Conecte-se agora

Prefeito de Assis Brasil reclama que imigrantes se recusam a cumprir decreto da Covid-19

Publicado

em

A prefeitura de Assis Brasil tem reclamado ao governo do Estado que vem tendo dificuldades para fazer com que os mais de 400 imigrantes, que estão alocados na cidade, cumpram do decreto que impõe medias restritivas por conta da pandemia de Covd-19. Por isso, foi pedido um reforço no policiamento do município durante este período em que o Acre vive na Bandeira Vermelha da classificação de risco do coronavírus e com lockdown aos finais de semana.

O prefeito Jerry Correa se mostrou preocupado com situação em meio à necessidade de cumprimento das regras. De acordo com o gestor, os estrangeiros de várias nacionalidades se recusam a usar máscaras e obedecer as principais medidas sanitárias.

O reforço no policiamento do município objetiva garantir que todos obedeçam ao decreto. “A crise migratória é um problema que vamos ter de enfrentar durante o decreto, porque os imigrantes não têm se adequado às regras. Precisamos reforçar a segurança aqui para obrigar os grupos a ficarem nos abrigos, porque só com a força policial vamos conseguir isso”, avisou o prefeito do governo do Acre.

Neste final de semana, está prevista uma visita de equipes da secretaria estadual de Saúde (Sesacre) à cidade para fazer atendimento médicos aos imigrantes e, possivelmente, dar continuidade aos testes de Covid-19, que tiveram de ser suspensos por falta de locais para isolamento.

Foto: O Alto Acre

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas