Conecte-se agora

Acre teve diminuição de queimadas e da poluição do ar

Publicado

em

As chuvas que caíram em vários pontos do Acre na semana passada refletiram de maneira positiva nos dados apresentados pelo Instituto de Pesquisas Espaciais (INPE) quanto aos focos de queimadas e pela Rede de Monitoramento da Qualidade do Ar do Acre com relação aos níveis de poluição atmosférica.

Nas últimas 48 horas, de acordo com as imagens do satélite de referência AQUA Tarde, o estado registrou apenas 71 focos de queimadas, saindo da primeira posição entre todas as unidades da federação quando avaliados os dados referentes ao mês de setembro, que ocupou durante vários dias da semana que passou.

Apesar da redução, o Acre ainda permanece entre os três estados com os maiores números de queimadas neste mês, atrás de Minas Gerais e Piauí. Os municípios de Feijó, Tarauacá, Sena Madureira e Rio Branco permanecem entre os 10 primeiros colocados no ranking das queimadas no mês de setembro.

Qualidade do ar

Outro dado positivo é o da Rede de Monitoramento da Qualidade do Ar do Acre, coordenada pelo Ministério Público Estadual (MPAC) com a parceria da Universidade Federal do Acre (UFAC) e outros órgãos. O sistema tem sensores funcionando na maioria dos municípios acreanos.

Neste domingo (12), por volta das 10 horas da noite, 11 municípios registravam média para um dia dentro da escala de 0 a 12 µg/m³ (microgramas por metro cúbico) de material particulado fino (PM2.5 µg/m³), faixa que indica que a qualidade do ar é considerada satisfatória e a poluição não apresenta risco à população.

O município com o nível mais alto de poluição do ar na noite deste domingo era Acrelândia, com taxa de 21 µg/m³, faixa em que a qualidade do ar é aceitável, mas se expostos por 24 horas ou mais, pode haver um problema de saúde moderado para um número muito pequeno de pessoas.

Acre

Acre não registra casos e óbitos em decorrência da Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), não registrou novos casos de infecção por coronavírus neste domingo, 26. O número de infectados permanece em 87.938.

Além de não ter novos casos da doença, o boletim aponta que não houve nenhuma notificação de óbito foi registrada neste domingo, 26, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 permaneça em 1.836 em todo o estado.

Dados do boletim apontam que até o momento, o Acre registra 248.118 notificações de contaminação pela doença, sendo que 160.151 casos foram descartados e 25 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux.

Pelo menos 85.917 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 14 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

Continuar lendo

Acre

Populares encontram corpo de jovem boiando em igarapé

Publicado

em

O corpo de Alessandro Lopes de Sousa, 24 anos, foi encontrado neste domingo, 26, boiando nas águas do igarapé Cariano, no município de Sena Madureira, no interior do Acre.

Segundo informações repassadas pela polícia militar, Alessandro estava em uma motocicleta no igarapé. De acordo com o site Yaconews, a suspeita inicial é que a vítima tenha sofrido um acidente e, em decorrência do impacto, acabou se desequilibrando e caiu.

Populares avistaram o corpo e acionaram a Polícia Militar que chamou o Instituto Médico Legal (IML) que fez a remoção do corpo para que fosse tomado os devidos procedimentos cadavéricos.

Continuar lendo

Acre

Marina Silva declara apoio a Freixo para governo do Rio de Janeiro

Publicado

em

Por

(Foto: Wenderson Araujo | Cleia Viana

A ex-senadora Marina Silva declarou seu apoio a Marcelo Freixo (PSB-RJ), pré-candidato ao governo do Rio na eleição do ano que vem. Junto com a ex-ministra do Meio Ambiente, a candidatura do deputado federal passa também a ser endossada pela Rede. Segundo Marina, a aliança faz parte de um processo de diálogo com o PSB e outros partidos em busca de propostas mais sustentáveis para o estado.

“Manifestar apoio à pré-candidatura de Marcelo Freixo no Rio de Janeiro é iniciar um processo de diálogo com o PSB e outros partidos para a articulação e formulação de um programa com propostas para melhorar o estado do Rio de Janeiro e resgatar a capacidade das pessoas em sonhar com uma sociedade mais justa, próspera, democrática, diversa e sustentável”, afirma.

Com o apoio de Marina, a Rede e setores do PV vão assumir o programa de meio ambiente e desenvolvimento para a pré-candidatura de Freixo. Segundo o deputado, o objetivo é criar um modelo de desenvolvimento para o estado que possa atrair investimentos internacionais.

“Isso não é só uma pasta do meio ambiente, isso é um modelo de desenvolvimento que pense em emprego e que pense em renda a partir de um lugar melhor para se viver. Já me reuni com alguns setores responsáveis de reflorestamento que acham que o Rio de Janeiro pode ser pioneiro e parceiro de países como Noruega e Alemanha. Isso pode ser um ativo financeiro para o Rio”, explica Freixo.

Com o endosso de Marina Silva, o deputado passa a ter a seu lado nomes como o de Heloísa Helena, presidente nacional da Rede, Eduardo Bandeira de Mello, que foi presidente do Flamengo e ex-candidato à prefeitura do Rio em 2020, e Andrea Gouvêa Vieira, ex-vereadora na cidade.

Fonte: Extra

Continuar lendo

Acre

Secretário descarta incêndio criminoso em mata na Embrapa

Publicado

em

O secretário de meio ambiente de Rio Branco, Normando Sales, declarou ao ac24horas na manhã deste domingo, 26, que as equipes da prefeitura e do Corpo de Bombeiros seguem realizando o trabalho de contenção do incêndio que atingiu uma extensa área de mata que fica dentro da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), localizada às margens da BR-364, Km 14, na capital.

O secretário ressaltou que no local está sendo feito uma inspeção para se chegar às causas que deram início ao fogo, porém, a princípio, está praticamente descartado a possibilidade de o incêndio ter sido criminoso.

“As máquinas estão no local, uma da prefeitura e outra do Departamento de Estradas e Rodagens do Acre (Deracre) para fazer a raspagem na área ao entorno do local onde fica as pesquisas. Se atinge a área, o prejuízo era inestimável”, explicou

“O incêndio foi ocasionado pelo fogo que veio de uma área de fora. Antes de escurecer esperamos fazer a contenção do fogo”, detalhou.

Ao todo a Embrapa tem uma arre de 900 hectares de terra, as chamas já consumiram mais de 10 hectares.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas