Conecte-se agora

Novo ranking põe Rio Branco entre as piores em saneamento

Publicado

em

O Instituto Trata Brasil publicou nesta segunda-feira (22) o Ranking do Saneamento 2021, reafirmando o quanto o Acre cuida mal dessa área. Rio Branco, por exemplo, aparece no ranking das piores cidades (92º lugar entre 100) junto com Belford Roxo (RJ), Ananindeua (PA) ou Duque de Caixas (RJ), entre outras.

O Trata Brasil diz que entre as capitais, pela primeira vez São Paulo-SP aparece como a mais bem colocada (8ª), seguida de Palmas-TO (13ª), Curitiba-PR (16ª), Goiânia-GO (18ª) e Brasília-DF (20ª). Gesner Oliveira, sócio da GO Associados, pontua a preocupação ao ver capitais nas últimas posições. “Ver cidades desse porte com indicadores baixos em saneamento é ruim, mas quando temos capitais, como Macapá, Porto Velho, Belém e Rio Branco nas últimas posições, o cenário é muito pior, pois são referências em seus estados”, disse Oliveira, consultor que avalia o ranking.

Édison Carlos, presidente executivo do Instituto Trata Brasil, chama atenção para o abismo que cada vez mais separa as cidades nas primeiras e nas últimas posições do Ranking. “Vimos com preocupação que os municípios mais bem colocados se mantém entre os que mais investem, enquanto as cidades que mais precisam evoluir persistem com baixos investimentos em água e esgotos. Se nada mudar, ampliaremos a noção de termos dois “Brasis” … o dos com e o dos sem saneamento”.

Há uma tentativa de reverter para o município o serviço de abastecimento de água de Rio Branco. Em outra ação, já bastante adiantada, os governo Federal e Estadual atuam para privatizar o Depasa.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas