Conecte-se agora

Ministério da Justiça enviará equipe técnica para definir instalação de base integrada

Publicado

em

Sensível às petições dos governos do Acre, Rondônia e Amazonas, no próximo dia 5 de maio, às 11 horas, o secretário de Operações do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Jeferson Gimenes, trará equipe técnica para, em vistoria, definir o local onde será implantada a nova base interestadual integrada entre os estados.

A base servirá de apoio para atuação de instituições federais e estaduais, em parceria com os municípios e faz parte do Plano Nacional de Segurança nas Fronteiras e Dívidas (VIGIA). A ação visa fortalecer a prevenção no combate e repressão de ilícitos, roubos, extração ilegal de madeira, resolver problemas de grilagem, conflitos de terra entre outros tipos de crimes que chegam a levar à crimes contra a vida e frequentemente vem acontecendo em fazendas e áreas de proteção ambiental.

A Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública do Acre (Sejusp), por meio do gestor da pasta, Paulo Cezar Rocha dos Santos, foi convidado a participar da visita, juntamente com os representantes das demais secretarias de segurança dos Estados de Rondônia e do Amazonas.

O local que passará por estudos para a instalação da base integrada será a região de Vista Alegre do Abunã, dependências do estado de Rondônia, próximo à ponte sobre o Rio Madeira. Toda a região escolhida será mapeada, a fim de identificar o melhor formato do projeto piloto, contribuindo para redução de custos e aproveitamento dos recursos disponíveis.

“Foi um pedido conjunto realizado pelos estados junto ao Ministério da Justiça. Inclusive o governador do Acre, Gladson Cameli, desde o ano passado, vem encaminhando ofícios solicitando a implantação dessa base integrada, em face dos crimes e conflitos de terra que vem ocorrendo nas regiões de divisa. A base só tende a fortalecer as ações integradas, melhorar a capacidade de atuação das forças e dar celeridade na repressão aos crimes, trazendo segurança e paz à população que vive nessas regiões mais afastadas e de limites entre os estados”, destacou Paulo Cézar Rocha dos Santos, secretário de Segurança do Acre.

Palco de sérios conflitos de terra, crimes ambientais, patrimoniais e contra a vida, as regiões de divisa entre os estados do Acre, Rondônia e do Amazonas havia se tornado, nos últimos anos, alvo de constates debates entre as autoridades de segurança. A última reunião entre os gestores da pasta, ocorreu no início de março deste ano, onde os estados acertaram intensificar as ações integradas, visando a redução dos índices de crimes. A notícia para a implantação da base veio em um bom momento e torna-se um reforço para a garantia da segurança pública nessas regiões.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas