarou que as mortes dos bebês estão sendo investigadas.

Na sequência foi a vez da ministra da mulher, Cristiane Brito, falar às mães. A representante do governo federal disse que naquele momento o que poderia fazer era pedir à secretária especial de política para mulheres do Ministério ouvir o relato de cada mãe para saber o que era possível ser feito.

Foi exatamente no momento em que as mães se dirigiam até o Palácio Rio Branco para se reunirem com a secretária do ministério que a confusão começa, quando Diego Lins, cargo comissionado do Governo do Estado, teria dito às mães que o ato seria “politicagem”. Lins é retirado do local por uma outra pessoa enquanto as mães pedem respeito. Em um certo momento da confusão, a servidora pública Joelma Dantas que perdeu o filho de apenas 10 meses tenta partir para cima de Diego e é contida por outras pessoas.

Em uma rede social, Diego Lins, sem citar diretamente Joelma Dantas, afirmou que uma pessoa desequilibrada não pode chamar a todos de assassino. A postagem recebeu diversos comentários condenando a postura de Diego em defesa da dor das mães que perderam seus filhos.

video
Continuar lendo

Acre

MP apura pagamento de R$ 310 mil a cantores na ExpoTarauacá

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MP-AC) resolveu abrir um procedimento administrativo para apurar gastos públicos, bem como a regularidade dos Eventos Agropecuários que devem ocorrer no município de Tarauacá. A determinação da abertura do procedimento foi publicada no diário eletrônico desta segunda-feira, 20.

O órgão tomou ciência, por meio da imprensa local, acerca da realização do evento Agro Expo Tarauacá, que será realizado entre os dias 30 de junho a 04 de julho. Para a realização do evento a prefeitura contará com apresentações de dois artistas nacionais, Kelvin Araújo e a dupla Thaeme e Thiago. O órgão controlador explicou que não é contrário às festividades, mas, que é necessário fazer as devidas investigações, vez que, serão pagos valores muito altos aos artistas. A dupla Thaeme e Thiago receberá o valor de R$ 220 mil, já o artista Kelvin Araújo receberá R$ 90 mil reais.

Além disso, o promotor destaca em sua argumentação que não consta no Portal da Transparência do Município de Tarauacá a eventual dispensa ou inexigibilidade de licitação para as aludidas contratações, e nem ao menos consta no LICON do TCE/AC a eventual dispensa de licitação e o respectivo contato, muito embora essas informações sejam obrigatórias de inserção no prazo de até 48 horas.

Como parte da sua justificativa para abertura do procedimento, o Promotor Júlio César Medeiros elencou cerca de 15 situações emergenciais que a cidade de Tarauacá necessita, entre elas: a falta de aterro sanitário; falta de médicos contratados pelo município; a situação de emergência declarada desde 24 de março de 2022, com prazo de vigência de 90 (noventa) dias, em virtude de graves enchentes que impactaram pelo menos 12 mil tarauacaenses e outras situações, como deficiências em infraestrutura.

Além das investigações acerca da contratação de artistas, o MP também investigará a tradicional cavalgada que ocorre nas exposições agropecuárias. “Considerando a preocupação, deste promotor de Justiça, em evitar a prática do crime previsto pelo art. 32 da Lei 9.605/98 (com pena de 03 meses a 01 ano de detenção), vez que a “cavalgada” não pode de forma alguma fomentar atividade que gere sofrimento, abuso e maus-tratos aos animais envolvidos, em dissonância com as disposições constitucionais, legais e as declarações internacionais de que o Brasil é signatário”, diz trecho da argumentação. Além disso, o promotor também citou que é imprescindível se observar as seguintes exigências mínimas para a realização de atividades que envolvem.

Para o cumprimento das investigações o promotor solicitou à prefeitura por meio de ofício que envie as seguintes informações: O valor a ser gasto em cada uma das apresentações artísticas (nacionais e locais), bem como com os serviços de montagem de palco, iluminação, sonorização, entre outros itens indispensáveis para a estrutura física de som e palco, além da eventual segurança privada contratada; que informe as respectivas fontes de custeio (recursos próprios, da Secretaria de Agricultura, Secretaria de Cultura); informe a forma de contratação utilizada para cada artista contratado (contratação direta, dispensa ou inexigibilidade de licitação); cópia dos respectivos processos licitatórios e contratos, esclarecendo quando foram incluídos no Portal da Transparência do Município e no Sistema LICON do TCE-AC; informações de critérios e cálculos para ser divulgado em redes sociais a estimativa de que o Evento tem a expectativa de movimentar mais de R$ 10 milhões em negócios; que esclareça de que modo o Evento, com 4 (quatro) dias de programação vai gerar emprego e renda para centenas de famílias, considerando a flagrante modicidade e exiguidade da rede hoteleira e de restaurantes no Município e por último, se há planejamento inicial para realização da “cavalgada” no âmbito da ExpoTarauacá 2022.

Caso o prefeito omita todas as informações solicitadas, poderá ser processado por crime de improbidade administrativa.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!