Conecte-se agora

Esquerda quer Jorge disputando o governo e Jenilson o Senado

Publicado

em

O rescaldo da pesquisa Real Time Big Data, da TV Gazeta, movimentou os bastidores dos partidos de esquerda em vias de formar um bloco para as eleições de 2022. O PT, PSB, PCdoB e PSOL já discutem a formação de uma aliança majoritária. A ideia inicial é a de que o deputado Jenilson Leite (PSB) dispute o governo e Jorge Viana ou Sanderson Moura o Senado.

Porém, a escalação pode ser mudada. De acordo com um dos principais articuladores do movimento, a pesquisa demonstra que o governador Gladson Cameli é o favorito, podendo levar no 1º turno contra o senador Petecão (PSD).

“Jorge Viana lidera para o Senado, mas diante do quadro só ele seria capaz de empurrar a disputa para o 2º turno”. A questão é que, “o risco que corre o pau, corre o machado”. Gladson pode derrotar Jorge Viana também.

Para o PC do B, o ex-governador deveria disputar o governo e não o Senado. As contradições internas e rachas no grupo que ganhou a eleição em 2018 podem trazer à esquerda de volta ao Palácio Rio Branco. A saída do bloco governista do vice major Rocha, da deputada Mara, do senador Petecão e de parte do MDB enfraqueceria Gladson. Porém, as pesquisas não traduzem isso. Gladson é o favorito.

“O Bolsonaro vai entregar um país quebrado e um PT fortalecido”. (João Amoedo, presidenciável, durante entrevista a UOL)

Gladson abra do olho…

Nas eleições de 2014 muitos candidatos, entre eles secretários de estado na ocasião, trataram de cuidar de suas próprias candidaturas, deixando os candidatos majoritários (Tião Viana e Perpétua Almeida) em segundo plano. Por muito pouco Tião Bocalom não venceu a eleição. O governador Gladson precisa prestar atenção em quem está fazendo de suas secretarias e cargos trampolins eleitorais para seus projetos particulares.

O maior erro

Jorge Viana comentou e não pediu segredo. Na sua avaliação o maior erro político que o governador Gladson Cameli comete é repartir o governo entre deputados estaduais, federais e senadores. Na campanha é cada um por si e Deus por todos.

Invenção de moda

O conselho político do governador Gladson Cameli (PP) está exigindo do presidente da Aleac, deputado Nicolau Júnior (PP) uma sala especial na Assembleia para que possam se reunir e discutir as estratégias políticas do governo. Era só o que faltava! Deputados, assessores e servidores já não têm espaço adequado. Em que buraco vão socar o conselho político do governo?

Flordelis, crime e castigo

A pastora e deputada federal Flordelis foi cassada pela Câmara Federal por mais de 430 votos. Nunca havia acontecido. Muitos parlamentares tinham pressa em tirá-la do parlamento. O efeito colateral da mulher adúltera, arrastada e jogada aos pés de Jesus, foi trazer à luz o pecado de todos. Ela agora pagará pelo crime que, segundo as investigações, cometeu contra o marido. Ao que parece, o pastor Anderson não era boa bisca, mas tirar-lhe a vida de forma tão sórdida, foi o maior erro de sua vida. Não há crime sem castigo.

Formigueiros na alagação

A Câmara dos deputados, em Brasília, mais parece um formigueiro quando chega uma alagação. As formigas correm de um lado para o outro tentando se salvar em pedaços de madeira arrastados pela correnteza. Alagação nesse caso é a eleição que se aproxima. A correria é para salvar os mandatos. Renova Brasil!

A volta dos que não foram…

Quem pensava que os nanicos já estavam mortos, sepultados e de ossos brancos se enganou. A Câmara Federal em uma manobra casuística detonou o Distritão empurrando a volta das coligações proporcionais em votação de 1º turno. Precisará da 2ª votação e de mais duas no Senado. Se aprovado, será a volta dos partidos de aluguel e do balcão de negócios que originou os mensalões e a finada Operação Lava Jato.

. Não se governa com o mesmo espírito zombeteiro em que se ganha uma eleição; na hora do pega prá capar a competência é colocada a prova.

. Entendeu, Macunaíma?!

. Petista comentou ontem, “como é que pode no momento em que Lula e Jorge Viana começaram a aparecer bem nas pesquisas, os prefeitos do PT querem mudar de galho”.

. Tem que fazer como papagaio:

. Só solta o pé quando o bico estiver preso em outro galho, é mais seguro; às vezes o galho também quebra.

. Dirigentes de partidos nanicos que estavam nos ostracismo político começaram a retirar as listas da gaveta.

. Que listas?

. As listas, ora bolas!

. Dinheiro, os deputados federais e senadores terão no balde; o meu, o seu e o nosso.

. Aqui não é o Egito, mas eleição é época de vacas gordas.

. O senador Petecão tinha razão: era a vez do velho Boca!

. Bom dia!

Coluna do Astério

Mulher, preta, pobre, analfabeta e assassina…

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Por que Lula tem chances de virar presidente novamente?

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Angelim e Marcus, na marca do pênalti

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Justiça do faz de conta!

Publicado

em

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas