Conecte-se agora

Edvaldo descarta retirada de assinaturas da CPI da Educação e diz que número pode aumentar de 9 para 11

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

O deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB), declarou durante coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira (21), que não acredita que os parlamentares que assinaram favoráveis a abertura de uma CPI na secretaria educação, possam voltar atrás.

O parlamentar frisou que o número de assinaturas favoráveis pode chegar a 11 nos próximos dias. “Só que de 9 pode virar 10, virar 11, pau que dá em Chico, também dá em Francisco”, indagou.

O parlamentar frisou que o número de assinaturas favoráveis pode chegar a 11 nos próximos dias. “Só que de 9 pode virar 10, virar 11, pau que dá em Chico, também dá em Francisco”, indagou.

Magalhães lembrou o mesmo episódio vivido em 2019, quando implantaram a CPI da Energisa. O deputado citou que na época houve várias intimidações, inclusive, a de uma sugerindo uma investigação do Programa Ruas do Povo, na qual, o comunista chegou a ser diretor do Departamento Estadual de Água e Saneamento. Institucional (Depasa).

“Eu quero lembrar da CPI da Energisa, apresentaram os mesmos ingredientes, foi apresentado cinco pedidos de CPIs como forma de intimidação e tentaram retirar assinaturas. O assédio foi tão grotesca, que o deputado Cadmiel, emocionado, fez um discurso dizendo que não retiraria a assinatura e a CPI ocorreu e fez seu trabalho”, ressaltou.

Edvaldo disse que a CPI não quer prejudicar ninguém, mas sim mergulhar nos indícios de malversação da verba pública. “O que era para ser exceção, a dispensa de licitação, acabou virando regra. E isso tem os recursos para objetivos não republicanos. A vacina contra essa prática é a CPI”, encerrou.

Cotidiano

Pesquisa Ipespe: Lula tem 44% e Bolsonaro, 24%; Moro e Ciro empatam em terceiro

Publicado

em

A nova pesquisa Ipespe relativa à disputa presidencial das eleições 2022, divulgada nesta quinta-feira (27), mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na frente no cenário estimulado para o primeiro turno com 44%, contra 24% do presidente Jair Bolsonaro (PL) e 8% dos ex-ministros Sergio Moro (Podemos) e Ciro Gomes (PDT), que empataram.

Nas outras posições, sequencialmente, aparecem João Doria (PSDB), com 2%, e Simone Tebet (MDB), Rodrigo Pacheco (PSD) e Alessandro Vieira (Cidadania) com 1% das intenções de voto. O pré-candidato Felipe d’Avila (Novo) não pontuou.

Outros 8% dos entrevistados responderam que não votariam em nenhum dos apontados, não votariam no geral ou que registrariam voto branco ou nulo, e 4% não soube escolher entre os nomes citados.

Primeiro turno
Intenção de voto estimulada para presidente – cenário COM Sergio Moro (Podemos)

Lula (PT) – 44%
Jair Bolsonaro (PL) – 24%
Sergio Moro (Podemos) – 8%
Ciro Gomes (PDT) – 8%
João Doria (PSDB) – 2%
Simone Tebet (MDB) – 1%
Rodrigo Pacheco (PSD) – 1%
Alessandro Vieira (Cidadania) – 1%
Felipe d’Avila (Novo) – 0%
Branco/nulo/não vai votar – 8%
Indecisos – 4%
Intenção de voto estimulada para presidente – cenário SEM Sergio Moro (Podemos)

Lula (PT) – 44%
Jair Bolsonaro (PL) – 26%
Ciro Gomes (PDT) – 9%
João Doria (PSDB) – 4%
Simone Tebet (MDB) – 1%
Rodrigo Pacheco (PSD) – 1%
Alessandro Vieira (Cidadania) – 1%
Felipe d’Avila (Novo) – 1%
Branco/nulo/não vai votar – 10%
Indecisos – 4%
Intenção de voto espontânea para presidente

Lula (PT) – 35%
Jair Bolsonaro (PL) – 23%
Sergio Moro (Podemos) – 4%
Ciro Gomes (PDT) – 4%
João Doria (PSDB) – 1%
Simone Tebet (MDB) – 0%
Rodrigo Pacheco (PSD) – 0%
Branco/nulo/não vai votar – 6%
Indecisos – 26%
Segundo turno
A Ipespe apresentou sete cenários de segundo turno entre os quatro primeiros colocados na pesquisa.

Cenário 1

Lula (PT) – 54%
Jair Bolsonaro (PL) – 30%
Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 16%
Cenário 2

Lula (PT) – 50%
Sergio Moro (Podemos) – 31%
Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 19%
Cenário 3

Lula (PT) – 51%
Ciro Gomes (PDT) – 25%
Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 24%
Cenário 4

Lula (PT) – 52%
João Doria (PSDB) – 19%
Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 29%
Cenário 5

Ciro Gomes (PDT) – 45%
Jair Bolsonaro (PL) – 33%
Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 22%
Cenário 6

João Doria (PSDB) – 42%
Jair Bolsonaro (PL) – 33%
Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 25%
Cenário 7

Sergio Moro (Podemos) – 35%
Jair Bolsonaro (PL) – 28%
Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 37%
Metodologia
A pesquisa foi realizada com 1.000 entrevistados maiores de 16 anos de todas as regiões do país, pelo telefone, entre os dias 24 e 25 de janeiro de 2022.

A margem de erro máximo estimada é de 3.2 pontos percentuais para mais ou para menos, com um intervalo de confiança de 95,5% (se 100 pesquisas fossem realizadas, ao menos 95 apresentariam os mesmos resultados dentro da margem de erro).

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR 06408 2022.

Continuar lendo

Cotidiano

Quase 20 crianças de educandário de Rio Branco são vacinadas contra a Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado Saúde (Sesacre) realizou nesta semana uma ação de vacinação contra a covid-19 no Educandário Santa Margarida, em Rio Branco, onde 17 crianças com idades entre 5 e 11 anos foram imunizadas.

A atividade foi organizada por meio da equipe estadual do Plano Nacional de Imunização (PNI), que, em parceria com a coordenação do Educandário, disponibilizou as doses pediátricas, imunizantes que têm composição e frasco diferentes daqueles destinados a adultos e adolescentes.

Quanto a possíveis reações da vacina, Renata Quiles, coordenadora do PNI estadual, explicou que as mais comuns são semelhantes aos sintomas da gripe, como febre, dor de cabeça e mal-estar físico.

A coordenadora afirmou ainda que eventuais reações diferentes dessas devem ser comunicadas às equipes da Saúde para notificação, acompanhamento e tratamento da criança, até o desaparecimento dos sintomas.

Continuar lendo

Cotidiano

Pedreiro acusado de matar serralheiro a pauladas irá responder por homicídio

Publicado

em

A juíza Luana Campos aceitou a denúncia do Ministério Público do Estado contra o pedreiro Erickson Rodrigues Martins, de 40 anos, que agora irá responder junto ao Tribunal do Júri da 1ª Vara Criminal por crime de homicídio qualificado, que teve como vítima o serralheiro Wildes de Almeida Dantas, de 44 anos, no início deste ano.

De acordo com os autos da prisão em flagrante, o assassinato ocorreu por volta de 6h do dia 2 desse mês na frente de um bar da Rua Passarela, no bairro Nova Estação. Os dois homens já tinham discutido na noite anterior e trocado ameaças.

Wildes Dantas ingeria uma bebida alcóolica quando foi abordado por Ericson, que lhe pediu dinheiro para comprar drogas, o que lhe foi negado. O pedreiro saiu por alguns instantes e ao retornar portava uma ripa com a qual agrediu o serralheiro, que atingido em cheio na cabeça, caiu no chão. Ao ser socorrido, já estava sem vida.

Depois de cometer o crime, Erickson fugiu tomando rumo ignorado. Na manhã seguinte, por volta de 10h, foi surpreendido e preso por investigadores da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) quando trabalha na construção de uma residência da Estrada Juarez Távora, no bairro Alta Alegre. Levado para a delegacia especializada, acabou autuado e transferido para o presídio.

Continuar lendo

Cotidiano

Acre: mais de mil vagas para cursos de inglês, espanhol, francês, italiano e libras são abertos

Publicado

em

O edital do processo de matrícula para o 1º semestre de 2022, no Centro de Estudo de Línguas, para as cidades de Rio Branco e Cruzeiro do Sul foi lançado na edição do Diário Oficial desta quinta-feira, 27.

De acordo com o documento, serão ofertadas 1.085 vagas para cursos de inglês, espanhol, francês, italiano e libras, este último sendo as vagas exclusivas para a comunidade em geral.

No entanto, o edital deixa claro que as matrículas serão realizadas para ingresso nos cursos que serão ofertados de forma presencial, semipresencial ou remota, conforme orientações do Governo do Estado do Acre e da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes tendo em vista a pandemia da Covid-19 e suas variantes.

A pré-matrícula online dos alunos da rede pública começa no dia 14 de fevereiro e termina no dia 16 do mesmo mês. Caso haja vagas remanescentes, o prazo para matrículas da comunidade será de 21 de fevereiro até o dia 22 de fevereiro.

Quem pode se candidatar

Segundo o DOE, podem se candidatar às vagas os alunos da rede pública que estejam matriculados no Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano e no Ensino Médio, e também alunos de baixa renda, com bolsa de estudo integral (100% de gratuidade) em Instituição de Ensino Particular. Já as Pessoas da comunidade com Ensino Médio completo bem como alunos da Rede Particular de Ensino, do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e Médio, também podem se candidatar.

As aulas estão previstas para começar no dia 14 de março.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Content is protected !!