Conecte-se agora

Não é um negacionista, isso salvou vidas! 

Publicado

em

NÃO TEM O CHAMADO GESTOR PERFEITO. Mas, quanto ao enfrentamento da pandemia, pode-se até se tecer críticas pontuais contra uma ou outra ação não realizada pelo governador Gladson Cameli, mas no somatório geral tem muito mais prós do que contra. 

Só o fato de não ser um negacionista da ciência, não ter embarcado na canoa de acolhimento de medicamentos sem comprovação científica contra a Covid, por certo salvou muitas vidas de acreanos, e o número de mortos pela doença; por certo, sem a sua ação, seria bem maior do que as atuais estatísticas.

 No debate sobre Saúde não cabe colocar em discussão a ideologia, de que lado político se encontra o gestor, porque o que se encontra em jogo são vidas. O governo através da SESACRE faz o que tem que ser feito, o que é preconizado pela Organização Mundial de Saúde, não adianta os negacionistas virem com a defesa de remédios contra verme e contra a malária, como eficazes contra o Covid, apenas porque estes placebos são defendidos pelo mentor político. 

Se estes placebos contra a Covid fossem eficazes, estariam sendo usados no tratamento pelas unidades de saúde do primeiro mundo. Não se tocaram? Independente se vai agradar ou não estes setores, o bom senso aponta para que o governador continue respeitando a ciência, e ficando longe de política na pandemia. Não há lugar para o debate da politicagem.

CUSPINDO FOGO

UM ASSESSOR do governador vem sendo chamado pela maioria dos caciques que estavam na coligação que levou o Gladson Cameli ao governo, de “Senhor Maldade”.

ILAÇÕES OU NÃO, ESTÃO RAIVOSOS

Não sei se estes caciques estão com razão, se é uma ilação, mas debitam todas as ações tomadas contra eles pelo Gladson, como demissões e ataques a esta figura.

PODE ATÉ NÃO SER

PODE O MENTOR nem ser este assessor, tudo se partir de suposições, mas colocaram isso na cabeça e não tiram. E prometem o troco, quando tiverem oportunidade de dar.

PAMONHA NO BALDE

O PECUARISTA Nenê Junqueira, cuja indicação do nome para secretário de Agricultura, pode até não emplacar, pela confusão política que causou, mas se ele emplacar teremos canjica e pamonha no balde o ano todo, tem prometido plantar milho até em vereda de paca.

JOGADO NO FURACÃO

PELO que tenha acompanhado nos debates públicos e nos bastidores políticos, colocaram este rapaz, que é um empresário de sucesso; um empreendedor, de graça no olho do furacão de uma briga que virou política.

MOTIVO DA CONFUSÃO

A QUESTÃO toda foi a dupla Márcio Bittar-Aldemir Lopes fazer a negociação com o governador Gladson sem poder de decisão final no MDB, cujo presidente é o deputado federal Flaviano Melo (MDB), e que não foi ouvido.

UMA BOA AVANÇADA

COMO O LOTE de vacinas com 30 mil doses que chegou na capital deverá ser usado na totalidade, sem guardar a segunda dose, a vacinação na capital deve avançar muito.

TEMPO DE CALMARIA

O TEMPO DE CALMARIA política devido ao cenário de pandemia, vem ajudando o novo líder do governo na ALEAC, deputado Pedro Longo (PV), a ir conhecendo os atalhos do cargo, e a buscar o diálogo com a oposição.

SEM CHANCE DE VOLTA

QUEM TEM CONVERSADO com o vice-governador Rocha conta não vê possibilidade de seu reatamento com o governador Gladson e sim que, vão continuar separados.

POSSIBILIDADE ZERO

O VICE-ROCHA nega o boato que correu o colocando como candidato a governador, não decidiu ainda que cargo disputará, mas tem se dedicado a fazer política.

INVESTIDA NA ALIANÇA

UM TUCANO de alta plumagem revelou ontem ao BLOG que, assim que for concretizada a saída da deputada federal Mara Rocha (PSDB) para outro partido, vão partir para convencer o governador Gladson a se filiar no PSDB.

