Conecte-se agora

Empresários entregam carta a Gladson com propostas para funcionamento do comércio

Publicado

em

Empresários de diversos seguimentos da economia acreana entregaram ao governador Gladson Cameli nesta sexta-feira, 26, na Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac), uma carta solicitando o envolvimento do setor produtivo no combate a pandemia do novo coronavírus. No documento, foram dadas sugestões que a classe classifica como eficazes na diminuição do contágio da doença.

Uma das propostas apresentadas é a inclusão de representantes do setor empresarial no Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 para dar suporte na elaboração de atos normativos relacionados ao funcionamento dos estabelecimentos comercias.

Outro ponto levantado é a adoção de medidas alternativas para evitar o chamado lockdown, que são as medidas mais restritivas impostas pelas autoridades no enfrentamento à pandemia.

A implementação de um plano de segurança sanitária para todas as empresas; assim como maior fiscalização dos órgãos competentes, sobretudo nos locais de maior aglomeração de pessoas, estão entre os apontamentos feitos no documento, que também inclui a necessidade de campanhas publicitárias alertando a população do atual cenário da pandemia e seus graves impactos na rede pública hospitalar e criação de um auxílio emergencial estadual.

“Nesse momento, temos que estar unidos porque o nosso inimigo é um só. O setor produtivo está muito preocupado e a nossa defesa é pela segurança da vida. Queremos poder trabalhar, evitar constrangimentos e apresentar alternativas que podem ser muito bem discutidas. O governo do Estado entendeu o nosso apelo e estamos agradecidos por isso”, explicou o presidente da Fieac, José Adriano Ribeiro

Gladson mostrou sua compreensão com o pedido dos empresários e reiterou sua determinação em prol do desenvolvimento socioeconômico do Acre.

“Sei o quanto os nossos empresários estão lutando para se manter de portas abertas nesta pandemia. Um estado rico e próspero depende de um setor privado forte. A minha principal torcida é que possamos sair dessa situação de uma vez por todas para que as empresas voltem a funcionar em sua normalidade, gerando emprego e ajudando o Acre a crescer”, enfatizou.

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas