Conecte-se agora

Rio Branco volta a ter correria e aglomeração antes de lockdown do final de semana

Publicado

em

Moradores de Rio Branco voltaram a registrar correria e movimentar os estabelecimentos comerciais no final da tarde desta sexta-feira, 19, dia em que antecede o segundo final de semana de lockdown.

Dezenas de supermercados, postos de gasolina e ruas tiveram aglomeração de pessoas em busca de mantimentos e abastecimento.

Por conta do aumento dos casos e mortes provocados pela pandemia de Covid-19, o governo iniciou no final de semana passado o lockdown, onde só tem permissão para funcionar serviços essenciais como hospitais e farmácias. As demais atividades funcionam sem qualquer tipo de atendimento ao público.

Por volta das 15 horas desta sexta, 19, já se formavam filas em alguns supermercados da capital. Quem deixou para ir às compras de última hora precisou de paciência e teve de esperar do lado de fora.

O governo espera com a medida provocar uma diminuição dos casos da doença, já que o sistema de saúde do Acre chegou ao limite e não há mais vagas para novos pacientes, principalmente os mais graves que necessitam de uma UTI.

Fotos: Sérgio Vale/ac24horas.com (todos os direitos reservados)

Cotidiano

Jovem morre no PS de Rio Branco após ser baleado em beco próximo ao Ginásio Coberto

Publicado

em

Rafael da Silva Nunes, de 23 anos, foi ferido a tiros em via pública na madrugada desta quinta-feira, 8, no beco do Ginásio Coberto, situado no bairro Aeroporto Velho, na região da Baixada da Sobral, e morreu no Pronto-Socorro de Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, Rafael e um amigo ainda não identificado estavam em uma bicicleta, quando foi ferido a tiros no beco. Moradores ao escutarem seis disparos da arma de fogo foram averiguar o que havia acontecido e encontraram Rafael caído no solo e sangrando. Após a ação o autor do crime fugiu do local.

A ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e pediram apoio da ambulância de suporte avançado que encaminhou o paciente ao Pronto-Socorro de Rio Branco em estado de saúde gravíssimo.

Ao dar entrada ao hospital Rafael não resistiu aos ferimentos e morreu no centro cirúrgico.

Policiais Militares estiveram no local e em seguida fizeram patrulhamento na região em busca de prender o acusado de ferir a vítima, mas ele não foi encontrado.

O corpo de Rafael foi levado do Pronto-Socorro ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos.

A polícia acredita que o crime pode estar relacionado a guerra entre organizações criminosas.

O caso segue sob investigação dos agentes de Polícia Civil da Equipe de Pronto Emprego (EPE), da Delegacia Especializada de Investigação Criminal (DEIC).

Continuar lendo

Cotidiano

Dupla armada invade hospital de Eduardo Velloso e leva dinheiro de cofre

Publicado

em

O Hospital Oftalmológico do Acre (HOA), de propriedade do médico e deputado federal eleito, Eduardo Velloso, foi vítima de um assalto na manhã desta quinta-feira, 8, no centro de Rio Branco.

As informações prestadas ao ac24horas por testemunhas da ocorrência são de que dois homens armados invadiram o hospital e levaram todo o dinheiro que estava em um cofre. De acordo com as primeiras impressões, o assalto foi planejado com antecedência, já que os criminosos foram direto à sala onde fica o cofre e já sabiam a data que a responsável pelas finanças da empresa abre o cofre para retirar o dinheiro e depositar na agência bancária.

Os bandidos eram jovens, usavam boné e máscaras. Como é comum neste tipo de crime, os assaltantes estavam em uma motocicleta que foi usada para fuga. “Eles sabiam até onde era a sala e vieram somente com o objetivo de pegar o dinheiro do hospital. A impressão é de que foi tudo bem planejado. Ainda levaram dois celulares de pacientes”, conta a testemunha.

Não há ainda informações de quanto foi levado pelos bandidos. O ac24horas procurou Eduardo Velloso, mas o médico não se pronunciou até o momento.

Continuar lendo

Cotidiano

MP do Acre realiza seminário para discutir desinformação envolvendo vacinas

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) realizou, nesta quarta-feira, 7, o seminário “Os desafios do Ministério Público brasileiro diante do cenário de desinformação sobre a vacinação”. O evento discutiu o combate às informações falsas a respeito das vacinas e contou com palestras dos pesquisadores Dra. Natalia Pasternak e Dr. Wanderson Oliveira e da coordenadora do Programa Nacional de Imunização, Renata Quiles.

Ao fazer a abertura do seminário, o procurador-geral de Justiça Danilo Lovisaro do Nascimento reiterou o compromisso do Ministério Público do Acre em promover atividades de diálogo e conscientização, visando a retomada de índices seguros e homogêneos de cobertura vacinal, que enfrenta sucessivas quedas nos últimos anos.

“É papel do Ministério Público combater a desinformação em todos os aspectos e estamos trabalhando de forma efetiva para enfrentar a desinformação referente à vacinação. Recentemente estive no Conselho Nacional do Ministério Público e assinei o termo de adesão ao Pacto Nacional pela Consciência Vacinal, que visa a retomada, por meio de campanhas, dos índices seguros de cobertura vacinal e da cultura de vacinação”, disse o procurador-geral.

A secretária estadual de Saúde do Acre, Paula Mariano, acompanhou as palestras e parabenizou a iniciativa do MPAC em convidar especialistas para disseminar informações importantes sobre a eficácia e segurança das vacinas. “O MP é um dos grandes defensores da saúde e da nossa população. Parabenizo a instituição pelo tema do seminário, pois a desinformação hoje é a nossa maior ameaça”, afirmou.

O papel do Ministério Público em conscientizar sobre a eficácia das vacinas também foi mencionado pelo secretário-geral, promotor de Justiça Glaucio Ney Shiroma Oshiro, que fez a medição das palestras da Dra. Natália Pasternak e do Dr. Wanderson Oliveira. “O Ministério Público está dando sua contribuição ao Pacto Nacional pela Vacinação, para que a gente possa suscitar discussões e nos aprofundar de maneira séria no tema, levando os direitos da população a sério e destacando que saúde pública não é apenas estratégia, ela é necessidade”, enfatizou.

Também compuseram o dispositivo de honra, a procuradora-geral adjunta para Assuntos Administrativos e Institucionais, Rita de Cássia Nogueira, o corregedor-geral Álvaro Luiz Pereira e a coordenadora do Centro de Apoio Operacional (Caop) de Defesa da Saúde Pessoa Idosa e Pessoa com Deficiência, procuradora de Justiça Gilcely Evangelista.

Palestras

O ciclo de palestras do seminário iniciou com uma apresentação da coordenadora do Programa Nacional de Imunização no Acre, Renata Quiles, que fez o levantamento dos números da cobertura vacinal no estado, destacando o preocupante cenário de queda na procura por imunização. A apresentação foi mediada pelo promotor de Justiça da Promotoria Especializada de Defesa da Saúde, Ocimar Sales Júnior.

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) realizou, nesta quarta-feira, 7, o seminário “Os desafios do Ministério Público brasileiro diante do cenário de desinformação sobre a vacinação”. O evento discutiu o combate às informações falsas a respeito das vacinas e contou com palestras dos pesquisadores Dra. Natalia Pasternak e Dr. Wanderson Oliveira e da coordenadora do Programa Nacional de Imunização, Renata Quiles.

Ao fazer a abertura do seminário, o procurador-geral de Justiça Danilo Lovisaro do Nascimento reiterou o compromisso do Ministério Público do Acre em promover atividades de diálogo e conscientização, visando a retomada de índices seguros e homogêneos de cobertura vacinal, que enfrenta sucessivas quedas nos últimos anos.

“É papel do Ministério Público combater a desinformação em todos os aspectos e estamos trabalhando de forma efetiva para enfrentar a desinformação referente à vacinação. Recentemente estive no Conselho Nacional do Ministério Público e assinei o termo de adesão ao Pacto Nacional pela Consciência Vacinal, que visa a retomada, por meio de campanhas, dos índices seguros de cobertura vacinal e da cultura de vacinação”, disse o procurador-geral.

A secretária estadual de Saúde do Acre, Paula Mariano, acompanhou as palestras e parabenizou a iniciativa do MPAC em convidar especialistas para disseminar informações importantes sobre a eficácia e segurança das vacinas. “O MP é um dos grandes defensores da saúde e da nossa população. Parabenizo a instituição pelo tema do seminário, pois a desinformação hoje é a nossa maior ameaça”, afirmou.

