Conecte-se agora

Influencer do Acre revela que justiça de SP suspendeu retorno da filha em razão do autismo

Publicado

em

A influenciadora digital acreana Ludmilla Cavalcante, 22 anos, revelou em stories nesta sexta-feira, 3, que o pai de sua filha, que está em São Paulo, o empresário Márcio Calixto, conseguiu uma medida cautelar suspendendo temporariamente o retorno da pequena Antonella aos braços da mãe. A criança deveria retornar ao Acre nos próximos dias.

O caso ganhou repercussão nacional após a influenciadora revelar detalhes do processo nas redes sociais e lançar a campanha #JustiçaPorAntonella. Na internet, recebeu apoio de diversas mães que passaram ou passam pela mesma situação, inclusive de celebridades

De acordo com a influencer, o pai da pequena Antonella Cavalcante, de dois anos, alegou na justiça que Rio Branco não teria profissionais capazes de dar prosseguimento ao tratamento da criança, que foi diagnosticada com o transtorno do espectro autista (TEA).

Nos stories, Ludmila informa aos seguidores, que já entrará na segunda-feira, 6, com uma petição informando que existem na cidade profissionais capazes para atuar no tratamento da criança. “No pedido, ele alegou que em Rio Branco, não temos profissionais com métodos adequados para dar continuidade no tratamento dela do autismo. Eu tenho um prazo de cinco dias úteis e a advogada vai entrar na segunda com uma petição, onde iremos anexar todos os profissionais que irão ajudar ela nesse tratamento. Logo em seguida, eles têm um prazo de cinco dias e o prazo para o desembargador analisar todos os documentos é até o dia 13”, afirmou.

Entenda

Após um ano e um mês lutando pela recuperação da guarda da filha, Ludmilla Cavalcante conseguiu a guarda unilateral da filha de dois anos após decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo. “Julgo procedente o pedido contraposto e concedo a guarda unilateral de A. C. C. B à requerida [mãe], lavrando-se o termo oportunamente para regularização”, dizem os autos.

A filha estava todo esse tempo vivendo no interior de São Paulo com o pai e ex-companheiro de Ludmilla, o empresário Marcio Calixto Bonamigo, sócio da Calixto Foods.

A influenciadora alega que foi combinado no final de 2020 que Calixto ficasse com a menina para que ela pudesse dar à luz sua segunda filha, em novembro do ano passado. Entretanto, depois que o pai recebeu a menina, deu entrada na guarda provisória.
Segundo a mãe, impedindo que a criança voltasse para o Acre.

Durante esse período, Ludmilla só tinha contato com a filha através de ligações por videochamada. Em entrevista à imprensa local, o pai da menina afirmou que não impedia o contato entre a filha e a ex-companheira.

Veja o vídeo:

play-rounded-fill

Destaque 4

Briga entre motoristas que faz a linha Acre/MT, acaba com vítima entubada e agressor preso

Publicado

em

Uma briga envolvendo dois motoristas de uma empresa de ônibus que faz o trajeto Rio Branco (AC) – Cuiabá (MT), terminou com um homem gravemente ferido e outro preso em flagrante na cidade de Itapuã do Oeste, interior de Rondônia, na noite de terça-feira, 6.

Segundo informações divulgadas pelo site Rondoniaovivo, os dois haviam parado em uma rodoviária na região para jantar quando a vítima de 45 anos havia desligado o veículo no qual seu colega de 46 anos estava conduzindo.

Porém, o homem não gostou da atitude da vítima e começou a lhe agredir com socos e chutes. O homem teve afundamento do crânio e precisou ser entubado por uma equipe médica e encaminhado ao hospital já em estado grave.

Já o agressor acabou preso pelas autoridades policiais em flagrante e foi encaminhado a uma delegacia de Polícia Civil.

Veja o vídeo:

play-rounded-fill
Continuar lendo

Destaque 4

Tenente coronel preso com droga na BR-364 é condenado a 9 anos de prisão em regime fechado

Publicado

em

O tenente coronel da reserva da Polícia Militar do Acre, Moisés da Silva Araújo, foi condenado a 9 anos e 6 meses de prisão em regime fechado pelo crime de tráfico de drogas. A sentença é do juiz Fábio Farias, da Comarca de Sena Madureira, que negou ao réu o direito de recorrer da decisão em liberdade.

O oficial foi preso em junho deste ano, na BR-364, entre Sena Madureira e Rio Branco, quando transportava de Cruzeiro do Sul para a capital, em um carro, mais de 69 quilos de cocaína, que segundo o Ministério Público do Acre, tinha como destino o comércio ilícito.

A defesa do militar alegou que ele tinha pego uma carona no veículo onde estava a droga e pediu a nulidade das acusações, mas o juiz Fábio Farias decidiu pela culpa do réu, que segundo o magistrado, agiu com dolo.

“O réu agiu com dolo intenso, haja vista seu grau de escolaridade e condição social acima da média, além de ser Oficial da Polícia Militar do Acre de elevada patente (tenente-coronel), fatores que, decerto, revelam um alto domínio do fato e de todas as implicações sociais e humanas decorrentes do tráfico de drogas, sendo a sua conduta merecedora de elevada censura. As consequências são Igualmente graves. Isso pela natureza da droga, qual seja, cocaína, de alto poder destrutivo e viciante”, relatou o juiz na sentença.

Além da condenação de 9 anos e 6 meses, Moisés Araújo também foi condenado a pagar 950 dias multa. O juiz determinou, ainda, a perda do veículo apreendido com a droga, em favor da União

Moisés já foi comandante da Polícia Militar em Mâncio Lima e sub comandante em Assis Brasil.

Continuar lendo

Destaque 4

Com novo bloqueio do governo, mais de 3,2 mil alunos da Ufac ficam sem bolsas e auxílios

Publicado

em

A Universidade Federal do Acre (UFAC) informou nesta terça-feira, 6, que cerca de 3,236 mil alunos vão ficar sem bolsas e auxílios no mês de dezembro, devido ao novo bloqueio de verbas por parte do Ministério da Educação (MEC).

Os valores de assistência estudantil, que variam entre R$ 400 a R$ 650, deveriam ser pagos na última segunda-feira, 5, mas estão inviabilizados, assim como outras despesas da instituição.

Segundo a assessoria de comunicação da faculdade, o Restaurante Universitário (RU) ainda está em funcionamento e não tem previsão de fechamento.

“Do RU, estamos esperando que algum financeiro seja liberado, mas ainda não há planos de fechamento. Sobre a continuidade do período letivo, estamos fazendo de tudo para que seja concluído normalmente”, disse Gilberto Mendes.

Na última semana, a reitora da Ufac, Guida Aquino, declarou que o cenário promovido pelo governo federal é “dramático” e “irresponsável”, colocando em riscos vidas que dependem dos recursos para manter os estudos.

Somente na universidade, foram efetivados o bloqueio de R$ 5,4 milhões, que afetam também nos pagamentos de contrato de limpeza, luz água, telefone e vigilância.

Entenda o decreto

O decreto do governo federal, de 1º de dezembro, “zerou” a verba do MEC disponível para gastos considerados “não obrigatórios”, como bolsas estudantis, salários de funcionários terceirizados e pagamento de contas de luz e de água.

Em todo o Brasil, os institutos federais perderam R$ 208 milhões, e as universidades sofreram contingenciamento de R$ 244 milhões, conforme informaram o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e a Andifes.

Continuar lendo

Destaque 4

Governo do Acre publica calendário de pagamento do IPVA em 2023; veja o calendário

Publicado

em

A Secretaria Estadual de Fazenda do Acre (SEFAZ) publicou no Diário Oficial desta terça-feira, 6, a portaria que estabelece o valor da base de cálculo, as datas e condições de pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) do ano que vem.

O pagamento do imposto em cota única, até o vencimento, terá redução de 10% (dez por cento). Em caso de parcelamento, o valor de cada parcela obedecerá aos seguintes critérios: 1ª parcela correspondente a 33,34% (trinta e três inteiros e trinta e quatro centésimos por cento) do valor do imposto; 2ª e 3ª parcelas correspondentes a 33,33% (trinta e três inteiros e trinta e três centésimos por cento) do valor do imposto, respectivamente. A parcela não poderá ser inferior a R$ 50,00 (cinquenta reais).

Em caso de transmissão da propriedade do veículo, o pagamento do IPVA deverá ser efetuado em cota única antes de sua transferência ao novo proprietário, considerando-se vencidas, nesta data, as cotas não liquidadas.

Para o pagamento do imposto, o proprietário deverá emitir o Documento de Arrecadação Estadual – DAE através do site www.detran.ac.gov.br ou retirá-lo no Posto Fiscal do IPVA, localizado nas dependências do Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN-AC ou nas Unidades Regionais da SEFAZ de seu município.

Confira abaixo o calendário de pagamento do IPVA 2023:

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.