Conecte-se agora

Gladson está demitindo quem pediu voto para ele, diz Petecão

Publicado

em

O senador Sérgio Petecão respondeu às declarações do governador Gladson Cameli nesta terça-feira, 23, após o chefe do Executivo estadual dizer que o parlamentar seria seu adversário futuramente na disputa pelo governo e que irá demitir todos os cargos comissionados indicados pelo senador.

Petecão garante que, independente de qualquer coisa, ele ajudou a eleger esse governo. “É como eu disse na campanha, que iria trabalhar como senador para  ajudar o Acre e estou ajudando”, diz.

Sobre a questão dos cargos indicados por ele que serão exonerados, Petecão afirma que quem manda é o Gladson. “Eu vou continuar  fazendo o meu trabalho. O momento não permite que eu, nem ninguém fique discutindo política ou candidaturas”, destaca.

O senador ressalta que ainda tem mais de um ano para as discussões de 2022. “Meu foco agora, e de toda a bancada federal  é tentar viabilizar as vacinas. Estamos em conversa com o governo federal. Só a Perpétua [Almeida] colocou mais de R$ 10 milhões para compra de vacinas”.

Petecão diz que todos os parlamentares estão pedindo socorro aos países. “Quanto a demissão dos cargos, quem vai decidir é o governador. Esse povo que tá aí no governo é o povo que foi para rua trabalhar e pedir voto paro o Gladson. Nós dizemos a nossa parte, que foi lutar para ele virar governador. No meu mandato, vou ajudar até o último dia”, garante.

Por fim, Petecão diz não ter vaidade de ser candidato a governador. “O Acre tem sido muito generoso. Comigo não tem briga não, o Petecãozinho é só paz e amor”.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas