Conecte-se agora

Acre pede nova usina de oxigênio para evitar colapso na saúde

Publicado

em

Para avançar numa das demandas mais urgentes para o Acre nesse momento de agravamento dos casos de Covid-19, a procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, solicitou à Fundação Amazônia Sustentável e ao Governo do Amazonas a instalação de uma usina de oxigênio no Acre.

No documento destinado ao superintendente de Inovação e Desenvolvimento Institucional da Fundação Amazônia Sustentável, Victor Salvati, a procuradora-geral de Justiça salienta que, apesar de todas as iniciativas do MPAC para amparar a população através da campanha SOS Acre, há outra demanda ainda mais urgente: oxigênio. O MPAC adquiriu 25 cilindros que já foram entregues ao Estado no último domingo, 14, e avança em nova tratativa para a aquisição de mais 150.

“Apesar de todos os esforços, a situação exige mais. E, por isso, fazemos esse apelo para que o MPAC possa aderir à “Aliança Covid” e, neste momento, potencializar nossa Campanha SOS Acre, ao receber apoio para adquirirmos uma usina de oxigênio para o Estado, bem como a indicação de empresas para o fornecimento de oxigênio, além de doações de cilindros para o estado, urgentemente. Ressalto que o “Grupo Americanas” disponibilizou para a SOS Acre o transporte aéreo e terrestre, o que vai facilitar, em muito, a logística”, informou.

Em outro documento endereçado ao governador do Estado do Amazonas, Wilson Miranda Lima, no último dia 13, a chefe do MP acreano explica a situação do estado e pede, encarecidamente, o apoio do governo amazonense para disponibilizar, em doação, uma das usinas de oxigênio, que foi fornecida pela Fundação Amazônia Sustentável, no momento mais crítico da crise e que, atualmente não estaria em uso.

Com informações da assessoria do MPAC.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas