Conecte-se agora

Valdetes

Publicado

em

Enquanto a maioria comemora o período natalino de maneira trivial, com a mesa farta, reecontros e troca de presentes, outros fariam apenas um desejo ao carismático Papai Noel: emprego. É o caso de dona Valdete Araújo, que mora na rua Francisco Aldemar, no bairro Chico Mendes, periferia de Rio Branco.

Divorciada, há um tempo atrás, ela mantinha quatro filhas e netos com a venda de café da manhã. Na casa em que reside, ainda se contra uma rústica e simples pintura que relembra os velhos tempos de comida na mesa. Hoje, Valdete lamenta e chora por não poder ter as filhas, os 12 netos, o bisneto e genros dentro de sua casa porque lhe falta o alimento e a casa se encontra praticamente deteriorada.

No dia em que foi entrevistada pelo repórter cinematográfico do ac24horas, Kenedy Santos, não tinha nada para comer e contava apenas com a fé para que ao longo do dia aparecesse algo para ingerir. O único neto que morava com ela e que ajudava a comprar alimento se encontra preso atualmente. “Foi preso há três meses, justamente o que me ajudava”. E ela jura não saber o porquê. Envergonha-se, com os olhos que parecem estar sempre prontos a chorar.

Sem benefício, renda ou aposentadoria, conta que seu desejo natalino para este ano é apenas conseguir um emprego e ter sua lanchonete de volta: “Tinha tudo, tinha café da manhã pros meus netos, almoço, merenda, janta. Faturava muito com o lanche. Hoje em dia não tenho mais nada”. Um pastor construiu uma bancada para que ela pudesse retomar as vendas, mas ela não tem recurso nenhum para iniciar o trabalho.

“Hoje, só oro e entrego pra Deus. Antigamente a gente se reunia, tinha ceia. Hoje em dia não tenho mais como fazer uma comida pros meus netos e filhas. eu Natal mais alegre é estar todo mundo com saúde, as minhas quatro filhas juntas, meu genro, meus 12 netos e um bisneto. E todo mundo com saúde”.

Franzina, ombros estreitos, corpo miúdo, voz um pouco estridente, quem sabe denunciando até um distante tempo em que cometia o luxo de ser fumante. Ela é a personagem desta semana. A narrativa de Valdete concretiza o que foi desconstruído em políticas públicas para tantas outras “Valdetes”, de tantos outros bairros “Chico Mendes” Brasil a fora.

ASSISTA O VÍDEO NA INTTEGRA:

video

Kennedy Santos

Colégio Acreano: conheça por dentro um dos maiores patrimônios da educação

Publicado

em

Há quase um século, o Colégio Acreano é sinônimo de educação de qualidade. Prestes a completar 89 anos, a instituição é a responsável pela formação de milhares de estudantes desde 1933, ano em que foi fundado.

Recém reformado e com aproximadamente 900 alunos, o videomaker do ac24horas, Kennedy Santos, conversou com alunos e professores e mostra por dentro porque a instituição de ensino ainda tem uma das matrículas mais disputadas da rede de ensino.

Conheça o ambiente escolar do Colégio Acreano que tem como proposta de ensino preparar os estudantes para a vida, respeitando sua história, mas com um olhar cada vez mais no futuro.

Assista o vídeo da semana:

video

Continuar lendo

Kennedy Santos

Videomaker mostra histórias de quem tira o sustento a partir do que a sociedade joga fora

Publicado

em

A busca por dias melhores não limita os coletores de recicláveis que trabalham no antigo lixão da estrada Transacreana e que hoje se chama Aterro de Inertes, onde o setor público controla parte do material descartado em ruas ou terrenos baldios de Rio Branco.

O videomaker do ac24horas, Kennedy Santos, foi até o local, onde acompanhou o trabalho de homens e mulheres que ganham a vida dando destinação ao que a grande maioria da população não enxerga valor.

O local é disputado, mas apenas pessoas cadastradas ou autorizadas têm acesso.

Quem assistir ao vídeo vai conhecer a história de dona Maria de Nazaré, João Vítor e da jovem Débora, que aos 16 anos está grávida e iniciou recentemente na profissão a que o pai, a mãe e o marido trabalham.

Em comum entre eles está a consciência de enfrentar com orgulho desafios e preconceitos, mas também a certeza de saber que a profissão já não é por falta de opção, mas sim uma oportunidade de se reinventar em um mercado tão competitivo.

Assista ao vídeo:

video
Continuar lendo

Kennedy Santos

Conheça as mulheres que resistem ao tempo e mantêm a tradição de lavar roupa “para fora”

Publicado

em

Apesar de toda facilidade da vida moderna, da oferta de máquinas que lavam e secam a roupa e até das lavanderias que se espalham pela cidade, o videomaker do ac24horas, Kennedy Santos, vai mostrar no vídeo desta semana a história de mulheres que resistem ao tempo em um dos trabalhos mais tradicionais: lavar roupa “para fora”.

A atividade tradicional de lavadeira ainda é responsável pelo sustento de muitas famílias, onde algumas mulheres trabalham e ganham sua vida lavando roupas há 30 anos.

Nossa reportagem foi até o bairro Cidade Nova, no Segundo Distrito da capital acreana, mostrar o trabalho de um grupo de mulheres que mantém viva a tradição de lavar roupas e sustentar suas famílias com a tradicional atividade.

Assista ao vídeo:

video
Continuar lendo

Acre

Conheça as mulheres da “Casa da Luz Vermelha” no Bairro 15

Publicado

em

Desde a época de ouro da borracha, o Segundo Distrito de Rio Branco sempre foi conhecido pelas casas de festa. Na década de 80, as chamadas Casas da Luz Vermelha no bairro 15 eram atração para boa parte dos homens da periferia ou que vinham em seus Barcos pelo rio Acre entregar as mercadorias aos patrões.

Quase 40 anos depois, as luzes continuam chamando a atenção de um público fiel que gosta de pagar para ter atenção das garotas de programa.

O videomaker do ac24horas, Kennedy Santos, mostra hoje em seu vídeo, histórias de mulheres que frequentam um bar tradicional de Rio Branco onde algumas garotas de programa ganham a vida. Assista:

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2021 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados

error: Conteúdo protegido!