Conecte-se agora

Trator usado em retirada ilegal de madeira some após ser apreendido em Sena Madureira

Publicado

em

Operação em ramal de Sena Madureira pode chegar à quadrilha que vem atuando em florestas e projetos de manejo do Acre

O sumiço de um trator poderá ser investigado pela Delegacia de Combate à Corrupção (DECOR) e levar a um suposto esquema de invasão de terras e retirada ilegal de madeira no estado do Acre. De acordo com o Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA), a prática se tornou comum e vem sendo praticada dentro de reservas com foco em patrimônio do estado e da União e, também, em áreas particulares.

Um trator utilizado por quatro suspeitos foi apreendido no ramal Cassirian, no município de Sena Madureira, após denuncia de um fazendeiro. Quatro pessoas, que não tiveram o nome revelado, foram presas em flagrante com 47.9 m³ de madeira Tauari. O fato ocorreu no dia 31 de janeiro deste ano.

Os envolvidos e o trator de marca Vamet, com dois guinchos, preparado para retirada de árvores, foram levados para a Delegacia de Polícia Civil do município. Procurado pelo ac24horas, o chefe do Instituto de Meio Ambiente do Acre (IMAC) de Sena Madureira, Augusto Areal, não deu detalhes sobre o ocorrido e disse que as informações deveriam partir de Rio Branco.

Ocorre que o trator alvo da operação, que deveria ter ficado à disposição da Justiça, sumiu de frente da Delegacia de Polícia Civil na segunda-feira, dia 1 de fevereiro. Uma foto foi tirada no momento em que a suposta máquina transitava nas ruas de Sena Madureira e postada em grupos de pecuaristas que acompanham o caso.

“Tá no jeito de carregar e ir embora minha amiga”, diz a mensagem enviada no grupo de pecuaristas. Os 48 m³ de Tauari se tivessem sido entregues no pátio de uma madeireira, renderiam cerca de R$ 15 mil para os criminosos. A espécie é hoje no mercado uma conhecida como “clean”, considerada moderna por não apresentar manchas.

Conforme informações extraoficiais, a metragem que ficou no chão da fazenda no ramal Cassirian pode ser apenas a ponta do iceberg de uma quadrilha especializada que vem atuando nas florestas do estado do Acre e em projetos de manejo da iniciativa privada.

Modus operandi

Segundo o que a reportagem apurou, o grupo preso trabalharia durante todo o final de semana. O objetivo era retirar 150 m³ de madeira incluindo, ainda, as espécies de cedro e cerejeira usadas para fabricação de móveis e embarcações. O destino do produto irregular seria Sena Madureira.

O aumento de denúncias para retirada ilegal de madeira foi confirmado por um servidor do IMAC, que temendo represálias, pediu para não ter seu nome divulgado. “As denúncias chegam de toda parte, da estrada Transacreana, do ramal Toco Preto, no Antimary” disse o servidor.

Ainda de acordo com o servidor, as madeiras apreendidas que deveriam estar beneficiando famílias de baixa renda “estão sumindo do pátio das madeireiras por falta de recursos humanos e interesse do órgão em dar destinação ao material”, acrescentou.

Em nota, o Sindicato das Indústrias Madeireiras do Estado do Acre (Sindusmad) repudiou o tipo de ação que segundo a instituição “acaba interferindo diretamente quem trabalha legalmente no setor”, diz o documento.

Thyago Barlatti, que preside a categoria, pediu mais rigor na fiscalização e apuração dos casos. Destacou que o setor que trabalha de forma legalizada é um dos que gera mais empregos e renda.

Um grupo de pecuaristas deve protocolar no DECOR um pedido de aprofundamento nas investigações de invasão de terras e retirada ilegal de madeiras. Além de querer saber quem está envolvido no esquema e se tem participação de servidores públicos nas ações, eles vão pedir o esclarecimento sobre o trator apreendido em flagrante que supostamente sumiu de frente da Delegacia de Polícia Civil em Sena Madureira. Os quatro elementos presos foram liberados.

O ac24horas também procurou o diretor presidente do IMAC, advogado André Hassem, que também afirmou não ter informações para detalhar o caso, e que somente o BPA poderia informar. “A operação não foi feita por nós. O Imac não se envolveu, mas sim o Batalhão Ambiental”.

Floresta do Antimary alvo PF

Uma denúncia feita ao Ministério Público de Sena Madureira coloca um grupo de pecuaristas como suspeitos de loteamento da Floresta Estadual do Antimary, um dos ‘cabeças’ desse esquema seria o pecuarista Amair Feijoli, que atende pela alcunha de Tato, condenado a vinte e sete anos de prisão por envolvimento na morte da missionária norte-americana, Dorothy Stang, em fevereiro de 2005.

Segundo a denúncia, Tato lidera o movimento de loteamento da Floresta Estadual ordenando derrubada ilegal, contratando homens e locando maquinários para abertura de estradas e ramais para retirada de produto ilegal.

O fato é de conhecimento da Casa Civil do Governo. O Comitê de Ações Integradas de Meio Ambiente discutiu o problema em fevereiro deste ano. Dados que a reportagem teve acesso mostram que informações repassadas às autoridades ambientais do Acre mostraram uma situação de alta criticidade. Missões de vistoria foram delegadas ao local.

Em operação na última terça-feira (10) a Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão na investigação da prática dos crimes de desmatamento e invasão de terras públicas na Floresta Estadual do Antimary.

A investigação teve início a partir de alertas de desmatamentos emitidos pelo Sistema PLANET-SCCON – utilizado pela Polícia Federal – o qual constatou cinco áreas de desmatamentos de terras públicas na região.

Ainda não se sabe se a investigação da Polícia Federal está relacionada às denúncias encaminhadas ao Ministério Público de Sena Madureira.

Cotidiano

Após denúncia, polícia apreende maconha enterrada às margens do Rio Acre

Publicado

em

Policiais Militares da Força Tática do 1° Batalhão apreenderam na noite desta quinta-feira, 23, cerca de 800 gramas de maconha no bairro Preventório, em Rio Branco.

A guarnição policial recebeu uma denúncia anônima que havia um homem vendendo drogas na região. Os policiais se deslocaram até ao local e não encontraram o traficante. Foi feito uma busca às margens do Rio Acre e os policiais suspeitaram que havia droga enterrada.

A guarnição pediu apoio da Companhia de Cães (CPcães), do Batalhão de Operações Especiais (Bope), e a cadela Elô encontrou enterrado cerca de 800 gramas de maconha.

O entorpecente foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos. O prejuízo estimado a facção foi de aproximadamente R$ 3 mil reais.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia fecha “boca de fumo” e prende mulheres com quase 1 kg de cocaína

Publicado

em

Uma ação dos Policiais Militares da Companhia GIRO do Batalhão de Operações Especiais (Bope) resultou na prisão de duas mulheres pelo crime de tráfico de drogas no final da tarde desta quinta-feira, 23, na rua 10, no Conjunto Aroeira, na região do bairro Calafate, em Rio Branco.

A guarnição policial estava fazendo um patrulhamento de rotina na região e avistou uma mulher em fundada suspeita na frente de uma residência que é usada para o tráfico de drogas. Foi feito a abordagem e dentro de uma mochila, em posse da mulher, foi encontrado uma quantidade de pasta a base de cocaína. A traficante informou aos policiais que teria pego a droga na residência.

Os policiais pediram a proprietária para adentrar na casa e depois de autorizado, foi feito uma busca no interior e encontrado 850 gramas de pasta base de cocaína.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão e as duas traficantes foram encaminhadas à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos.

Continuar lendo

Cotidiano

Inscrição para cursos no Centro de Idiomas da Ufac vai até 30 de setembro

Publicado

em

O Centro de Idiomas da Ufac divulgou a abertura de inscrições para interessados em participar dos cursos de Leitura em Língua Inglesa (nível avançado) e Listening and Speaking in English (advanced level), ofertados de forma on-line durante os meses de outubro a dezembro de 2021. Os cursos são gratuitos e selecionam candidatos por ordem de inscrição; também são abertos às comunidades interna e externa.

As inscrições devem ser feitas por meio de formulário eletrônico que estará disponível a partir das 12h de hoje até 17h da próxima quinta-feira, 30 de setembro.

Alunos de pós-graduação stricto sensu da Ufac têm prioridade de vagas no curso Leitura em Língua Inglesa (nível avançado); professores de Inglês da rede pública de educação básica têm prioridade de vagas no curso Listening and Speaking in English (advanced level).

Para mais informações, acesse idiomasufac.com/ ou [email protected]

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia prende homem acusado de estuprar menina de 9 anos na zona rural de Acrelândia

Publicado

em

Agentes da policia civil prenderam no inicio desta semana um homem identificado pelo nome Dione Jone, de 40 anos, acusado de estupro de vulnerável contra uma menina de apenas 9 anos de idade, em Acrelândia, interior do Acre.

O delegado de Acrelândia, Diones Lucas, responsável pelo cumprimento do mandato, afirmou que as investigações apontam que o acusado possivelmente já vinha praticando os atos contra a menor já faz um longo tempo.

Segundo o delegado, a menor não morava com os pais e sim com uma avó de criação no projeto Porto Luiz, zona rural de Acrelândia (AC). Segundo o delegado, o marido da avó é o acusado de estuprar a menor.

Segundo as investigações, os familiares do acusado coagiram a criança a não contar para ninguém ou denunciar agressão para a polícia.

“Fiquei muito estarrecido quando nos se deparamos com esta situação, praticamente é uma criança que vivia sozinha sem o convívio dos pais, mora com uma avó de criação não sendo parente de sangue, a menina era violentada e ainda coagida a não denunciar, o pior os próprios familiares do acusado tentam colocar a culpa na criança pelos abusos, agora ele está preso e fora de circulação”, salientou o delegado.

Com informações de Acrelândia News

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas