Conecte-se agora

Donos de frigoríficos do Acre iniciam tratativas para exportar carne para o mundo

Publicado

em

Com o parecer favorável dado pela Comissão Científica da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), em relação ao certificado internacional de Área livre de Aftosa sem vacinação, donos de frigoríficos do Estado do Acre poderão iniciar tratativas com o intuito de exportar carnes bovinas e suínas para outros países do mundo.

Em maio, o parecer será avaliado durante a 88ª Sessão Geral da Assembleia Mundial dos Delegados da OIE. Caso obtenha aval, o Acre poderá sair da fase de conversas para a comercialização do seu produto.

A informação foi dada pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Teresa Cristina. “A fase mais difícil nós vencemos. Estamos praticamente aprovados. Quero cumprimentar todos vocês pelo esforço”, destacou .

O diretor do Sindicarnes, Nenê Junqueira, vê com grande entusiasmo esse parecer favorável da OIE, para ampliar zonas livres de febre aftosa sem vacinação. Segundo ele, esse parecer favorável mostra que o Acre está no rumo do reconhecimento internacional.

“A exportação de carnes bovina e suína do Acre para outros mercados é uma proposta que irá beneficiar não somente as indústrias frigoríficas, mas que terá um impacto positivo e significativo na economia acreana. Por isso, somos muito gratos ao apoio que temos recebido, do governo do estado do Acre, bem como do governador Gladson Cameli”, afirmou.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas