Conecte-se agora

Soja avança 106% em dois anos e Tarauacá vira celeiro agrícola

Publicado

em

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta terceira semana do mês de setembro os resultados da pesquisa Produção Agrícola Municipal (PAM) 2020, apresentando os principais produtos da agricultura estadual, enfatizando os detalhes a nível municipal. O levantamento trouxe algumas surpresas, como o impressionante avanço da soja em apenas dois anos e o status de Tarauacá como celeiro agrícola do Acre, contrariando o senso comum que aponta o Vale do Rio Acre como grande produtor de alimentos do Estado.

A pesquisa é uma das principais fontes de estatísticas municipais, levantando informações sobre área plantada, área destinada à colheita, área colhida, quantidade produzida, rendimento médio obtido e valor da produção das culturas temporárias e permanentes. Em 2020, o valor da produção das principais culturas do Acre atingiu R$ 432,3 milhões, um crescimento de 2,0% em relação ao ano anterior, de R$ 424,3 milhões.

Os 10 principais produtos agrícolas, em 2020, apresentaram crescimento no valor de produção, na comparação com o ano anterior, com exceção da mandioca e feijão.

Entre as culturas agrícolas que mais contribuiu para maior valor de produção, destaque para a mandioca, que alcançou a marca de 586, toneladas, gerando R$ 210,5 milhões em valor bruto, o que representou um decréscimo de 4,9% frente à safra anterior, no volume produzido. A produção de banana, que obteve incremento de 0,7% na produção, atingindo 88,7 mil toneladas, que geraram um valor bruto de R$ 65,1 milhões, número 8,0% superior ao registrado no ano anterior. A produção de milho, registrou aumento frente a safra anterior, com crescimento de valor da produção na ordem de 8,0% no ano, apresentando R$ 59,3 milhões.

A produção de soja apresentou excepcionais 106% de crescimento de produção entre 2019 e 2020 e com valor de produção de R$14,4 milhões. Outras culturas que evoluíram positivamente foram as culturas do café e maracujá com respectivamente R$ 9,9 milhões e R$ 3,2 milhões.

“Modéstia a parte a banana de Tarauacá é muito boa. Estamos levando 25 toneladas em média por mês para Porto Velho. Acrelândia tem dificuldade nesta época e grande parte do pessoal que compra na Ceasa de Rio Branco vem para Tarauacá”, disse ao ac24horas Narcelio Silva, secretário de Agricultura de Tarauacá, município que saiu de 9,11% para 9,34% sua participação na produção agrícola do Acre entre 2019 e 2020.

A produção de farinha é grande e agrega valor. No Tauari e Taquari, na região próxima do Rio Liberdade, há zonas de alta produtividade. A prefeita quer resgatar a produção do abacaxi, consolidando Tarauacá como terra desse fruto. “Estamos trabalhando para produzir frutos com peso como antes, de 13 ou mais quilos”, completou, anunciando a implantação do Complexo de Produção de Tarauacá, uma novidade que será lançada na Feira do Abacaxi, em outubro.

Com recursos obtidos pelo marido da prefeita, o deputado federal Jesus Sérgio, o município pretende produzir 150 mil mudas de café e expandir a produção na região.

Destaque 7

Aeródromos de Porto Walter e Marechal Thaumaturgo serão reinaugurado na segunda-feira

Publicado

em

O governador Gladson Cameli, que chega à Cruzeiro do Sul neste sábado, 23, vai reinaugurar na próxima segunda-feira, 25, os aeródromo de Porto Walter e Marechal Thaumaturgo, onde foram  investidos mais de R$ 6,2 milhões.

Às 10 horas,  Cameli entrega o aeródromo de  Marechal Thaumaturgo. No local, foram investidos cerca de R$ 2.270.764,85 em serviços de revestimento asfáltico da pista e  sinalização horizontal. Com a revitalização do aeródromo, as atividades de pousos e decolagens durante o dia e passam a beneficiar cerca de 20 mil pessoas.

Já às 15 horas, o governador inaugura o aeródromo de Porto Walter, onde o investimento foi de R$ 4.036.961,58 em serviços de melhoria  da pista com aplicação de microrevestimento asfáltico, adequação da cerca e sinalização horizontal.

A Agência Nacional de Aviação Civil – Anac já liberou o uso do aeródromo de Porto Walter, inclusive para voos comerciais de passageiros, o que estava impedido desde 2019 devido às más condições do local. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União, nº 6060, do dia 5 de outubro deste ano.

Por anos,  a pista de pouso não recebia manutenção estruturante e vinha tendo apenas serviços de tapa-buracos. O governo Gladson apresentou um plano de recuperação para a pista e foram realizadas as correções necessárias para a volta das operações diurnas.

As obras foram feitas pelo  governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre – Deracre.

A agenda do governador no Vale do Juruá inclui ainda a inauguração da usina fotovoltaica da Vila Restauração, em Marechal Thaumaturgo.

Continuar lendo

Destaque 7

Imagem mostra jabutis acasalando no Parque Chico Mendes

Publicado

em

Foto: Altino Machado/Reprodução

Imagens registradas pelo jornalista, Altino Machado, compartilhadas em suas redes sociais na manhã desta sexta-feira, 22, mostram um casal de jabuti acasalando no Parque Chico Mendes, em Rio Branco. O fato ocorreu na tarde desta quinta-feira (21)..

O Parque Chico Mendes, voltou às atividades e está de portões abertos desde o dia 7 de setembro. A entrada é gratuita, sendo cobrado apenas R$ 5,00 para estacionamento de automóveis.

As atividades foram retomadas no local depois de dois anos fechado para reformas, porém, três espaços do parque continuam isolados porque as obras ainda não foram concluídas.

Entre os espaços que não estão disponíveis um é o mirante que não foi recuperado, o centro de memória de Chico Mendes e o espaço de gastronomia que estava sendo construído.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente do município, Normando Sales, as empresas que venceram a licitação não conseguiram concluir a obra por falta de recursos.

Com colaboração de Altino Machado.

 

Continuar lendo

Destaque 7

Comércio vê chance de mais emprego com redução da tarifa de ônibus em Rio Branco

Publicado

em

O diretor da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Acre (Fecomércio) e presidente do Sindicato do Comércio de Peças e Acessórios de Veículos do Estado do Acre (Sincopeças), Valdemir Alves Nascimento, avaliou nesta quarta-feira (20) o decreto que permite a redução da tarifa de ônibus de R$ 4,00 para R$ 3,50 assinado na última segunda-feira (18) pelo prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom.

Segundo Nascimento, a diminuição das passagens sempre foi uma pauta da Fecomércio.

Bocalom informa que a redução da tarifa ocorreu devido a uma lei elaborada pelo executivo e que prevê o repasse de R$2,4 milhões às empresas de ônibus para subsidiar integralmente as gratuidades previstas em lei.

De seu lado, Valdemir Nascimento reforçou que este é o resultado de uma grande luta, realizada também pela Fecomércio, e que a medida deve gerar benefícios tanto para a sociedade quanto para o empresariado local.

“Com certeza, haverá a chance de gerar mais empregos, não imediatamente, mas é um processo que já começou uma discussão voltada a um interesse social. A desoneração do passe de ônibus sempre foi uma bandeira para nossa entidade e, agora, estamos colhendo esses benefícios”, avaliou.

Continuar lendo

Destaque 7

Acre teve 158 mortes violentas entre janeiro e setembro de 2021

Publicado

em

Um levantamento realizado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado do Acre (Sejusp) revelou nesta semana que foram registrados, em todo o estado, 158 mortes violentas entre os meses de janeiro e setembro deste ano.

No entanto, os números destacam que em setembro houve uma redução nesses índices, ou seja, o número de casos foi 55% menor do que o registrado em agosto. Somente em setembro, houve 8 mortes violentas, sendo 7 vítimas de homicídio doloso e uma de feminicídio.

O secretário de segurança pública, coronel Paulo César, declarou em entrevista na Rede Amazônica que os números de mortes vêm apresentando uma redução significativa desde o início da gestão, porém, as maiores reduções começaram a partir do segundo semestre de 2020. “Essa redução a gente atribui a três fatores, dentre eles, o fortalecimento do sistema penitenciário, a integração dos serviços de inteligência”, ressaltou.

De acordo com o levantamento, em janeiro ocorreram 17 mortes, fevereiro 18, março 28, abril 19, maio 18, junho 20, julho 12 e em agosto houve 18 óbitos.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas