Conecte-se agora

Trisal: “maioria das pessoas está na igreja por medo do inferno”

Publicado

em

No decorrer da entrevista, Darlene reclama: “estou achando uma babaquice”

O trisal acreano que é um fenômeno nas redes sociais foi entrevistado pelo canal Cipódcast na noite desta quarta-feira, 9. Os sargentos da Polícia Militar Alda Radine e Nery, e a administradora Darlene Oliveira falaram sobre a fama, o preconceito, Deus e como as pessoas têm reagido ao primeiro trisal assumido publicamente no Acre.

Desde que criaram uma página no Instagram, o sucesso foi imediato. Atualmente, o trisal tem mais de 20 mil seguidores. A linha principal de comentários negativos nas redes sociais é ligada a questão de dogmas religiosos. Alda e Nery foram criados na igreja evangélica, onde, inclusive, se conheceram. Darlene também nasceu em um lar evangélico, o irmão é pastor e as irmãs e a mãe são evangélicas. “Eu sei do relacionamento que eu tenho com Deus. Eu converso com ele todos os dias, meus filhos têm relacionamento com Deus”, diz Alda.

Darlene fala sobre as críticas. “Os que se julgam salvos por estarem embaixo de uma cobertura que está escrito na porta igreja, se acham no direito de julgarem, e esse não é o papel. Só que tem gente que está dentro da igreja, que peca muito mais do que quem está fora”, diz Darlene.

Nery destacou: “tem uma frase que aprendi na igreja e que nunca esqueci. Se eu for servir a Deus por medo do inferno, que Deus me lance lá. Isso impactou a minha vida e a maioria das pessoas está na igreja por medo do inferno”.

Preconceito

Os três falam ainda do preconceito que enfrentam após criarem um perfil na rede social e anunciarem que formavam um trisal. “O que as pessoas mais falam é que não pode ter amor entre três pessoas. Falam que perdi a esposa para outra mulher e vamos disfarçar que somos três agora. Fantasiam que não pode ser verdade, que não tem sentimento. As pessoas não conseguem entender que aqui não tem traição, não tem divisão, a gente soma”, diz Nery.

Apesar de confirmarem que estão felizes, os três afirmam que as críticas de quem não os conhece acabam machucando-os. “As pessoas têm a mania hoje do achismo. Elas acham alguma coisa da tua vida e querem que aquilo ali seja verdade. Tem muitas coisas que as pessoas falam e acham que não machuca, mas machuca sim, diz Darlene.

Alda diz que houve uma preocupação antes dos três assumirem a relação. “A gente ficou preocupado com a família, com o trabalho, como as pessoas iam reagir, então por isso fizemos esse perfil. O que mais ofende são os xingamentos. “As pessoas acham que por que expulsemos nossa relação, as pessoas têm o direito de chegar lá e descarregar suas amarguras”.

Curiosidades

O trisal comenta que o que mais desperta a curiosidade dos seguidores é como os três se relacionam sexualmente. Outra curiosidade é saber como tudo aconteceu entre os três. Alda e Nery já são casados há mais de 20 anos. Entre risadas, Alda contou que foi quem se interessou primeiro por Darlene, o que foi confirmado pelo marido. “Eu sempre percebi que ela tinha essa tendência. O que falei foi que somos os melhores amigos e que se um dia ela se interessasse por alguém que viesse falar comigo. Um dia ela chegou pra mim e me mostrou o instagram da Darlene. Se eu fosse ficar com alguma mulher, a única que eu gostaria de ter alguém era essa aqui. Ela estava em um relacionamento, mas começamos a seguir e curtíamos todas as fotos”, conta Nery.

Os três contam que morar juntos não era um plano inicial. “Quando ela terminou o relacionamento dela, começamos a conversar e passamos a sair juntos os três. Morar juntos não era um plano inicial. As coisas foram acontecendo”, conta. Tanto Alda quanto Darlene se mostram mulheres de muita personalidade. Em um determinado momento da entrevista, ao serem questionadas sobre a possibilidade de outra pessoa na relação, Darlene respondeu. “Estou calada porque estou achando uma babaquice o que você tá falando”, respondeu Darlene.

Alda e Nery são pais de dois filhos, um de 13 e outro de 18 anos. Os comentários nas redes sociais de como é aceitação dos filhos também foi tema da conversa. “Eu acho que o pessoal pensa que a gente vive se comendo dentro de casa, na beira da pia, em cima do sofá, em cima do fogão. Minha casa é um ambiente de respeito e não deixou de ser porque chegou uma terceira pessoa”, explica Alda.

Assista a entrevista:

video

Acre

Acre registra 70 novos casos da covid-19 e contabiliza mais 5 mortes pela doença

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) informou neste domingo, 13, 70 novos casos da doença, todos confirmados por exames RT-PCR. O número de infectados saltou de 84.104 para 84.174 nas últimas 24 horas.

Até o momento, o Acre registra 224.562 notificações de contaminação pela doença, sendo que 140.306 casos foram descartados e 82 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 78.886 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 114 pessoas seguem internadas até o fechamento deste boletim.

Mais cinco notificações de óbitos foram registradas neste domingo, 13 de junho, sendo quatro do sexo masculino e uma do sexo feminino, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 1.712 em todo o estado.

Óbitos do sexo masculino:

Morador de Manoel Urbano, F.F.B., de 49 anos, deu entrada no dia 4 de maio, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), e faleceu no dia 12 de maio.

Morador de Rio Branco, E.J.S., de 53 anos, deu entrada no dia 28 de fevereiro, no Pronto-socorro de Rio Branco, e faleceu no dia 25 de março.

Morador de Rio Branco, R.S.R., de 77 anos, deu entrada no dia 18 de março, no Into-AC, e faleceu no dia 24 de março.

Morador de Rio Branco, H.F.B., de 82 anos, deu entrada no dia 3 de março, na Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre), e faleceu no dia 24 de março.

Óbito do sexo feminino:

Moradora de Rio Branco, M.P.N.A., de 77 anos, deu entrada no dia 29 de março, no Pronto-socorro de Rio Branco, e faleceu dia 31 de março.

Continuar lendo

Acre

Segurança vai blindar viaturas utilizadas em operações especiais

Publicado

em

Para fins de combate a violência é de responsabilidade do Estado, prover ao profissional da segurança pública, às condições de trabalho necessárias para atuação rápida e enérgica, resguardando a própria vida e assegurando a eficiência do serviço policial.

Com base nesta constatação, é que o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), iniciou nesta sexta-feira, 11, as tratativas para a contratação de uma empresa especializada na blindagens de veículos oficiais.

Inicialmente, será contratadoo serviço para a blindagem de 10 veículos a serem distribuídos entre o Batalhão de Operações Especiais (Bope), de Rio Branco e de Cruzeiro do Sul, ao Grupo Especial de Fronteiras (Gefron) e Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), da Polícia Civil. O valor do investimento será de R$ 330,00 mil, com recursos oriundos do Fundo Nacional de Segurança Pública (Fundeseg).

A intenção, segundo o secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública, Paulo Cézar Rocha dos Santos, é estender o quantitativo de veículos blindados na capital e em municípios do interior, contudo, faz-se necessário a análise do processo de adequação dos veículos que terão a tecnologia de blindagem, à realidade do ambiente climático específico da nossa região.

“O fortalecimento da estrutura e equiparação dos órgãos de segurança pública é fundamental para que se tenha condições de combate a violência. Nós temos profissionais preparados, mas isso não é suficiente e com viaturas blindadas, garantiremos a integridade física do policial e ainda que a polícia atue em qualquer lugar e em qualquer circunstância, independente de barricadas ou atentados de ações criminosas. Estaremos prontos para qualquer combate”, destacou Paulo Cézar.

Continuar lendo

Destaque 4

Em Epitaciolândia, Jenilson Leite participa da VII edição do Programa Saúde na Comunidade

Publicado

em

Neste sábado (12), a Prefeitura de Epitaciolândia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde em parceria do gabinete do deputado e médico infectologista Jenilson Leite, realizou a VII edição do Programa Saúde na Comunidade, levando atendimento médico e assistência social aos moradores da comunidade rural do Prata, localizada dentro da reserva extrativista.

Na ação de saúde, que tinha como um dos objetivos vacinar a população contra o coronavírus, distribuir máscaras, também visava levar consultas, dispensas de medicamento aos munícipes, e realizar exames especializados na área de cardiologia e ultrassonografia voltado para saúde do homem e da mulher rural, que devido a pandemia tem evitado ir para a cidade. Foram feitos exames de mama, próstata, avaliação hepática e renal, dentre outros. Ao todo foram realizados 519 procedimentos de saúde.

Vale destacar que apesar de todas as dificuldades devido ao período pandêmico, Jenilson tem percorrido os municípios do interior, prestando atendimento médico e realizando exames em parcerias com as prefeituras. O apoio do infectologista na ação de saúde atendeu ao convite do prefeito Delegado Sérgio Lopes.

 

Sérgio Lopes, gestor do município, fala do compromisso da sua gestão com a população, especialmente os moradores da zona rural. Ele também agradeceu ao deputado pela colaboração na ação de saúde. “ Nossa gestão tem se esforçado para poder oferecer o melhor ao nosso povo, em especialmente aos moradores da zona rural de Epitaciolândia. De modo que externo meu agradecimento ao Dr. Jenilson Leite e toda sua equipe, pela parceria em proporcionar esse atendimento aos moradores da reserva. Pois estamos na sétima edição do Programa Saúde na Comunidade, sendo que nas seis edições anteriores nós havíamos chegado a marca de mil e quinhentos procedimentos, mais essa está superando todas as expectativas, por conta da parceria com o deputado. Hoje estamos ofertando à população ultrassonografia de abdômen, de tireoides, de mama e de próstata, também estamos fazendo exames de eletrocardiograma. São mais de duzentos procedimentos realizados somente pela equipe do Dr. Jenilson e isso é muito importante. Para vocês terem uma ideia, nem todos esses exames nós temos na rede pública do município. Por isso, nosso muito obrigado”, agradeceu o prefeito Delegado Sérgio Lopes.

 

Jenilson Leite parabenizou a gestão pelo compromisso com o povo, principalmente com os moradores que vivem distante da área urbana. “Agradeço ao prefeito Sérgio, o secretário Cassio e a toda equipe envolvida nessa ação, pelo convite para fazer parte desse ato. Estamos vivendo um momento delicado e o mínimo que fizermos pela melhoria da saúde de alguém pode significar algo grandioso. Me coloco sempre à disposição da gestão para poder contribuir e fazer o que amo, que é cuidar de nossa gente. Finalizando parabenizando a gestão pelo zelo com a pessoas”, afirma Leite.

O presidente da Câmara de Vereadores, Diógenes Guimarães (MDB), destacou o esforço da gestão do prefeito Sérgio Lopes em prestar assistência médica ao povo da zona rural. “ Na qualidade de presidente do Poder Legislativo, parabenizo a gestão do prefeito Sérgio Lopes, que tem sido um parceiro do povo rural, com assistência na área de saúde. Também quero fazer um agradecimento especial ao Dr. Jenilson, que fez exames de tiroides e de mamografia para as mulheres do Prata. Porque, muita das vezes, a gente luta para marcar um exame e é uma demora, mas com a vinda do deputado temos esses exames a custo zero na comunidade. Ele é um grande médico e um grande deputado”, destaca o vereador.

Segundo o secretário de Saúde, Cassio Hasssen, essa parceria com o deputado foi muito vantajosa. “Estamos na comunidade do Prata, aqui na reserva extrativista, na qual estamos concluindo mais uma etapa do Programa Saúde na Comunidade. Destaco que essa parceria com o Dr. Jenilson tem sido muito vantajosa, porque ele nos proporcionou alguns exames que a Prefeitura não dispõe e deu sua contribuição como médico. É muito bom poder contar o humanismo de nossos deputados. Porque o nosso objetivo é trazer a saúde nas comunidades, podendo ofertar exames, uma vez que todos têm direito à saúde, mas sabemos da dificuldade que é fazer isso nas comunidades de ponta, as mais distantes da cidade e de difícil acesso. Também somos cientes da dificuldade que é vocês irem à cidade, então, o prefeito e nós da secretaria estamos indo até vocês”, diz o secretário.

Evento contou ainda com a presença dos vereadores José Antônio “Nego” (Progressistas), Zé Maria (PSL) , Pantico da Água (SD) , Rubenslei (PSD) e Messias Lopes (PT).

Depoimento dos moradores

Seu Antônio Rufino, 78 anos, reside na comunidade faz dez anos, mas segundo ele, não tinha visto ao tão legal assim, poder fazer exame de próstata na sua própria comunidade. “Moro na comunidade há dez anos e não tinha visto um evento legal assim. Fui bem atendido, fiz exame de próstata. Graças a Deus estou bem e fico muito feliz pelo carisma do médico e das enfermeiras”, conta.

Dona Devanir ficou bastante emocionada porque aguardava há sete meses para fazer um exame de tireoide, mas não tinha como pagar e esperava na fila do SUS. “ Quero agradecer a equipe do Dr. Jenilson e a ele, porque há sete eu tinha que fazer um exame de tireoides e não tenho condições, me faltava recursos. Contudo, com essa ação de saúde, pude fazer na porta de minha casa, sem custo nenhum. Além de outros exames. Isso mostra que Deus é fiel, uma vez que consegui fazer o exame e resultado mostrou que tenho apenas uma inflamação. Doutor Jenilson, desejo que o senhor volte outras vezes, porque igual a mim, temos outras pessoas que precisam fazer exames, mas não podem pagar”, diz a moradora.

 

Continuar lendo

Cotidiano

Aposta única leva prêmio de R$ 43,2 milhões da Mega-Sena

Publicado

em

Uma aposta feita em Balneário Camboriú (SC) levou o prêmio de R$ 43,2 milhões da Mega-Sena.

O apostador acertou as seis dezenas do concurso 2380 sorteadas na noite de ontem. Os números foram: 11 – 16 – 20 – 24 – 39 – 53.

Outros 59 apostadores acertaram 5 dezenas e vão levar, cada um, um prêmio de R$ 65.129,22. Mais 5.566 apostas acertaram quatro dezenas e vão levar um prêmio de R$ 986,24.

O próximo sorteio da Mega-Sena está marcado para quarta-feira (16). O prêmio previsto para o concurso 2381 é de R$ 3 milhões. O evento começará a partir das 20h (horário de Brasília) e terá transmissão ao vivo pela internet, no canal da Caixa no YouTube.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.