O papel do Ministério Público em conscientizar sobre a eficácia das vacinas também foi mencionado pelo secretário-geral, promotor de Justiça Glaucio Ney Shiroma Oshiro, que fez a medição das palestras da Dra. Natalia Pasternak e do Dr. Wanderson Oliveira. “O Ministério Público está dando sua contribuição ao Pacto Nacional pela Vacinação, para que a gente possa suscitar discussões e nos aprofundar de maneira séria no tema, levando os direitos da população a sério e destacando que saúde pública não é apenas estratégia, ela é necessidade”, enfatizou.

Também compuseram o dispositivo de honra, a procuradora-geral adjunta para Assuntos Administrativos e Institucionais, Rita de Cássia Nogueira, o corregedor-geral Álvaro Luiz Pereira e a coordenadora do Centro de Apoio Operacional (Caop) de Defesa da Saúde Pessoa Idosa e Pessoa com Deficiência, procuradora de Justiça Gilcely Evangelista.

Palestras

O ciclo de palestras do seminário iniciou com uma apresentação da coordenadora do Programa Nacional de Imunização no Acre, Renata Quiles, que fez o levantamento dos números da cobertura vacinal no estado, destacando o preocupante cenário de queda na procura por imunização. A apresentação foi mediada pelo promotor de Justiça da Promotoria Especializada de Defesa da Saúde, Ocimar Sales Júnior.

A pesquisadora da Universidade de Columbia e presidente do Instituto Questão de Ciência, Natália Pasternak deu seguimento ao evento com uma palestra intitulada “Hesitação e desinformação vacinal”. A comunicadora científica, doutora em genética bacteriana, abordou o contexto histórico dos movimentos anti vacinas, destacando as causas que intensificam esses movimentos e possíveis maneiras de superá-los.

Encerrando o ciclo de palestras, o pesquisador do Ministério da Defesa e professor universitário, Wanderson Oliveira, ministrou uma palestra apresentando o cenário atual da vacinação no país e como as baixas taxas de cobertura ameaçam o cenário atual da vacinação no país e como as baixas taxa de cobertura ameaçam a população brasileira. O doutor em epidemiologia mencionou a importância de ações visando o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Programa Nacional de Imunização (PNI).

Com informações da assessoria de comunicação do MPAC.

Continuar lendo

Cotidiano

Secretaria de Educação de Rio Branco abre inscrições para eleições de diretor

Publicado

em

A prefeitura de Rio Branco anunciou nesta quinta-feira, 8, o período de inscrições para o processo de eleição direta e secreta para as escolas municipais para o período do quadriênio 2023/2026. As inscrições estarão abertas nos dias 13 e 14 de dezembro de 2022, das 7h às 11h e das 13h às 17h, nas unidades onde o candidato irá concorrer à eleição, ocasião em que deve ser entregue para a Comissão Eleitoral Escolar, o seu respectivo Plano de Trabalho. A participação na eleição estará condicionada à aprovação na primeira etapa.

Podem participar da eleição, os servidores que obtiveram a frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) da carga horária (desenvolvida na modalidade) de Ensino a distância) – EaD, 100% no encontro presencial e alcançaram o aproveitamento mínimo de 70% (setenta por cento) na prova.

A Comissão Eleitoral da escola será composta por representação paritária dos membros da comunidade escolar (professores, funcionários, pais ou responsáveis e alunos), convocada e nomeada pelo Conselho Escolar de cada unidade educativa, de acordo com a lei.

Além dos professores e servidores de apoio, terão direito ao voto, alunos matriculados, no primeiro segmento da Educação de Jovens e adultos (EJA), a partir de 16 (dezesseis) anos de idade, que possuam frequência superior a 75% (setenta e cinco por cento) das aulas no bimestre anterior a data da eleição, pais, mães ou responsáveis dos alunos, cujos filhos estejam regularmente matriculados e com frequência superior a 75% (setenta e cinco por cento) das aulas do bimestre anterior a data da eleição.

A eleição acontece no próximo dia 19 de dezembro, nas próprias escolas, tendo início às 8 e término às 17 horas. Nas escolas que funcionam em três turnos, a votação vai até às 20 horas.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.