Conecte-se agora

MEC reforça pedido para educadores entrarem na lista de prioridade da vacina

Publicado

em

Pedido vem sendo feito desde outubro do ano passado, segundo Ministério da Educação

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, reforçou ontem (16), durante encontro com Eduardo Pazuello, o pedido ao Ministério da Saúde para que professores façam parte do grupo prioritário na vacinação contra a Covid-19. O Ministério da Educação (MEC) estima que o país tem entre 2,3 milhões e 3 milhões de professores.

Um outro pedido havia sido feito, em outubro do ano passado, solicitando prioridade de vacinação para os professores e os demais profissionais da área.

Trecho do documento enfatiza a necessidade de vacinar o quanto antes estes profissionais: “Assim, considerando a relevância da retomada das aulas presenciais, com vistas à oferta do ensino de qualidade e ao ambiente de aprendizagem seguro, ressalta-se a importância da inclusão da comunidade escolar, compreendida por estudantes, profissionais da educação e colaboradores nos grupos prioritários para a vacinação contra o novo coronavírus”.

No último dia 03 deste mês, os profissionais da educação que lidam diretamente com o 1º e 2º ano do ensino fundamental foram incluídos no grupo prioritário para receber a vacina contra Covid-19, após apelos da categoria. 

Em relação ao possível retorno às aulas, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou que “o governo federal planeja metas para o retorno gradual ao ensino presencial, mas que esse retorno não acontecerá a qualquer preço e, sim, com critérios e decisões que respeitem a dimensão continental do Brasil e as diferentes condições sanitárias das regiões”.

O ministrou afirmou, ainda, que no momento não é possível firmar datas, tendo em vista a atual situação da pandemia de Covid-19, e que o assunto depende de cada situação local. 

Retorno híbrido

Dados da pesquisa da ABED mostram que 68% dos estudantes preferem aguardar a vacina antes de retornar às aulas presenciais e 40% acreditam que o ensino híbrido é a melhor opção para o pós-pandemia.

Levantamento conduzido pela Fundação Lemann Dentre mostrou que como uma das alternativas para salvar o ano letivo, 92% dos pais defendem a continuidade das atividades virtuais em casa, em conjunto com as aulas presenciais (ensino híbrido).

Diante da impossibilidade de aulas presenciais, como medida de proteção contra o novo coronavírus, as aulas via internet se tornaram ferramentas aliadas para o ensino. Segundo o MEC, mais de 76 mil escolas públicas, em cerca de cinco mil municípios, receberam verbas do programa Educação Conectada para implementar projetos de educação a distância, com investimento total de aproximadamente 250 milhões de reais.

Muitas escolas particulares já adotaram medidas de proteção para o retorno às aulas. A instituição Neo Gênesis Colégio e Curso, localizada em João Pessoa, é uma das que estão preparadas para receber os estudantes com toda a segurança exigida pelos protocolos de prevenção à Covid-19. “Estamos seguindo todas as recomendações ditadas pelo governo. Tomamos todos os cuidados para não haver aglomeração, cuidados com a sinalização, disponibilização de álcool em gel, modificamos o bebedouro para facilitar que os alunos bebam água em garrafinhas individuais e vamos fechar algumas áreas da escola”, diz o diretor Phelipe Ferreira.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Cotidiano

Vereador pede reflexão de Bocalom após situação do Saerb

Publicado

em

O vereador Fábio Araújo (PDT) usou a Tribuna da Câmara de Rio Branco nesta terça-feira, 19, para cobrar do prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, propostas mais exequíveis em relação a sua gestão.

A cobrança ocorreu em referência a fala do prefeito de Rio Branco em criar uma empresa municipal de transporte coletivo de Rio Branco e a situação envolvendo a reversão do sistema de Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco (Saerb).

“O prefeito tem muita boa vontade, mas falta gestão e uma equipe boa ao seu lado. Temos quatro secretárias descobertas, sem secretários à frente, na qual outros secretários ficam à frente, mas que sequer conseguem dar conta das suas. É uma sobrecarga que finda não cuidando nem de A e nem de B”, afirmou o parlamentar.

“Essa preocupação do Saerb não é só nossa, mas de toda a população e quem acompanha o jornal tem matéria todo dia que falta água, esgoto ou drenagem estourada. Em breve, o sistema será do município e não tem um plano do executivo. Não temos tempo, já se passaram dez meses e em dois meses não vai ter como fazer, precisamos de uma solução e resposta do Executivo. Trago essa reflexão porque o prefeito pensa em criar uma empresa municipal de ônibus, se a gente não se dar conta nem de uma empresa municipal de saneamento. Temos que refletir e pensar e trazer propostas viáveis para o nosso município. Já se passaram dez meses e a gestão tem que apresentar soluções para os problemas imediatos”, acrescentou.

Continuar lendo

Cotidiano

Homem morre ao receber descarga elétrica em cooperativa de açaí

Publicado

em

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada na manhã desta terça-feira, 19, para atender uma ocorrência de incêndio na Cooperativa de Açaí situada no bairro Floresta Sul, em Rio Branco. Porém, quando chegaram ao local, os militares verificaram se tratar de um corpo carbonizado que estava dentro da subestação de alta tensão da empresa, por isso a fumaça avistada por populares.

A Polícia Militar e o Instituto Médico Legal (IML) foram acionados. A companhia de energia também foi acionada e fez o desligamento da rede elétrica do ambiente para segurança dos profissionais que fizeram fazer a retirada do corpo.

A vítima estava sem documentos e por isso não foi possível fazer a identificação da mesma. A perícia irá apurar as causas da morte. A priore, a Cooperativa se encontra desativada. O Corpo de Bombeiros acompanhou a ocorrência no local.

Continuar lendo

Cotidiano

Vereador diz que retomada das aulas teve falta de merenda, EPIs e álcool vencidos

Publicado

em

O vereador Emerson Jarude (MDB), usou a Tribuna da Câmara de Rio Branco desta terça-feira, 19, para criticar a falta de organização da prefeitura de Rio Branco em relação à volta às aulas na capital.

Na sessão, o vereador expôs fotos e vídeos acerca da sua fiscalização nas escolas do município.

De acordo com o parlamentar, faltou Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os servidores, condições de nas escolas e foram entregues recipientes com álcool em gel vencido.

“Os itens de segurança não foram sequer entregues. A Prefeitura não se preocupou nem em fazer a substituição dos professores. Tem escola que só vai retomar as aulas no próximo ano, por culpa da falta de planejamento e organização da prefeitura da capital. Esse é o caso da Escola Mariana da Silva Oliveira. Eu nunca vi a merenda ser tão sucateada como agora. Não tem sequer leite para as crianças”, denuncia o parlamentar.

Continuar lendo

Cotidiano

Batalhão de Trânsito faz 424 abordagens em três dias após críticas de promotor do Acre

Publicado

em

Foto: Jean Messias/PM

A Polícia Militar do Acre divulgou no início desta semana que o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPtran) realizou durante o último fim de semana, em duas operações (Álcool Zero e Trânsito Seguro) ao menos 424 abordagens a motoristas em ruas de Rio Branco.

A informação veio pouco depois de o promotor da Vara de Segurança Pública do Estado, Tales Tranin, pedir o retorno das blitzes para coibir acidentes na capital acreana. Segundo a PM, as ações que ocorreram nos últimos dias tentam reduzir o número de acidentes de trânsito.

Conforme relatório do BPtran, entre sexta-feira, 15, e domingo, 17, a corporação realizou cinco operações, exclusivamente de trânsito, nas quais foram abordados 424 condutores de veículos automotores, resultando em 28 motoristas notificados por dirigir sob influência de álcool, 13 pessoas por dirigir sem possuir habilitação e 89 condutores estavam com alguma outra irregularidade, mas que não os incapacitava a seguirem viagem.

Ainda segundo o relatório, oito veículos foram removidos ao pátio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), por estarem em desacordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), e três pessoas foram presas em flagrante pelo crime de embriaguez ao volante.

De acordo com aspirante a oficial da PMAC, Barbosa Cruz, a diferença entre dirigir sob influência de álcool e flagrante de embriaguez é determinada pela quantidade do teor alcoólico constatada pelo bafômetro no organismo do motorista ou por sinais visíveis da embriaguez.

“Flagrante de embriaguez é quando o condutor dirige com teor de álcool a partir de 0,34 mg/l de ar alveolar ou quando o agente de trânsito percebe mais de um sinal de alteração da capacidade psicomotora do motorista”, explica o policial militar do BPtran.

Com informações da Agência de Notícias do Acre

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas