Conecte-se agora

36% das acreanas conseguem diferenciar sinais de menstruação e gravidez, diz estudo

Publicado

em

Divulgado nesta sexta-feira (12), o estudo feito pelo portal Trocando Fraldas com mais de 6.100 mulheres entre 29 de janeiro e 4 de fevereiro de 2021 alerta que os sintomas da pré-menstruação ou menstruação e os da gravidez são muito semelhantes, e por isso, muitas mulheres podem ter dificuldade em distingui-los, principalmente as que nunca engravidaram.

O sangramento que ocorre no começo da gravidez, faz com que muitas pensem que não estão grávidas, que simplesmente estão menstruando.

“Embora existam formas de identificar a diferença, conforme constatamos em nosso mais recente estudo, 65% das brasileiras não sabem diferenciar os sinais da menstruação e os da gravidez. O percentual é mais alto entre as entrevistadas dos 18 aos 29 anos. Sendo que entre as mulheres que estão tentando engravidar, o percentual é ainda maior, e pelo menos 78% não conseguem fazer essa diferenciação”, diz o portal, que é especializado em fertilidade feminina.

No Acre, um estudo anterior mostrou que a maioria das mulheres sabe identificar o período fértil. Desta vez, o índice de acreanas que sabem diferenciar sinais de gravidez e menstruação é de 36%. No ranking dos Estados, o Acre ocupa a 10a posição nesse índice.

Mulheres com um forte desejo de engravidar, podem ter a gravidez psicológica. Por ficarem tão focadas na possibilidade de ter um bebê começam a acreditar que estão grávidas ao notar modificações em seu corpo ou, simplesmente, por ter uma “intuição”. Existem outros fatores que podem gerar uma gravidez psicológica, mas seja qual for, deve-se sempre procurar ajuda médica.

Dentre as participantes do estudo, 82% sabem que na gravidez psicológica a mulher sente todos os sintomas da gravidez, mesmo sem realmente estar.

O estado em que mais mulheres sabem sobre os sintomas na gravidez psicológica é o Rio Grande do Sul, com 87% das participantes.

No Rio de Janeiro e em São Paulo, pelo menos 83% têm esse conhecimento.

Roraima é o estado em que menos mulheres sabem que a gravidez psicológica apresenta todos os sintomas de uma gravidez, com 55% da população.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas