Conecte-se agora

Morador de Xapuri que pediu ponte a Gladson viveu tragédia na travessia do Rio Acre

Publicado

em

Na solenidade de comemoração dos 11 anos de criação da Organização em Centros de Atendimento (OCA) de Xapuri, ocorrida na semana passada, uma imagem ficou marcada nos registros de quem fazia a cobertura do evento – um morador da cidade se dirigiu ao governador Gladson Cameli e pediu que ele construísse a ponte sobre o rio Acre ligando as duas partes da cidade.

Minutos antes da conversa não protocolar, o mandatário acreano havia reafirmado a promessa feita na primeira visita que fez ao município logo após vencer a eleição. Mesmo assim, o senhor Edimar Gomes da Silva, de 54 anos, sorveteiro e verdureiro, achou necessário reforçar o pedido. Morador do bairro Sibéria há mais de 20 anos, ele tem razão de sobra para isso.

No dia 3 de junho de 2012, Xapuri registrou o maior acidente fluvial de que se tem notícia. O naufrágio de uma catraia, que ocorreu após a embarcação colidir com um tronco submerso, deixou três mortos, entre eles um sobrinho que ao mesmo tempo era irmão de criação de Edimar – Natanael da Silva de Aragão, que à época estava a alguns dias de completar 17 anos de idade.

Ao ac24horas, o trabalhador disse que sua família jamais esquecerá o episódio trágico e que a recordação do fato ainda lhe traz muito sofrimento. Porém, ele considera que a lembrança da tragédia tem o poder de manter acesa a convicção dos moradores da comunidade Sibéria com relação à importância da construção da ponte em Xapuri, um sonho antigo de outros moradores como ele.

“Nós temos uma grande esperança nessa promessa do governador, pois também é enorme a necessidade dessa ponte que é a única maneira de tirar a população desse sofrimento que é a travessia pela balsa. Outros acidentes já aconteceram antes desse que tirou a vida do meu sobrinho e muita gente já deixou de receber assistência médica por não poder atravessar”, afirmou Edimar.

Logo após a conversa com o morador, o governador uma publicação em sua página pessoal no Facebook relatando o encontro com o senhor Edimar e reafirmando o compromisso do seu governo com a construção da ponte tão sonhada pelos xapurienses. Segundo ele, a previsão é de que a ordem de serviço para a obra seja assinada ainda este ano.

“Aproveitei minha visita a Xapuri para reafirmar o compromisso do nosso governo com a construção da ponte da Sibéria, que ligará os dois distritos do município. A ponte é um sonho de moradores como o seu Edimar da Silva, que faz a travessia no local quase todos os dias. Se Deus quiser, daremos a ordem de serviço ainda este ano”, disse Gladson Cameli.

As outras duas vítimas do naufrágio ocorrido em 2012 foram Valderi Ângelo dos Santos, de 38 anos à época do acidente, e Gilberto Alves do Nascimento, de 58. A travessia era feita em uma noite sem luar e houve relatos de superlotação da embarcação – havia cerca de 20 pessoas na catraia que tinha capacidade para apenas 10 passageiros. Ninguém usava coletes salva-vidas.

De acordo com anúncio feito pelo governo em fevereiro passado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem e Infraestrutura Hidroviária e Aeroportuária (Deracre) cerca de R$ 60 milhões estariam sendo licitados ainda em 2021 para a construção da ponte sobre o rio Acre e a pavimentação da Estrada da Variante, ambas as obras em Xapuri.

A “Ponte da Sibéria” é hoje, ao mesmo tempo, a maior reivindicação do município e a maior promessa do governo para Xapuri. A histórica dificuldade da travessia, antes feita apenas pelas tradicionais catraias e atualmente reforçada por uma pequena e precária balsa metálica mantida pelo governo do estado, por meio do Deracre, cresce a cada dia.

Cotidiano

Caixa paga terceira parcela do auxílio para nascidos em fevereiro e março

Publicado

em

A Caixa realiza neste sábado (19) e domingo (20) os pagamentos da terceira parcela do auxílio emergencial 2021. Estão incluídos os beneficiários nascidos em fevereiro (sábado) e março (domingo).

Os recursos serão depositados nas contas digitais dos beneficiários. Os valores podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem para pagamento de boletos, compras na internet e pelas maquininhas de estabelecimentos comerciais. Os beneficiários também conseguem movimentar os recursos usando o Caixa Tem na Rede Lotérica.

A Caixa lembra que o calendário da terceira parcela foi antecipado. Marcado inicialmente para encerrar em 12 de agosto, com a possibilidade de saques para os nascidos em dezembro, o terceiro ciclo agora finaliza no dia 19 de julho.

Os beneficiários que recebem o crédito no sábado, terão o saque liberado a partir do dia 2 de julho. Os pagamentos para nascidos em março terão saque liberado a partir de 5 de julho.

De acordo com a Caixa, central telefônica 111 funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h, gratuitamente, e está preparada para atender os beneficiários do Auxílio Emergencial. Além disso, o banco disponibiliza, ainda, o site.

Continuar lendo

Cotidiano

Mega-Sena pode pagar R$ 7 milhões de prêmio acumulado neste sábado

Publicado

em

O concurso da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 7 milhões para quem acertar as seis dezenas.

O sorteio ocorre às 20h deste sábado (19) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo, com transmissão ao vivo pelas redes sociais das Loterias Caixa (perfil @LoteriasCAIXAOficial no Facebook e canal CAIXA no YouTube).

As apostas podem ser feitas até as 19h do dia do sorteio nas lotéricas de todo o país, pelo portal Loterias CAIXA, no app Loterias Caixa ou por meio do Internet Banking Caixa para clientes. O valor de uma aposta simples da Mega-Sena é de R$ 4,50.

Caso apenas um apostador leve o prêmio e aplique todo o valor na Poupança da Caixa, receberá R$ 11 mil de rendimento no primeiro mês.

Quina de São João

O sorteio da Quina de São João será realizado em 26 de junho e vai pagar o maior prêmio da história da modalidade, estimado, agora, em R$ 190 milhões. As apostas podem ser realizadas em qualquer uma das 13 mil lotéricas do país, pelo portal Loterias CAIXA e no app Loterias CAIXA.

No portal Loterias CAIXA é possível adquirir um combo especial do sorteio, com 15 apostas para o concurso 5.590 ou ainda outros três combos contendo apostas de diversas modalidades, além do concurso especial.

Para apostar na Quina, basta marcar de 5 a 15 números dentre os 80 disponíveis. O apostador também pode deixar o sistema escolher os números, por meio da aposta no formato Surpresinha. Ganham prêmios os apostadores que acertarem 2, 3, 4 ou 5 números. O preço de uma aposta simples, com cinco números, é de R$ 2.

Continuar lendo

Cotidiano

Revisão do 1% do FPM confirma R$ 24 milhões para prefeituras do Acre em julho

Publicado

em

O bom desempenho da arrecadação do Imposto de Renda (IR) em 2021 motivou os Estudos Técnicos da Confederação Nacional de Municípios (CNM) a divulgarem uma nova previsão do 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de julho. Agora, a estimativa é de que o adicional viabilizado pela Emenda Constitucional – que entrará nas contas no próximo dia 8 de julho – chegue a R$ 4.973.056.363,49.

Inicialmente, a CNM divulgou previsão de R$ 4,7 bilhões. O valor foi reajustado por se tratar do IR e do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) entre julho do ano anterior a junho do ano corrente. Assim como a previsão anterior da CNM, essa nova estimativa do primeiro 1% de 2021 foi calculada com base nos Relatório de Avaliação Fiscal e Cumprimento de Meta do governo federal e nos comunicados de repasses do Fundo.

O Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias, referente ao segundo bimestre deste ano, sugere que a arrecadação de IR e de IPI será em torno de R$ 524,1 bilhões.

Como o repasse do total do FPM representa 24,5% do montante arrecadado de IR e IPI, os economistas da CNM estimam que o Fundo partilhará R$ 127,9 bilhões entre os 5.568 Municípios ao longo de todo o ano. Os valores são previsões e podem não se confirmar, pois as estimativas variam de acordo com a atividade econômica, mais precisamente, a arrecadação do IR e do IPI, que compõem o FPM.

Contudo, a CNM reconhece a importância de divulgar os números para auxiliar os gestores locais nos seus planejamentos. “Cabe salientar que, de acordo com a redação da Emenda Constitucional 84/2014, ao 1% adicional do FPM não incide retenção do Fundeb, mas trata-se de uma transferência constitucional e por isso devem ser aplicados em Manutenção e Desenvolvimento de Ensino (MDE)”, destaca levantamento da CNM.

A entidade também tem intensificado a luta pela aprovação do 1% do FPM de setembro, Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 391/2017, que aguarda apenas aprovação do Plenário da Câmara dos Deputados e da promulgação. A proposta prevê o aumento escalonado ao longo de quatro anos. Assim, se a PEC tiver tramitação concluída, os gestores locais vão receber mais 0,25% dos dois impostos ainda este ano.

Continuar lendo

Cotidiano

Acre segue bem no Índice de Transparência na pandemia da Covid-19

Publicado

em

O Acre ficou em 5º lugar no Índice 3.0 de Transparência da Covid-19, produzido pela organização internacional Open Knowledge, com 81 pontos -8 acima da média nacional, de 73 pontos. No atual estágio do índice são levados em conta critérios de notificação, óbitos, ´perfil dos casos, comorbidades, entre outros. O último levantamento foi divulgado dia 17 de junho de 2021.

No dia 18 de dezembro de 2020, o Acre era o 13º colocado. Pelos critérios de então, essa pontuação era considera alta. Em maio de 2020, a avaliação abrangia os gastos com no enfrentamento à Covid-19 e o Acre ficou em 2º lugar.

Lançado em 3 de abril de 2020 — quando o país computava cerca de 10 mil casos da doença —, o Índice rapidamente se consolidou como um importante mecanismo de abertura de dados sobre o novo coronavírus. Ao servir como norte e estímulo para gestores públicos, o ITC-19 impulsionou consideravelmente a transparência de informações sobre a pandemia em todos os estados e no governo federal. Após onze rodadas de avaliações, a pontuação média de transparência dos Estados triplicou.

O Acre, por exemplo, evoluiu seus boletins e criou plataforma específica para acompanhamento da vacinação contra a Covid-19.

O Índice de Transparência da Covid-19 é uma iniciativa da Open Knowledge Brasil (OKBR) para avaliar a qualidade dos dados e informações relativos à pandemia do novo coronavírus que têm sido publicados em portais oficiais pela União, pelos estados brasileiros e pelas suas capitais. Para superarmos este momento tão desafiador para gestores públicos e população, acreditamos que nenhuma ferramenta é mais poderosa que a colaboração, e a informação é parte fundamental desse processo.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas