Conecte-se agora

Avenida Brasil, no centro de Rio Branco, é fechada por manifestantes

Publicado

em

Aprovados no concurso do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf) e da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, fecharam nesta quarta-feira, 2, a Avenida Brasil, que fica em frente à Casa Civil.

Os dois grupos com faixas e cartazes, cobraram a convocação para integrarem o quadro de servidores do Estado. Os aprovados no concurso efetivo da Educação lembram que são 485 educadores que estão aguardando a convocação desde 2019.

A decisão causou congestionamento no trânsito da capital. No ato, os manifestantes afirmaram que só deixariam o local, após serem recebidos por alguém da Casa Civil.

Já os aprovados do concurso do Idaf, cobram a convocação, após quase seis meses da divulgação do resultado final.

O concurso público era para a formação de cadastro de reserva para os cargos de engenheiro agrônomo, engenheiro florestal, médico veterinário e técnico em defesa agropecuária e florestal.

Assista ao vídeo:

Cotidiano

PF prende peruanos com 6 kg de cocaína no Aeroporto Internacional de Rio Branco

Publicado

em

Policiais federais prenderam na segunda-feira (14) dois cidadãos peruanos que transportavam aproximadamente 6kg de cocaína no Aeroporto Internacional de Rio Branco.

Na ocasião, os agentes realizavam o monitoramento dos passageiros na área de embarque, momento em que suspeitaram dos peruanos. Ao proceder à revista foram encontradas 6kg de substâncias entorpecentes na bagagem de mão dos indivíduos.

Ao serem questionados sobre a origem da droga, ambos confessaram que receberam a droga na cidade peruana de Puerto Maldonado e tinham a intenção de transportar a droga num voo com destino a São Paulo.

Os dois foram encaminhados para a delegacia de polícia da cidade para os devidos procedimentos de praxe, em seguida, encaminhados ao presídio. Os presos responderão por tráfico internacional de drogas, cuja pena pode ultrapassar 15 anos de prisão.

Continuar lendo

Cotidiano

Daniel Zen aciona MP contra gasto em pintura da caixa d´água da Seis de Agosto

Publicado

em

O deputado Daniel Zen (PT) disse nesta quarta-feira (16) que fez mais uma representação no Ministério Público quanto à pintura em azul da caixa d’água do bairro Seis de Agosto.

LEIA TAMBÉM: Pinturas na caixa d’água devem custar mais de R$ 160 mil aos cofres públicos do Acre

De acordo com o parlamentar, houve polêmica e o governo voltou atrás na pintura. “Sem entrar no mérito da questão histórica e paisagística, o fato é que o governo desperdiçou R$160 mil”, disse. Com esse dinheiro, disse Zen, dá para fazer muita coisa como aquisição de cestas básicas.

“É necessário que o MP haja por improbidade em múltiplos aspectos”, disse Zen, que apresentou indicações para garantir serviços e atos administrativos à educação do Acre

Continuar lendo

Cotidiano

Antônio Pedro destaca ações de Gladson em favor da produção rural no Alto Acre

Publicado

em

O deputado Antônio Pedro (DEM) aproveitou a sessão virtual desta quarta-feira (16), na Assembleia Legislativa para afirmar estar satisfeito com a ordem de serviço do governo para melhoria da estrada velha em Xapuri. “É um serviço muito grande em 53 quilômetros. Quase um asfalto”, disse.

Pedro destacou a produção de milho que se fortalece na região e cada vez mais traz autossuficiência. O parlamentar criticou as cobranças sobre o governador Gladson Cameli, as quais, segundo ele, não deveriam ser feitas por causa do curto tempo de mandato.

“A vontade do governador é que o Estado seja realmente produtivo, mas é necessário melhorar os ramais, algo que Gladson está providenciando”, frisou.

Continuar lendo

Cotidiano

Gerlen Diniz pede investigação em gastos da prefeitura de Sena Madureira

Publicado

em

O deputado Gerlen Diniz (Progressistas) pediu fiscalização na prefeitura de Sena Madureira durante a sessão virtual da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira, 16.

De acordo com o parlamentar, a principal avenida da cidade foi gasto R$1 milhão para revitalização. “Se for ver, tem uma piscina no meio e o mesmo se deu com o porto, construído sobre areia”, disse. Essa obra, diz Gerlen, custou R$500 mil.

Ele disse ter visto a carta encaminhada pela prefeitura à empresa que realizou a obra do porto “quase pedindo desculpas”, lamentou.

A reforma na prefeitura nunca teve placa de informação, mas chegou a ele a notícia de que custou R$170 mil.

“Precisamos que Ministério Público vá a Sena Madureira, Tribunal de Contas também”, disse.

“Sena Madureira não aguenta mais”, completou, criticando também o inchaço da máquina pública, cujo objetivo é controlar o voto das pessoas. “O recurso está sendo dragado.
A cidade está esburacada e a culpa é sempre de terceiros. Os trabalhadores sofrem com o peleguismo sindical. Sindicato virou puxadinho da prefeitura”, denunciou o progressista.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.