Conecte-se agora

Vereadores de Cruzeiro do Sul receberão R$ 15 mil em diárias para fazerem curso em Brasília

Publicado

em

A Câmara Municipal de Cruzeiro do Sul (CMCZ) pagará cerca de R$ 15 mil em diárias para os vereadores Franciney Freitas (Progressistas), presidente da Mesa Diretora, Cristiano Rodrigues, 2º secretário (MDB) e Leandro Candido (Progressistas), para participarem de um curso de capacitação em Brasília (DF). O evento começa em 28 de setembro, dia do aniversário de Cruzeiro do Sul e encerra até 1° de outubro.

A Resolução publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) não especifica o valor de cada diária, mas o ac24horas apurou que cada parlamentar ganhará 5 diárias com valor superior a R$ 900, somando cerca de R$ 5 mil para cada um.

O curso em questão será sobre o Orçamento Público Municipal na prática e discussão do Plano Plurianual pelo Legislativo, que também é ofertado via online pelo Instituto Plenum Brasil, mas os parlamentares farão de forma presencial, viajando um dia antes do começo do evento.

O presidente da Câmara, Franciney Freitas não respondeu às mensagens para falar sobre o assunto. O vereador Cristiano Rodrigues, 2° secretário da Mesa Diretora diz que para ele, será uma grande oportunidade de adquirir conhecimento.

“Para mim, que sou vereador de primeiro mandato é muito importante obter o máximo de conhecimento que eu puder nesta área do orçamento público”, salientou. 

O salário dos vereadores de Cruzeiro do Sul é de mais de R$ 10 mil. Eles realizam duas sessões por semana, às terças e quintas feiras, no período noturno.

Como a Câmara Municipal não se adaptou para realizar sessões online, no ano passado, por causa da pandemia de Covid 19, os vereadores ficaram mais de 3 meses sem realizar sessões de nenhum tipo.

Com a ida ao DF, não participarão  de eventos do governo e Aleac

Como estarão fora no dia do aniversário de Cruzeiro do Sul, os vereadores não vão participar das inaugurações marcadas pelo governador Gladson Cameli nem da programação que a Assembleia legislativa do Acre- ALEAC, vai desenvolver no município.

No dia 30 de setembro será realizada uma Sessão Solene em homenagem à Contribuição da Igreja Católica no Vale do Juruá. A solenidade acontecerá no Teatro dos Náuas às 10h.

Já no sábado, 2,  a ALEAC realizará uma  Audiência Pública para tratar da  “Interligação Cruzeiro do Sul/Pucallpa”, também às 10 horas da manhã no Teatro. A Escola do Legislativo Acreano realizará nos dias 30, 01 e 02 no mesmo local  Workshops sobre Processos Legislativos.

Mais Informações

Na rede

Prefeitura de Rodrigues Alves e Funasa dão continuidade ao Programa SALTA-Z

Publicado

em

Rodrigues Alves vai ganhar mais uma unidade do SALTA-Z Solução Alternativa Coletiva Simplificada de Tratamento de Água. Será a 10° no município.

O SALTA – Z é um programa do âmbito dos serviços de saúde ambiental mantido pelo Governo Federal , por meio da FUNASA, voltado à produção, tratamento e distribuição de água potável a baixo custo para comunidades ribeirinhas e rurais que contam com a assistência da EMATER.

Nesta terça-feira, 30, o prefeito de Rodrigues Alves, Jailson Amorim e equipe da Funasa trataram da instalação da unidade cuja localização ficará a critério da administração municipal. Também definiram a logísticas do monitoramento das 9 unidades em funcionamento.

Continuar lendo

Na rede

Mulheres de presos voltam a fechar ponte exigindo visitas em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

No final da tarde desta terça feira, 30, esposas de detentos do Complexo Penitenciário Manoel Neri, em Cruzeiro do Sul, fecharam novamente a Ponte da União, na saída do município, pela BR-364. Elas já haviam fechado a travessia na última sexta-feira, 26. O protesto é contra a falta de visitas aos detentos durante dois finais de semana consecutivos.

As visitas foram suspensas porque os Policiais Penais adotaram a Operação Padrão, com o não  cumprimento do Banco de Horas. Os agentes querem equiparação de salários com as outras forças de Segurança e mudança do contrato de nível médio para superior dos  profissionais entre outras coisas.

O governo do Estado  emitiu uma Nota informando sobre a retirada de pauta do Projeto de Lei  que dispõe sobre a criação do Cargo de Policial Penal- PP, e em protesto eles  acamparam  em frente a Assembleia Legislativa na manhã desta terça-feira.

