Conecte-se agora

Alto Acre sofre com infraestrutura obsoleta de internet e telefonia

Publicado

em

Neste sábado, 5, o estado do Acre foi novamente afetado por um apagão de internet da empresa Oi causado, segundo informações da área de serviços da manutenção da empresa, por mais um rompimento de fibra óptica, ocorrência que tem sido cada vez mais rotineira. A queda do sinal durou, desta vez, cerca de 12 horas.

Mas os problemas relacionados às quedas de sinal ou lentidão de internet no estado por conta da empresa responsável por disponibilizar o acesso à internet na grande maioria dos municípios interioranos não se restringem aos rompimentos do cabo de fibra óptica, que muitas vezes são alvo de vandalismo.

Ainda muito dependentes dos serviços da empresa Oi, principalmente no que diz respeito à internet banda larga fixa, os municípios de Xapuri, Brasiléia, Epitaciolândia e Assis Brasil são fortemente afetados pela inconstância e falta de qualidade do produto ofertado aos usuários.

Nesses locais ainda não há a oferta da tecnologia de fibra óptica pela empresa, muito mais rápida e estável do que a estrutura que é disponibilizada atualmente, que usa cabos de cobre para a transmissão de dados. O resultado disso é o acesso a uma internet precária cujo padrão é a lentidão e a instabilidade.

Em Xapuri, por exemplo, não há disponibilidade de novas portas de internet para pretensos usuários do serviço, ou seja, não há investimento da empresa na melhoria da atual infraestrutura e muito menos na implantação de uma nova rede, de fibra óptica, que possa ampliar a oferta e a qualidade do serviço.

As informações acima são baseadas em conversa com um profissional da área de manutenção de serviços de telecomunicações que atua na regional do Alto Acre. Alegando questões de cunho ético, ele prefere que seu nome não seja divulgado pela reportagem.

O técnico diz que o cabeamento de fibra óptica já chegou aos municípios, mas ainda falta a rede de distribuição dentro das cidades, o que corresponde à estrutura que leva a internet até as casas. Segundo ele, não há uma previsão de quando esse novo patamar de qualidade será efetivado pela empresa Oi.

“Essa rede atual, de cabos de cobre, é muito antiga, e pelo que sabemos não haverá mais investimento nessa estrutura e a empresa não pode mais vender assinaturas para esse tipo de serviço. A única saída é aguardar a fibra óptica, mas não existe uma previsão exata para quando isso vai acontecer”, disse.

Nos municípios de Brasiléia, Epitaciolândia e Xapuri, algumas empresas de menor porte estão disponibilizando acesso a uma internet de melhor qualidade, por meio de fibra óptica, mas o serviço ainda está muito distante do que oferece, por exemplo, a Oi Fibra em Rio Branco, por um preço bem mais alto.

Mas não é apenas com a internet fixa que os usuários dos serviços de telecomunicações têm dificuldades nos municípios do Alto Acre e demais regionais do estado. O sinal de internet e telefonia móvel, onde entram outras empresas como Vivo, Claro e Tim, também não possui a qualidade desejada pelos consumidores.

A reportagem já tentou por diversas vezes encontrar um canal de atendimento (telefone ou email) por meio do qual pudesse falar com as empresas citadas a respeito do que é exposto nesta matéria, mas não conseguiu sucesso até o momento. O jornal se coloca à disposição para qualquer esclarecimento ou retificação.

Floresta Digital

Há 10 anos do lançamento do fracassado projeto Floresta Digital, por meio do qual o governo Binho Marques prometeu tornar o Acre o primeiro estado do Brasil totalmente coberto por internet livre e gratuita, uma torre tomada pelo mato simboliza a situação de descaso em que se encontram, na atualidade, os serviços de telecomunicações no município de Xapuri.

O ac24horas tratou desse assunto no ano passado.

Cotidiano

Antônia Sales volta a denunciar abandono do tomógrafo em hospital de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

A deputada Antônia Sales (MDB) disse nesta quarta-feira (16) durante sessão virtual da Assembleia Legislativa que acompanha a agenda de sua filha, a deputada federal Jéssica Sales, e denunciou que na Maternidade do Juruá, para a qual foram destinados recursos parlamentares, a situação é boa, mas no Hospital Regional do Juruá há descaso muito grande por parte do governo.

“Desde o ano passado, R$16 milhões estão na conta da Secretaria de Estado da Saúde para equipar o Hospital do Juruá. No entanto, fico decepcionada com tamanho descaso”, disse, referindo-se ao tomógrafo que está desde março encaixotado no corredor.

Segundo a emedebista, o tomógrafo que vem sendo usado está velho e ultrapassado, mas o governo não instalou o novo. “Falta de respeito com Cruzeiro do Sul. Não podemos continuar de braços cruzados, tem de se dar a resposta ao povo”, disse, afirmando que dinheiro tem para realizar o serviço.

Continuar lendo

Cotidiano

PF prende peruanos com 6 kg de cocaína no Aeroporto Internacional de Rio Branco

Publicado

em

Policiais federais prenderam na segunda-feira (14) dois cidadãos peruanos que transportavam aproximadamente 6kg de cocaína no Aeroporto Internacional de Rio Branco.

Na ocasião, os agentes realizavam o monitoramento dos passageiros na área de embarque, momento em que suspeitaram dos peruanos. Ao proceder à revista foram encontradas 6kg de substâncias entorpecentes na bagagem de mão dos indivíduos.

Ao serem questionados sobre a origem da droga, ambos confessaram que receberam a droga na cidade peruana de Puerto Maldonado e tinham a intenção de transportar a droga num voo com destino a São Paulo.

Os dois foram encaminhados para a delegacia de polícia da cidade para os devidos procedimentos de praxe, em seguida, encaminhados ao presídio. Os presos responderão por tráfico internacional de drogas, cuja pena pode ultrapassar 15 anos de prisão.

Continuar lendo

Cotidiano

Daniel Zen aciona MP contra gasto em pintura da caixa d´água da Seis de Agosto

Publicado

em

O deputado Daniel Zen (PT) disse nesta quarta-feira (16) que fez mais uma representação no Ministério Público quanto à pintura em azul da caixa d’água do bairro Seis de Agosto.

LEIA TAMBÉM: Pinturas na caixa d’água devem custar mais de R$ 160 mil aos cofres públicos do Acre

De acordo com o parlamentar, houve polêmica e o governo voltou atrás na pintura. “Sem entrar no mérito da questão histórica e paisagística, o fato é que o governo desperdiçou R$160 mil”, disse. Com esse dinheiro, disse Zen, dá para fazer muita coisa como aquisição de cestas básicas.

“É necessário que o MP haja por improbidade em múltiplos aspectos”, disse Zen, que apresentou indicações para garantir serviços e atos administrativos à educação do Acre

Continuar lendo

Cotidiano

Antônio Pedro destaca ações de Gladson em favor da produção rural no Alto Acre

Publicado

em

O deputado Antônio Pedro (DEM) aproveitou a sessão virtual desta quarta-feira (16), na Assembleia Legislativa para afirmar estar satisfeito com a ordem de serviço do governo para melhoria da estrada velha em Xapuri. “É um serviço muito grande em 53 quilômetros. Quase um asfalto”, disse.

Pedro destacou a produção de milho que se fortalece na região e cada vez mais traz autossuficiência. O parlamentar criticou as cobranças sobre o governador Gladson Cameli, as quais, segundo ele, não deveriam ser feitas por causa do curto tempo de mandato.

“A vontade do governador é que o Estado seja realmente produtivo, mas é necessário melhorar os ramais, algo que Gladson está providenciando”, frisou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas