Conecte-se agora

Trabalhador morre em derrubada de roçado em seringal de Xapuri

Publicado

em

O produtor rural Valdir Silva da Costa Araújo, de 38 anos, é mais uma vítima de acidente de trabalho em derrubadas no Acre. O fato ocorreu em Xapuri, na tarde desta terça-feira, 10, no seringal São João do Iracema, no Rio Acre.

O corpo foi resgatado do local por volta das 11 horas da noite e foi levado para o necrotério do hospital Epaminondas Jácome, de onde foi levado para Rio Branco por volta das 10 horas da manhã desta quarta-feira, 11, pelo Instituto Médico Legal (IML).

Uma mulher que afirma ser próxima à família do trabalhador enviou mensagem à redação do jornal ac24horas alegando que houve descaso com o corpo da vítima, que teria ficado “jogado” no corredor do hospital e “cheio de bichos”.

A denunciante também reclamou da demora para o resgate do corpo, que chegou a Xapuri durante a madrugada desta quarta-feira, e para a chegada da viatura do IML para levar o cadáver a Rio Branco para a realização dos exames de costume

A direção do hospital negou que o corpo tenha ficado jogado no corredor. De acordo com o diretor-geral, Josimar dos Santos, vítimas com óbito já confirmado não entram no hospital, mas seguem diretamente para o necrotério, que tem passagem externa.

Josimar dos Santos também que o corpo estivesse coberto de bichos. Segundo ele, toda a assistência possível foi dada à família, incluindo o contato com a assistência social para o providenciamento dos serviços funerários.

Quanto a demora para o resgate do corpo, a Polícia Civil argumentou que o local é distante e de difícil acesso. O transporte do corpo até Xapuri foi feito por socorristas do Corpo de Bombeiros de Xapuri com a utilização de um quadriciclo.

O 8º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Xapuri atendeu ao pedido da Polícia Civil, que estava com suas equipes envolvidas em outra ocorrência, para o resgate do corpo. Comumente, os bombeiros apenas fazem o serviço de apoio à polícia, nesses casos.

A respeito da demora do IML, esse já um caso recorrente na regional do Alto Acre, que abrange os municípios de Xapuri, Epitaciolândia, Brasiléia e Assis Brasil, e que está desprovida de um veículo específico (rabecão) para esse trabalho.

Acre

Gerlen critica Mazinho por não aplicar emendas de sua autoria

Publicado

em

O deputado Gerlen Diniz (Progressistas) retomou nesta terça-feira (17), durante sessão da Assembleia Legislativa, o debate sobre emendas parlamentares, que têm esbarrado na falta de interesse da prefeitura de Sena Madureira em relação aos recursos alocados por ele.

“O dinheiro pode ser perdido em virtude do período eleitoral. Para se ter uma ideia, o então senador Gladson Cameli alocou emenda para rampa no rio Iaco, mas o equipamento quebrou e nada foi feito para recuperá-lo”, disse Gerlen, relatando outros descasos ocorridos em Sena Madureira.

“Recentemente, pegaram uma usina de asfalto, mas lá em Sena não tem uma rua que não esteja esburacada. Entregaram a usina para uma empresa que a levou para bem longe”, relatou.

“O prefeito se julga Imperador de Sena Madureira e decidiu, sem consultar o Poder Legislativo, comprar um terreno de R$ 2 milhões alegando a implantação de moradias populares. Uma mobilização garantiu a anulação do decreto”, disse Gerlen.

“Aquele gestor acumula 39 ações de impobridade administrativa”, disse Gerlen, afirmando que nada tem sido feito quanto às suas cobranças.

Continuar lendo

Acre

Neném Almeida afirma que cenário no Acre é de terra arrasada

Publicado

em

O deputado Neném Almeida (Podemos) disse nesta terça-feira (17) que o Acre vive profundo abandono. No Parque da Maternidade era lotado de gente praticando esportes nos finais de tarde, mas hoje raramente se vê isso”, citou o parlamentar.

“As ciclovias da BR-364 e do Parque do Tucumã ninguém pedala porque é só buraco. Os centros da juventude estão abandonados. Em qualquer Ceja, em qualquer rua da capital é uma tristeza… o pouco que avançamos está indo para o ralo”, lamentou Almeida.

Segundo o deputado, ao percorrer os municípios do interior é que vê que “está tudo se acabando”, disse, criticando pesquisas que informam ser Gladson Cameli melhor que antecessores imediato.

“O que vejo é destruição, estado arrasado, merendas vencidas e eu me pergunto: será que devemos continuar mais quatro anos?”, disse.

Continuar lendo

Acre

Jenilson: “atual gestão perdeu as condições de cuidar do Acre”

Publicado

em

O deputado Jenilson Leite (PSB) disse nesta terça-feira (17) que o governo tem grandes dificuldades de dialogar com os diversos problemas do Acre, tendo em vista os discursos dos deputados na sessão de hoje.

“São falas de preocupação com os rumos que nosso Estado está tomando. Nosso Estado precisa de um novo direcionamento”, afirmou ele como resumo das queixas e críticas estabelecidas pelos colegas deputados. “Cada dia me animo mais e me comprometo mais com nosso Estado e me predisponho mais para enfrentar os problemas”, disse.

Jenilson alertou que a juventude está atravessando um momento muito ruim, com espaços abandonados e escolas fechadas.

Em relação à conta de luz do acreano, os aumentos comprometem cada vez mais o orçamento das famílias. “A Energisa, no entanto, quer cobrar imposto e inibe a energia solar no Acre”, afirmou o deputado defendendo a implantação de incentivo fiscal para uso da energia solar.

Pré -candidato ao governo, Jenilson Leite fala em modernizar a máquina pública e otimizar o tempo utilizando os processos remotos. “Se a gente não aumenta a participação do setor produtivo, investindo em tecnologia, não geramos mais portas de oportunidade de trabalho”, disse.

O deputado afirmou que há uma discrepância entre a promessa de um mutirão de cirurgias e a falta de material esterilizado na Fundação Hospitalar, o que faz com que a operação tenha que ser adiada.

“Estamos todos percebendo que o Acre precisa de um novo direcionamento. A atual gestão está perdendo as condições de cuidar do povo acreano”, completou.

Continuar lendo

Acre

Jovem é morto ao ter casa invadida e ser sequestrado por criminosos

Publicado

em

Marcelo Santos de Lima, de 20 anos, foi morto a tiros e várias facadas e pauladas na noite dessa segunda-feira, 16, após criminosos invadirem sua residência localizada na rua Sergipe, bairro Chico Paulo I, no município de Senador Guiomard e o sequestrarem.

O corpo de Marcelo foi encontrado na rua Eugênio Paulino, no município. Segundo informações da polícia, a vítima estava dentro da própria residência quando foi surpreendida por cerca de quatro homens que estavam fortemente armados.

Acreditando que o filho tivesse sido executado pelos bandidos, a mãe de Marcelo ligou para a Polícia Militar, que esteve no local indicado e autorizou entrada da guarnição.

Dentro da residência, foram encontradas duas armas caseiras e três cartuchos calibre 28 intactos, além de outros cartuchos já deflagrados, mas a vítima não se encontrava. Minutos depois, a esposa de Marcelo chegou ao local e disse que as armas encontradas são do marido para a defesa do casal, por estarem sofrendo ameaças de morte por parte de uma facção criminosa, acusados de serem x-9.

A mãe e a esposa de Marcelo disseram que foram informadas por vizinhos que os homens saíram com Marcelo sob a mira de armas de fogo para destino incerto. As mulheres e as armas de fogo foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia Civil de Senador Guiomard, para a tomada das medidas cabíveis.

Várias guarnições da Polícia Militar estiveram no local, colheram informações sobre os criminoso e conseguiram identificar três dos quatro homens acusados de invadirem e sequestrarem Marcelo. Uma ronda ostensiva foi feita pela região, mas ninguém foi encontrado.

Por volta das 21 horas, uma denúncia anônima levou uma guarnição do 4° Batalhão que fica localizado no município de Senador Guiomard, até a rua Eugênio Paulino, onde encontraram o corpo do jovem Marcelo já caído sem vida, com ferimentos na cabeça provocado por ripas, com marca de várias facadas pelo corpo e com tiros na cabeça.

A área foi isolada para os trabalhos da perícia e o corpo de Marcelo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) em Rio Branco, para ser realizado os exames cadavéricos. O caso será investigado por agentes da Delegacia de Polícia Civil de Senador Guiomard.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!