Conecte-se agora

Acre divulga calendário escolar do ano letivo; matrículas vão até o próximo dia 28 de janeiro

Publicado

em

O governo do estado publicou no Diário Oficial desta sexta-feira, 14, o Calendário Escolar 2022 que estabelece as datas para renovação de matrículas, transferências, matrículas de alunos novos e demais etapas para o início das atividades escolares.

Para começar a estudar, a Secretaria Estadual de Educação (SEE) estipula que a criança tem que ter completado 06 (seis) anos até o dia 31 de março de 2022 que é quando pode ser matriculado no 1º ano do Ensino Fundamental.

Já os alunos que já estão dentro da rede de ensino, a renovação de matrículas se encerra no próximo dia 28. Já a solicitação online de matrículas para alunos novos da educação básica, aqueles que ainda não estão na rede, inicia-se no dia 17, segunda, e se estende até o dia 28.

Esse também é o prazo para a solicitação de transferência interna para os alunos que já estão na rede, mas desejam pleitear uma vaga em escola diferente de onde se encontram matriculados atualmente.

Já o envio das listas dos alunos que serão encaminhados das escolas municipais para as estaduais e o envio das listas dos que serão encaminhados para outra escola dentro da própria rede estadual de ensino (aqueles que mudarão de modalidade, do ensino fundamental para o médio, por exemplo), deve ser feito entre os dias 21 e 25 de fevereiro.

A confirmação e a validação das matrículas dos alunos que foram encaminhados das escolas municipais para as estaduais e a confirmação e validação das matrículas dos alunos que foram encaminhados para as escolas da própria rede estadual devem ser feitas entre os dias 3 e 9 de março.

Já a confirmação e validação das matrículas dos alunos novos, que ainda não estão na rede e que foram solicitadas de forma online deve ser feita entre os dias 14 e 18 de março. Por outro lado, a confirmação e a validação das transferências internas solicitadas online devem ser feitas entre os dias 29 e 31 de março.

Veja o calendário completo de matrículas:

Destaque 3

Concurso do IBGE tem mais de 6,2 mil candidatos no Acre há um dia do fim da inscrição

Publicado

em

O ac24horas obteve com exclusividade o número parcial de candidatos ao concurso do IBGE, cujas inscrições terminam nesta sexta-feira (21).

Para recenseador, 3.217 candidatos disputam 680 vagas -ou pouco mais de 4 inscritos por vaga na parcial repassada às 9 horas desta quinta-feira (20).

São 786 vagas paga Agente Censitário Supervisor Agente Censitário Municipal e ambos cargos somam 3.033 inscritos até o horário informado.

No total, 6.250 pessoas se inscreveram até agora para o concurso que realizará o Censo Demográfico deste ano.

No País, as inscrições para o processo seletivo do Censo Demográfico 2022 com mais de 200 mil vagas temporárias para recenseador e agente censitário. As vagas estão distribuídas em 5.297 municípios do país. As inscrições devem ser feitas no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), empresa responsável pela seleção. A taxa de inscrição pode ser paga até o dia 16 de fevereiro. Candidatos de baixa renda inscritos no CadÚnico e doadores de medula óssea podem solicitar isenção da taxa.

São oferecidas 183.021 vagas para recenseador. Para concorrer, os candidatos precisam ter o ensino fundamental completo. Os recenseadores do IBGE atuarão diretamente na coleta das informações nos mais de 70 milhões de domicílios do país. O profissional ganha por produção. Clique aqui para simular a remuneração.

Há ainda 18.420 vagas de agente censitário supervisor (ACS) e 5.450 de agente censitário municipal (ACM), ambas exigem ensino médio completo. Os salários são de R$ 1.700 e R$ 2.100, respectivamente. O ACM gerencia o trabalho do posto de coleta, enquanto o ACS, subordinado ao ACM, tem como principal função orientar os recenseadores durante a execução dos trabalhos de campo.

As vagas de agente censitário têm inscrição única. Ao candidato com melhor classificação na prova, será oferecida a vaga de ACM. Os demais terão direito às vagas de ACS, de acordo com a ordem de classificação.

Continuar lendo

Destaque 3

Mais de 70% dos acreanos entraram 2022 atolados em dívidas e renda comprometida

Publicado

em

Mais de 70% dos moradores de Rio Branco entraram 2022 enterrados em dívidas. Os dados mais atuais da Federação do Comércio do Acre mostram que o prazo médio para a regularização de dívidas pendentes é de 30 dias para 65% dos entrevistados, sendo o cartão de crédito o que apresenta o maior compromisso dos consumidores.

Por conta das dívidas, uma parcela considerável está com restrição de crédito, ou seja, 44% dos consumidores entrevistados que possuem dívidas atrasadas. A parcela da população com o maior endividamento no município de Rio Branco tem renda mensal de até cinco salários mínimos.

“Mais de 71% dos entrevistados estão endividados e 80% destes tem até 50% de renda comprometida”, observa Egídio Garó, especialista da Federação do Comércio do Acre.

Ter entrado o ano atolado em dívidas não é “privilégio” dos acreanos. O nível de endividamento médio das famílias brasileiras em 2021 foi o maior em 11 anos. É o que aponta a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Segundo o levantamento, o último ano apresentou recorde do total de endividados, registrando uma média de 70,9% das famílias brasileiras, enquanto dezembro alcançou o patamar máximo histórico para os meses consecutivos, 76,3% do total de famílias. A taxa de incremento de famílias com dívidas também foi a maior já observada, revelando que as famílias recorreram mais ao crédito para sustentar o consumo.

Na comparação com 2020, das cinco regiões do País, apenas o Centro-Oeste apresentou queda do índice, 0,3 ponto percentual. O Norte registrou estabilidade, e o Sudeste se destacou com aumento de 5,9 p.p., seguido pelo Sul (+5,5 p.p.) e o Nordeste (+4,5 p.p.). Contudo, considerando o total de endividados, o Sul contou com o maior percentual, aproximando-se de 82%. Já na avaliação por faixa de renda, o endividamento médio das famílias com até 10 salários mínimos mensais aumentou 4,3 p.p., chegando a históricos 72,1% do total. Na faixa de renda superior, acima de 10 salários mínimos, o indicador aumentou ainda mais, 5,8 p.p., e fechou em 66,0%.

No caminho oposto dos indicadores de endividamento, no último ano, os números de inadimplência apresentaram queda. De acordo com a pesquisa, o percentual médio de famílias com contas e/ou dívidas em atraso diminuiu 0,3 p.p. na comparação com 2020, chegando a 25,2%. Após iniciar 2021 em patamar superior ao observado no fim do ano anterior, o percentual mensal teve redução até maio, mas passou a apresentar tendência de alta desde então, alcançando 26,2% em dezembro e ficando acima da média anual.

O percentual de famílias que declararam não ter condições de pagar suas contas e/ou dívidas em atraso e que, portanto, devem permanecer inadimplentes também contou com uma redução na comparação com 2020, 0,6 p.p., totalizando 10,5% dos lares no País. Os números indicam que essa parcela de consumidores apresentou movimentos diferentes ao longo do ano. Enquanto, no primeiro semestre, o indicador de inadimplência recorrente oscilou entre baixa e alta, a partir de julho passou a registrar tendência de queda, encerrando o ano em 10% do total de famílias, abaixo da média anual. (Com CNC)

Continuar lendo

Destaque 3

Arena da Floresta fará teste de Covid em drive-thru a partir desta quinta-feira (20)

Publicado

em

A prefeitura de Rio Branco terá montado a partir desta quinta-feira, 20, um drive-thru de testagem do coronavírus no estacionamento da Arena da Floresta, localizado na Via Chico Mendes, bairro Triângulo Velho. O drive-thru vai funcionar de segunda-feira a sexta-feira, a partir das 8h e vai se estender até 17h.

O objetivo da gestão é desafogar as Unidades de Referência em Atenção Primária (Uraps) Claudia Vitorino, localizada na entrada do Bairro Taquari, e Maria Barroso, localizada na região da Baixada da Sobral, que estão sobrecarregadas devido à alta demanda de atendimento de casos de Síndrome Gripal e covid-19.

A secretária de Saúde, Sheila Andrade, explicou que o atendimento será específico para casos de Síndrome Gripal, e serão realizados testes de covid-19, atendimento médico e dispensação de medicação.

Os testes de covid-19 poderão ser realizados dentro do carro da pessoa ou nas 15 cadeiras que estarão disponibilizadas para a testagem do coronavírus. “Nós iremos fazer o teste em pessoas que estejam com sintomas, é muito importante. Nesse momento não temos como testar em massa a população. Isso é um desejo do prefeito, nosso como Secretaria Municipal de Saúde, mas não estamos em condições. Vamos priorizar as pessoas que estão com sintomas por que nós precisamos diagnosticar e tratar de forma eficaz as pessoas que estão com covid-19 ou Síndrome Gripal”, frisou a secretária.

Continuar lendo

Destaque 3

Caixa Econômica paga Auxílio Brasil para cadastrados com NIS terminado em 2 nesta quarta

Publicado

em

A Caixa Econômica Federal paga, nesta quarta-feira (19), a terceira parcela do Auxílio Brasil às famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com o Número de Identificação Social (NIS) final 2.

A terceira parcela incluirá 3 milhões de famílias, aumentando para 17,5 milhões o total de famílias atendidas.

Cada uma delas receberá um repasse mínimo de R$ 400. De acordo com o Ministério da Cidadania, o investimento total para os pagamentos supera R$ 7,1 bilhões.

Confira o calendário:

Final do NIS Dia do pagamento
1 18 de janeiro
2 19 de janeiro
3 20 de janeiro
4 21 de janeiro
5 24 de janeiro
6 25 de janeiro
7 26 de janeiro
8 27 de janeiro
9 28 de janeiro
0 31 de janeiro

Auxílio Gás

O Auxílio Gás também paga hoje – retroativamente – às famílias cadastradas no CadÚnico, com o NIS terminado em 2, e segue o mesmo calendário regular de pagamentos do Auxílio Brasil.

Com duração prevista de cinco anos, o programa beneficiará 5,5 milhões de famílias até o fim de 2026 com o pagamento de 50% do preço médio do botijão de 13 quilos a cada dois meses. Atualmente, a parcela equivale a R$ 52.

Para este ano, o Auxílio Gás tem orçamento de R$ 1,9 bilhão. Só pode fazer parte do programa quem está incluído no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e tenha pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Content is protected !!