ÚNICO EMPECILHO

A PERMANÊNCIA da deputada federal Mara Rocha no PSDB é o único empecilho que o grupo tucano vê para tentar atrair o governador Gladson Cameli para o partido.

UM PEQUENO PROBLEMA

É CERTO que o candidato a ser lançado no próximo ano pelo PSDB para a presidência será adversário do presidente Bolsonaro. Quem vier para o PSDB, será neste cenário. Entra a pergunta: o Gladson toparia este jogo?

SAINDO BEM

O VEREADOR Arnaldo Barros (PODEMOS) vem se saindo bem nos primeiros meses de mandato, com um forte trabalho social e de cobranças por mais ações municipais.

MORTO POLITICAMENTE

O VEREADOR que se dedicar a ser omisso durante o mandato, não exercendo o papel destinado pelas urnas de fiscalizar as ações da prefeitura, está morto na política.

RECUO FAZ PARTE DO JOGO

ANTES TARDE DO QUE nunca, o prefeito de Epitaciolândia, Delegado Sérgio Lopes, decidiu não confrontar mais as ações do governo na defesa da vida.

SEM CLIMA JURÍDICO

A DECISÃO da presidente do Tribunal de Justiça, Desembargadora Valdirene em derrubar a sua posição negacionista de abrir tudo na pandemia, foi didática.

TIROU DO ZERO

O PRESIDENTE DO PROS, Francisco Deda, conseguiu transformar o partido de nanico inexpressivo de gaveta, em sigla mediana, com deputado, prefeito e vereadores em vários municípios. No seu comando, o PROS cresceu.

FICA NO PSDB

O BLOG TEM INFORMAÇÃO de que, mesmo amigo do vice-governador Rocha, o deputado Luiz Gonzaga (PSDB) não sairá da sigla com a deputada federal Mara Rocha (PSDB).

CHAPA FECHADA

O SENADOR SÉRGIO PETECÃO (PSD)tem sido procurado por deputados estaduais para entrar no partido, mas tem negado o acesso. Não abre mão de, em 2022, fazer uma chapa de candidatos á ALEAC, sem deputados estaduais.

NÃO TEM MAIS JEITO

QUANDO SE PENSA que o presidente Jair Bolsonaro finalmente aderiu à ciência, partindo para a compra massiva de vacinas, vem com a história de cloroquina aspirável. E pior é que tem gente que crê no placebo.

OPTOU PELA GALHOFA

TIVESSE o governo federal desde o aparecimento do Covid-19 tomado a iniciativa de encomendar vacinas, por certo o país estaria hoje com grande parte da população vacinada. Mas, optou por fazer galhofa do poder do vírus.

MANIFESTO CONTRA A VIDA

CORRE na internet um manifesto de empresários (sem identificação) pregando uma insurreição e desobediência civil aos atos editados pelo governo e prefeitura para salvar vidas, a partir de agora. Esquecem que, não estão acima da lei. E, que vivemos num Estado de Direito.

OS PRIMEIROS A APONTAR O DEDO

QUANDO TIVER gente morrendo na fila na espera de vaga na UTI, e por acaso algum deles contrair a Covid, fretam um jatinho e vão se tratar em São Paulo, o que não pode fazer o resto da população. E, serão os primeiros a apontar o dedo da acusação contra o governo e prefeitura por omissão. Não respeitam as famílias dos mortos? É um desafio que fazem ao MP e ao Judiciário.

QUADRO DE TERROR

E TUDO isso dentro de um quadro de terror em que o aumento de casos e mortes na pandemia poderá chegar ao seu clímax deste restante de março até abril. Mas, nada comove um negacionista da ciência, nada, nada!

CENÁRIO DE CAOS

O CENÁRIO previsto pelo governador Gladson é de um caos no sistema de saúde do estado. Fiquem em casa.

NENHUM MOTIVO

O ALERTA DO SINDICATO DOS MÉDICOS sobre a falta de insumos na Saúde não deve ser encarado pela SESACRE como um embate, mas como uma contribuição para a melhoria do atendimento à população.

FRASE MARCANTE

“discurso é igual vestido. Não pode ser tão curto que escandalize nem tão longo que entristeça”. José de Alencar, ex-vice presidente da República, já falecido.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.