Conecte-se agora

Representantes da saúde fazem visita ao PS e cobram valorização aos profissionais de saúde

Publicado

em

O deputado estadual Jenilson Leite, acompanhado do presidente e do diretor do Sindicato dos Médicos do Estado do Acre, Dr. Guilherme Pullici, Dr. Francisco e do presidente Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Acre, o vereador Adilton Cruz, onde estivemos visitando o Pronto Socorro de Rio Branco para juntos ouvirem a classe trabalhadora e ter ciência de como está funcionando a unidade de saúde de urgência e emergência capital.

A partir da observação, in loco, serão propostas as medidas que o governo pode adotar para melhorar, tanto as condições de trabalho, a valorização dos profissionais e a aquisição de insumos.

Para o deputado Jenilson Leite, a necessidade de melhores condições de trabalho é urgente, principalmente a entrega de EPIs, além do reconhecimento a dedicação com melhores salários. “Depois de um ano de pandemia, nossos trabalhadores estão exaustos, pois tem lutado incansavelmente para salvar vidas. Eu que estou sempre aqui dentro, sei como é. Por isso, é necessário que o Estado valorize esses trabalhadores, fornecendo EPIs e melhorando os salários. É o melhor meio de reconhecer o serviço e a luta de cada um”, disse. O parlamentar que tem atuado nos hospitais na qualidade de infectologista para auxiliar os colegas de profissão e dezenas de acreanos que recorrem ao atendimento médico nos hospitais públicos.

O presidente do Sindmed, Guilherme Pulici, destacou que a visita foi bastante produtiva, pois foi possível detectar carências que são importantes para o melhor funcionamento do Huerb. “Essa visita foi produtiva, pois nos revelou as diversas carências no Pronto Socorro de Rio Branco, desde a falta de profissionais médicos, enfermeiros e fisioterapeutas na enfermaria do 3° andar, como a falta de medicamentos e insumos”, afirma.

Para o vereador e presidente do Sintesac, Adilton Cruz, a visita serviu para ter ciência da realidade do trabalho dos profissionais, o que possibilita fazer um diagnóstico da situação que estamos passando. “Vamos apresentar relatórios a nível da Assembleia Legislativa e sindical. Pois detectamos alguns pontos graves que precisam ser corrigidos, principalmente no tocante a estrutura de trabalho. Porque tem locais do Huerb que falta bomba de infusão e material de proteção individual, além dos medicamentos que são importantes e estão em falta”, disse.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas