Menu

Vereador que perdeu esposa e filho chora ao ver bolsonaristas contra passaporte de vacina

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O vereador e médico Raimundo Castro (PSDB) usou a Tribuna da Câmara de Rio Branco na manhã desta terça-feira, 7, para criticar os manifestantes bolsonaristas que estão protestando contra o passaporte da vacina no Acre.


O vereador que perdeu a esposa, Patydan Castro, e o filho recém-nascido para a Covid-19, se emocionou e salientou que o protesto é um “absurdo”.

Publicidade

Após a fala, Castro foi consolado pelos vereadores Lene Petecão e Samir Bestene (Progressistas).


“Eu perdi o meu filho e a minha mulher para esse vírus. Eu queria duas doses para o meu filho, para a minha mulher e eu acho que vocês estão proibindo a mulher de vocês tomarem a vacina por causa de política. Isso é absurdo. Não vai tirar o pedaço de ninguém não, mostrar o passaporte. Eu sou a favor do passaporte, eu sou favor a vida e eu fico muito triste quando a pessoa vem aqui e não respeita à vida, nem de seu próprio filho e mulher”, afirmou.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido