Conecte-se agora

‘Tudo o que excede R$ 2 não é nossa responsabilidade’, diz Petrobras sobre alta da gasolina

Publicado

em

A Petrobras informou nesta segunda-feira (27) que é responsável por apenas R$ 2 na composição de preços da gasolina. Em coletiva organizada às pressas, após o presidente Jair Bolsonaro comentar mais cedo sobre o preço do combustível, a estatal enfatizou, por meio de um vídeo, que “tudo o que excede R$ 2 não é responsabilidade da Petrobras”.

“Temos presença e acompanhamento em diversos órgãos. Isso nos dá um conforto para saber que a Petrobras tem uma governança muito robusta”, disse Joaquim Silva e Luna, presidente da estatal.

Na coletiva, Silva e Luna afirmou que a Petrobras é responsável pela produção e refino do combustível. Depois disso, “ela não se manifesta mais”. Na avaliação dele, a estatal é forte e competitiva e contribui ao país com o pagamento de tributos e dividendos.

“Entendemos que isso [aumento de preços] está com o governo, Ministério de Minas e Energia, [Ministério da] Economia e com a Casa Civil”, reforçou.

Na apresentação, o presidente da estatal exemplificou a composição de preços para a gasolina a R$ 6,10 por litro: R$ 2 por litro vão para a Petrobras, R$ 1,03 por litro vão para custo da mistura do etanol anidro, R$ 0,66 por litro à distribuição e revenda, R$ 0,69 por litro para tributos federais e R$ 1,67 para impostos estaduais.

Questionado sobre a variação no valor dos combustíveis, Silva e Luna afirmou que segue monitorando o valor do petróleo Brent e disse que essa questão é mais geopolítica do que de mercado.

“Não há nenhuma mudança na política de preços da Petrobras. Continuamos trabalhando da mesma forma como sempre trabalhamos”, garantiu.

De acordo com Claudio Mastella, diretor de comercialização e logística da estatal, no entanto, o mercado internacional vive uma alta procura por combustíveis, enquanto a oferta está reduzida. Ele afirmou também que a estatal segue observando o mercado para um eventual reajuste.

“Temos tomado muito cuidado para não repassar essa volatilidade para o mercado interno. Temos a perspectiva para o aumento na demanda e, em função disso, estamos olhando com mais cuidado para a possibilidade de reajuste, sim”, disse.

Sobre o aumento do GLP, Silva e Luna fez uma simulação com um botijão de 13kg a R$ 98,30 e detalhou: R$ 46,90 vão a Petrobras, R$ 36,80 para envase, distribuição e revenda e R$ 14,60 para impostos estaduais.

Cotidiano

Gefron apreende 10 kg de cocaína em residência no município de Epitaciolândia

Publicado

em

Após a prisão de um dos envolvidos no sequestro e roubo da caminhonete do motorista da deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB), identificado por Sidomar que estava na companhia da sua esposa Joelma, foi apreendido cerca de 10 kg de cocaína no bairro José Hassem, em Epitaciolândia, interior do Acre, na noite de sexta-feira, 22.

De acordo com informações repassadas ao ac24horas, a ação que culminou com a apreensão do entorpecente ocorreu pelo Grupo Especial de Fronteira (Gefron), Polícia Militar e Polícia Federal.

O delegado Remulo Diniz, declarou que a droga foi encontrada na residência de um homem de 25 anos, cuja identidade não foi revelada. Diniz destacou que o entorpecente seria encaminhado a cidade de Rio Branco. Após a apreensão, o indivíduo foi preso em flagrante.

Continuar lendo

Cotidiano

Mega-Sena deve pagar neste sábado prêmio acumulado de R$ 26,5 milhões

Publicado

em

O concurso 2.422 da Mega-Sena, que será sorteado hoje (23) à noite em São Paulo, deve pagar o prêmio de R$ 26,5 milhões a quem acertar as seis dezenas. O sorteio será às 20h no Espaço Loterias Caixa, do Terminal Rodoviário do Tietê.

Ninguém acertou o último concurso (2.421), realizado na última quinta-feira. As dezenas sorteadas foram: 02 – 03 – 32 – 35 – 48 – 57.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet. O volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

Continuar lendo

Cotidiano

Sesc promove de 25 a 29 de outubro oficina de roteiro para audiovisual no Acre

Publicado

em

Com foco na produção audiovisual, o Sesc no Acre realizará de 25 a 29 de outubro as oficinas “Roteiro e Práticas de Escrita”, com mediação de Sérgio de Carvalho; e “Eixo Afrobrasilidades”, com o instrutor Teddy Falcão. As inscrições podem ser feitas até 24 de outubro, pelo e-mail [email protected] Podem se inscrever pessoas acima de 16 anos, de forma gratuita.

A oficina se divide em dois momentos: no primeiro, que será introdutório, vai-se apresentar os conceitos básicos da elaboração de roteiros para ficção, curtas-metragens, sinopses para séries documentais e documentários. Do storyline até o primeiro tratamento. Criação de perfil de personagens, o argumento de documentário, a escaleta da ficção.

No segundo momento, vai-se introduzir a teoria de Joseph Campbell, reconhecidamente, um dos maiores estudiosos e mais profundos intérpretes da mitologia universal.

Continuar lendo

Cotidiano

Chegada de novo querosene para aviação civil deve reduzir custo de passagens aéreas

Publicado

em

O setor aéreo brasileiro poderá utilizar o querosene de aviação JET-A, já comercializado no mercado internacional. Atualmente, apenas o tipo JET-A1 era utilizado em território nacional. A expectativa é de que a introdução do combustível permita a redução no custo das companhias aéreas no país e, consequentemente, a queda no preço das passagens, contribuindo para o desenvolvimento do turismo interno. A medida foi aprovada nesta quinta-feira (21.10) em reunião colegiada da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, comemorou a ampliação da oferta de querosenes de aviação no país. “Esta é uma vitória histórica para o nosso setor, pela qual luto há três anos, e graças ao compromisso deste governo em reduzir custos e estimular a atividade hoje a ANT transformou essa luta em realidade. Essa medida reduz o chamado Custo Brasil e beneficia as companhias aéreas, mas, principalmente, favorece o consumidor turista por meio da diminuição dos custos das passagens, que é esperada a partir de agora. Hoje, o preço da passagem é o pior problema do turismo no Brasil e corresponde a 32% do custo da passagem”, aponta.

Ainda segundo Machado Neto, agora, o Brasil se alinha a práticas já adotadas no mercado internacional. “O mundo inteiro já voa com o combustível JET-A, que é o querosene de aviação normal. Aqui no Brasil, não, usávamos o JET-A1, que é o combustível usado para voo transpolar a baixíssimas temperaturas como na Antártida, por exemplo. Na prática, se o avião sair do Canadá para Palmas com JET-A, para percorrer qualquer trecho no Brasil, precisava trocar para o JET-A1. Isso representava no final do ano milhões de dólares para as companhias aéreas”, afirma.

A resolução da ANP prevê a coexistência dos dois combustíveis (JET-A e JET-A1), estimulando a competição entre os querosenes, que podem ser importados ou produzidos nas refinarias do país. Serão introduzidos ainda dois novos querosenes de aviação alternativos, que poderão ser utilizados em misturas com querosenes fósseis, ampliando a relação de bioquerosenes e outros alternativos já regulamentados pela ANP.

O querosene de aviação (QVA ou JET) é usado preferencialmente em aeronaves de grande porte, enquanto a gasolina de aviação é usada nas de pequeno porte.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas