Conecte-se agora

A mãe de todas as batalhas

Publicado

em

O EX-SENADOR JORGE VIANA terá em 2022 um desafio a superar, talvez maior do que teve na sua primeira eleição para governador, que é o de articular o PT para tornar o partido competitivo na disputa de vagas na Assembleia Legislativa, Câmara Federal, Governo e Senado. Será a primeira eleição estadual depois da fragorosa derrota que sacou a sigla do Palácio Rio Branco, não conseguiu eleger um deputado federal, ficou sem a vaga do Senado, e reduziu a sua bancada na ALEAC. 

A eleição municipal, em que não conseguiu eleger um vereador na capital, indica que o desgaste da perda do poder depois de 20 anos não foi superado pelo eleitorado. A possibilidade de fazer o governo aponta ser mínima, os principais nomes petistas como Raimundo Angelim, Marcus Alexandre, Daniel Zen, Léo de Brito, e o próprio Jorge têm outros focos. Angelim e Léo tendem tentar voltar a ser deputado federal, Marcus Alexandre e Daniel Zen buscar vagas na ALEAC, e o Jorge Viana ser candidato ao Senado, sonho que o persegue, depois da burrada estratégica do seu partido de lançar dois candidatos, o que foi fatal para a perda do seu mandato. 

Há todo um meticuloso trabalho de aglutinação, que vem sendo feito nos bastidores pelo Jorge Viana, por designação partidária. É cedo para se fazer uma projeção dentro do PT, sem saber quem será o nome para senador do adversário. Se o Gladson Cameli disputar o governo, é um cenário; se disputar a reeleição, teremos um cenário diferente.

 O certo é que, a liberação do Lula para brigar pela presidência deu outro ânimo ao PT regional, mas lembrar ser a eleição estadual paroquial, sem simbiose com a eleição presidencial. Mas, em qualquer cenário, não é recomendável considerar o JV fora da disputa do Senado. 2022 será a mãe de todas as batalhas para o PT no estado.

BRUTALIDADE, NÃO É VIRTUDE!

SEMPRE RESSALTEI nos meus comentários o perfil honesto do Tião Bocalom, como sua virtude. Esperava que, a luta que teve, os problemas que enfrentou, os percalços da vida ao longo de décadas para chegar ao poder, lhe acrescentasse outras virtudes: a da humildade, ter um coração brando, ser do diálogo, mas parece que a vitória para prefeito de Rio Branco o tornou rancoroso, bruto, ao ponto de não se comover com a humilhação, o spray de pimenta na cara, de que foram vítimas a classe humilde dos Garis. O que mais trouxe perplexidade foi jactar-se de ter chamado a PM e afirmar que, chamará outras vezes. Na gestão, se pode ser reto sem perder a ternura. Ainda é tempo de abrandar o seu coração, Bocalom.

CONFESSO QUE NUNCA VI

AO LONGO de décadas de jornalismo, não conhecia até aqui um episódio de um prefeito se tornar quase que unanimidade negativa em pouco mais de dois meses de gestão. Pois, o Bocalom conseguiu este recorde negativo no povão e na classe política. Apanhou de A a Z. Foi uma reação negativa avassaladora contra sua popularidade.

NADA TERIA ACONTECIDO

AO ASSUMIR em janeiro, se discordava do valor a ser pago ás empresas terceirizadas, que buscasse um acordo judicial para pagar os Garis e discutir nos tribunais o valor restante da execução do contrato. Mas não, preferiu o confronto. Que a cena de triste memória, não se repita.

MUDANDO DE ASSUNTO

SAINDO DA CENA DANTESCA para a sucessão estadual. O governador Gladson se trancou e não fala sobre política, mas os que o cercam garantem que sairá à reeleição.

NÃO HÁ COMO MUDAR O FOCO

COM AS MORTES se avolumando, as contaminações aumentando no estado, o sistema de saúde em colapso, não é mesmo tempo de ser falar em assuntos políticos.

DEIXOU EM ABERTO

NA ENTREVISTA ao programa “Boa Tarde, Cidade”, apresentado pelo jornalista Astério Moreira, a ex-prefeita Socorro Neri não descartou disputar um mandato na eleição do próximo ano. Fez uma gestão que lhe cacifa.

REGRAS DO JOGO

QUE MUDANÇA na regra do jogo vai acontecer, isso é certo, por isso exige-se de quem quer ser candidato cautela até se conhecer quais as mudanças eleitorais.

CHAPA COMPETITIVA

O MDB pode formar uma chapa para deputado federal competitiva com Flaviano Melo, Mazinho Serafim, Jéssica Sales e Roberto Duarte, e completar com outros nomes.

TIRO PELA CULATRA

NA ELEIÇÃO municipal tudo o que foi planejado pelo MDB não deu certo, esperava eleger dez prefeitos. Perdeu nos maiores colégios eleitorais, e fez apenas cinco prefeitos.

SEM O MELÉ DO JOGO

O PLANEJADO pelo MDB era chegar na mesa de discussão da sucessão estadual com cartas decisivas para colocar o governador Gladson na parede, faltou combinar com o eleitor. Chegará bem menor do que a cúpula imaginava.

BEM MAIS ATUANTE

NO GROSSO, a atual legislatura da Câmara Municipal de Rio Branco é bem mais atuante do que a anterior, que apenas pontualmente fazia cobranças à prefeitura.

NA CABEÇA DO MDB

ESTÁ na cabeça dos cardeais do governo de que o MDB não terá para onde correr em 2022, e virá de uma forma ou de outra para o palanque do Gladson, na reeleição.

MUITO IMPROVÁVEL

COMO bolsonarista militante, será difícil a permanência da deputada federal Mara Rocha (PSDB) no partido, se os tucanos tiverem candidato a presidente no próximo ano.

ASA QUEBRADA

TUDO poderia ser mais fácil no ninho tucano se a projeção interna que dava como certo eleger Minoru Kinpara (PSDB) para a PMRB, não tivesse falhado.

DATA-FOLHA

54% DESAPROVAM a atuação do presidente Jair Bolsonaro na pandemia e somente 22% aprovam. Lembrar que, a pandemia derrotou Trump nos EUA.

DOSE PARA LEÃO

SERÁ UM CONVITE para votar Nulo se no segundo turno da disputa da presidência aparecer o Lula x Bolsonaro.

HORA DE UM BASTA

CHEGOU a hora da polícia dar um basta na ação dos ladrões de fios, em uma semana furtaram os fios de cobre dos mercados e agora da Catedral. Se furtam, é porque tem quem compra. E, poucas empresas estão no ramo.

POSSIBILIDADE ABERTA

CASO o governador Gladson resolva disputar a reeleição pelo PP, pode levar o secretário de Saúde, Alysson Bestene (PP), a se filiar em outra sigla para ser o vice da chapa.

NÃO DARIA LIGA

NÃO daria liga o Gladson ser candidato a um novo mandato com um vice e o nome ao Senado, todos do partido. Não teria como fazer alianças.

FRASE MARCANTE

“Sob a mais livre das constituições, um povo ignorante é sempre escravo”.  Antoine de Caricat. 

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.