De acordo com Éden Azevedo, presidente da Associação dos Servidores do Sistema Penitenciário do Acre – Asspen, o objetivo é pressionar o governo e Aleac para a solução do impasse da criação da Carreira deles.  “A classe decidiu pela deliberação dessa paralização”, declarou.

Os policiais estão em paralisação desde a última semana e, com a redução de efetivo nos presídios, as visitas nos presídios do interior estão todas  suspensas.

Em Cruzeiro do Sul, nessa segunda-feira, os  servidores ocupantes de cargos de confiança, coordenadores de segurança e administrativos, chefes de equipe masculino e feminino, entregaram os cargos que ocupavam no presídio de Cruzeiro do Sul. Já os diretores não deixaram as funções.

O anúncio foi feito por meio de Nota em que  informam  a entrega dos cargos. “Estamos entregando os cargos em razão da  não aceitação convicta e clara da forma com que o Governador do Estado Gladson Cameli, bem como a pessoa do Diretor Presidente Arlenilson Cunha vêm se portando, de forma contrária as nossas reivindicações, tentando de todas as formas fazer cessar o movimento. Movimento este que se dá de forma pacifica e ordeira, e principalmente  dentro da lei”.

Em Cruzeiro do Sul, há 700 presos e 150 Policiais Penais. Também já houve fechamento de pontes em Rio Branco, Sena Madureira e Feijó, por parte das mulheres dos presos.

Continuar lendo

Na rede

Cargos de chefia no presídio de Cruzeiro do Sul também pedem exoneração

Publicado

em

Servidores ocupantes de cargos de confiança, coordenadores de segurança e administrativos, chefes de equipe masculino e feminino, entregaram nesta segunda-feira, 29, os cargos que ocupavam no Complexo Penitenciário Manoel Neri, em Cruzeiro do Sul. Só os diretores não deixaram as funções.

O motivo da debandada é a não aprovação da lei que cria o cargo de Policial Penal. Servidores do presídio em Sena Madureira também fizeram o mesmo. Eles querem  ganhar igual aos Policiais Civis e Militares e administrar os presídios.

O anúncio foi feito por meio de nota em que o informam  a entrega dos cargos. “Estamos entregando os cargos em razão da  não aceitação convicta e clara da forma com que o governador do Estado Gladson Cameli, bem como a pessoa do Diretor Presidente Arlenilson Cunha vêm se portando, de forma contrária as nossas reivindicações, tentando de todas as formas fazer cessar o movimento. Movimento este que se dá de forma pacifica e ordeira, e principalmente dentro da lei”.

Eles, que fazem a Operação Padrão, com o não cumprimento do Banco de Horas, diminuindo o efetivo nos presídios, ressaltam que não  estão procurando atrapalhar o  andamento  dos serviços nas unidades prisionais. E elencam as reivindicações.

“Estamos somente buscando trabalhar dentro das normas legais que o serviço policial exige.

E que nossas reinvindicações são legais, justas e merecidas e que beneficiará a todos. Nossas reinvindicações são: Equiparação salarial entre os agentes policiais penais e agentes policiais civis; Nível Superior; Absorção das gratificações ao vencimento básico; e Administração das Unidades Prisionais.

Em Cruzeiro do Sul neste final de semana não houve visitas para os presos. No município há 700 presos e 150 Policiais Penais.

Continuar lendo

Na rede

Sem visitas, presídio de Cruzeiro do Sul não registra tentativa de fuga

Publicado

em

No Complexo Penitenciário Manoel Neri, em Cruzeiro do Sul, não houve visitas de familiares aos 700 presos nesse final de semana. Também não houve tentativa de fuga na unidade.

No início da noite da última sexta-feira, 26, familiares dos presos, a maioria mulheres e até crianças, fecharam a Ponte da União, na saída de Cruzeiro do Sul, que só foi liberada às 19h30, após manifesto contra a falta de visitas. Na  sexta-feira, em Rio Branco, a direção do Instituto de Administração Penitenciária – IAPEN, liberou as visitas, o que não ocorreu nos demais presídios do Acre.

Nesta segunda-feira, 29, até o final da manhã, não houve manifestação de familiares.

Em Cruzeiro do Sul, há 150 Policiais Penais. No Complexo Penitenciário Manoel Neri os plantões contam com efetivo de 15 a 18 PP que cuidam dos 700 presos divididos nos 8 blocos da unidade prisional.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas