Menu

Demitidas na pandemia, professoras fazem sucesso ao abrir espaço de bronzeamento

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O ano de 2020 foi difícil para as professoras Ana Cristina e Juliana Oliveira. A crise imposta pela pandemia do novo coronavírus fez com que as profissionais fossem demitidas de seu ambiente de trabalho. Após a demissão, elas tinham apenas R$ 900 para recomeçar a vida. Foi então que decidiram abrir o Studio de Beleza Bronze e Cia.


O local oferece variados tipos de bronzeamento corporal. O ambiente é totalmente feminino e disputado pela mulherada. Após meses de muito trabalho, elas conseguiram enxergar a luz quase apagada no fim do túnel. No momento em que tudo parecia perdido, tiveram a oportunidade de começar um pequeno negócio, que hoje ajuda centenas de mulheres a sustentar a vaidade.


A vida das professoras mudou de vida num piscar de olhos após as duas fazerem o curso preparatório para serem bronzeadoras. Até hoje, o espaço que criaram para o novo trabalho continua em obras. Todo dinheiro que entra no caixa tem sua parte reservada para a reforma do ambiente, que tenta oferecer o que há de melhor às clientes.

Publicidade

Apesar de o trabalho atualmente depender quase que totalmente do sol, elas também contam com apoio de auxiliares em dias corridos.


Assista ao vídeo:

video
play-rounded-fill

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido