Conecte-se agora

Inauguração da ponte do Rio Madeira é marcada para 29 de abril

Publicado

em

O governador Gladson Cameli recebeu do ministro da Infraestrutura em audiência durante o início da noite desta segunda-feira, 29, em Brasília, que a ponte sobre o Rio Madeira será inaugurada no fim do mês de abril. O evento deverá contar com a presença do presidente Jair Bolsonaro. O governador conseguiu também assegurar o início das obras do anel viário Brasileia-Epitaciolândia e a construção do Viaduto da Corrente, em Rio Branco.

Acompanhado do presidente do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), Petrônio Antunes, Gladson Cameli se reuniu com o ministro e com o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (Dnit), Antônio Santos Filho, para definir questões sobre obras que interessam ao estado do Acre.

Inicialmente, como fator essencial de desenvolvimento, Gladson falou da importância da inauguração da ponte sobre o Rio Madeira, já que a ponte ligará o Estado do Acre a Rondônia e ao resto do Brasil, sem riscos de interrupção no tráfego em decorrência de intempéries naturais, como enchentes.

“Este sonho vem alimentando as esperanças dos acreanos, já que não teremos mais problemas de isolamento terrestre na época de inverno amazônico. Teremos a ligação completada entre os oceanos Pacífico e Atlântico e o Brasil será altamente beneficiado nas exportações, que poderão ser feitas pelos portos do Peru, encurtando milhares de quilômetros da rota que é feita hoje”, explicou Gladson.

Tarcísio Freitas garantiu que a ponte será inaugurada no fim de abril, não especificando a data, devido a acertos na agenda do presidente Jair Bolsonaro; porém, inicialmente está marcada para o dia 29.

Anel Viário Brasileia-Epitaciolândia

Com relação ao início das obras do anel viário Brasileia-Epitaciolândia, o ministro Tarcísio disse que a ida do presidente Bolsonaro ao Acre poderá ser a oportunidade para que a ordem de serviço seja assinada e o sonho do anel viário comece a ser concretizado.

Com recursos iniciais assegurados pelo governo federal na ordem de R$ 20 milhões, o projeto visa promover uma rota alternativa rodoviária para o transporte regional entre municípios, evitando o intenso tráfego urbano, diversos cruzamentos em nível, número elevado de ciclistas e pedestres na faixa de domínio da rodovia e consequente elevado número de acidentes. A BR-317 serve como rota importante para o aumento das atividades comerciais, fomentando a economia e o turismo na região.

“A implantação e pavimentação do contorno rodoviário do município de Brasileia terá aproximadamente dez quilômetros de extensão. Já a ponte sobre o Rio Acre terá 250 metros de comprimento. Os dois projetos deverão beneficiar de forma direta 51 mil habitantes entre os municípios de Epitaciolândia, Brasileia, Assis Brasil e países vizinhos”, disse o presidente do Deracre, Petrônio Antunes.

Viaduto da Corrente

Por fim, atendendo mais uma solicitação do governador Gladson Cameli, o ministro garantiu ainda para este ano a construção do viaduto na localidade conhecida como “Corrente”, que fica no entroncamento da BR-364 e rodovia AC-40, na capital acreana.

“Para acelerar as obras do viaduto, daremos atenção especial ao local, considerando a obra eliminação de ponto crítico, já que sabemos dos transtornos que um entroncamento rodoviário sem infraestrutura condizente pode causar para a população”, disse o ministro.

No encerramento da reunião, o governador Gladson Cameli agradeceu ao diretor-geral do Dnit, Antônio Santos Filho, o empenho que o órgão tem demonstrado para solucionar os problemas no Estado do Acre que são inerentes à sua pasta.

Com informações da Agência de Notícias do Acre.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas