Conecte-se agora

Na pandemia, gastrônomos deram um novo significado à profissão

Publicado

em

Escola de Gastronomia auxilia profissionais do ramo a se reinventarem

A pandemia de Covid-19 afetou diversos ramos ao longo do mundo. Um deles foi o setor da Gastronomia, em que bares, restaurantes e lanchonetes tiveram que usar a criatividade no seu trabalho para não fechar as portas, já que não era permitido receber os clientes nos espaços físicos.

Uma saída foi ajustar o seu funcionamento através do fortalecimento do delivery ou na transformação dos espaços para o chamado takeout ou take away – em português “para levar”, quando os clientes buscam os alimentos, podendo consumir no lugar que quiserem. 

Socorro Faleh é de Guajará-Mirim (RO) e é uma das tantas empresárias do Brasil que deu a volta por cima, mesmo no atual cenário vivido no país. “Apaixonada por realizar sonhos e surpreender os sentidos através de sabores”, descreve a empresária que investiu no sistema delivery, para oferecer seus produtos que são diferentes do “convencional” em sua região. 

 “Eu tive toda uma preparação. Então, mesmo que eu tivesse tentado sozinha mudar o meu negócio, sem essa visão que eu tive através do curso, eu não conseguiria. Hoje eu tenho uma visão bem diferente. Antes eu via que fazer o básico que a maioria aprova era o suficiente. Hoje não, eu quero me aperfeiçoar ainda mais. Acho que essa preparação por meio da profissionalização é fundamental”, explica Socorro.

O curso que mudou a perspectiva de Socorro e a auxiliou a “fazer nome” em sua cidade foi o de Cozinheiro Profissional no Instituto Gourmet, escola de gastronomia que contabiliza mais de 70 franquias espalhadas pelo Brasil.  

“Lá temos aulas não só da parte gastronômica, mas também de empreendedorismo. A professora sempre alerta ‘olha gente, vocês têm que encontrar algo diferente dentro do nicho de vocês’. Então, eu trouxe isso para a minha vida aqui no meu buffet. Comecei só eu e minha irmã. Hoje eu tenho três funcionários. Enquanto tem muita gente nessa crise, não posso reclamar. Fico triste com todo o cenário da pandemia, mas eu não tive dificuldades no meu negócio durante esse período”, comemora Simone. 

Confira um pouco mais da história da Socorro Faleh clicando aqui. Ex-professora de português, começou a cozinhar para festas e eventos por incentivo de amigos. Hoje, seu buffet é destaque em Guajará-Mirim e sua determinação foi destaque na campanha “Meu Aluno Gourmet faz Acontecer”, idealizada pelo Instituto Gourmet. 

 Receitas de sucesso: empreendedorismo e profissionalização

Para Robson Fejoli, co-fundador do Instituto Gourmet, o mercado gastronômico até aqueceu para os pequenos empreendedores, como a Socorro, durante a pandemia. “As pessoas, sem poder sair de casa, tinham que fazer encomendas. Os grandes restaurantes sofreram mais, mas os pequenos, esses que entregam marmita, tiveram um mercado ainda mais aquecido com a entrega de delivery”, explica. 

Esse cenário foi mais positivo, destaca Fejoli, para aqueles que buscaram orientações e profissionalização. “É fazer uma receita profissionalmente para além dos segredos da Gastronomia. No Instituto, nós ensinamos os alunos a deixarem de ser amadores para se profissionalizarem. Isso para eles aprenderem a ser pequenos empreendedores”. 

Na instituição, as disciplinas da área gastronômica são integradas às de visão comercial e empreendedorismo. O conteúdo inclui módulos dedicados a precificar, calcular e divulgar as iguarias que preparam com tanto esmero. “Nós também ensinamos que um dos principais canais de divulgação do trabalho deles são as mídias sociais. Então, eles aproveitaram mais esse momento em que as pessoas estão mais presentes no digital por conta da pandemia e conseguiram divulgar muito bem os seus serviços”, acrescenta o cofundador.

Parceria com Educa Mais Brasil disponibiliza bolsas de estudo

Para alcançar o maior número de pessoas que estejam buscando por profissionalização, o Instituto Gourmet fechou parceria com o Educa Mais Brasil, plataforma de incentivo educacional. As bolsas variam de acordo com a disponibilidade de cada franqueado, mas os descontos podem chegar a 70% do valor das mensalidades. 

Fejoli, inclusive, ressalta para os franqueados a importância de unir forças com o Educa para alcançar o maior número de alunos. “O Educa é um marketplace forte no mercado de educação. Então, nossos franqueados ganham divulgação para um aluno que não teriam e que talvez nem soubesse o que é oferecido pelo Instituto”, ressalta. 

Para saber um pouco mais sobre as bolsas disponíveis em sua região, basta acessar o site do Educa Mais Brasil clicando aqui. A inscrição é gratuita e ocorre durante todo o ano. 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Na rede

Secretário de Saúde de Cruzeiro do Sul pede demissão

Publicado

em

O médico psiquiatra Agnaldo Lima pediu demissão da Secretaria de Saúde de Cruzeiro do Sul nesta quinta feira, 23. Segundo Agnaldo, a decisão é pessoal e ele deverá ir embora do Acre. “Voltarei para Goiânia, onde farei cursos, mas saio com sensação de dever cumprido porque Cruzeiro do Sul é a cidade do Acre que mais vacinou contra a Covid-19”, citou.

Na greve dos trabalhadores da saúde, na semana passada, os servidores pediram a saída de Agnaldo e a volta da ex-secretária Lucila Bruneta.

Mas segundo o secretário de Comunicação da prefeitura, jornalista Chico Melo, a saída do secretário não tem relação com esse fato. Por enquanto a secretária adjunta, Valéria Lima, fica no cargo até que haja a escolha de um novo nome para assumir a pasta. Segundo Chico, o prefeito ainda não tem um nome em mente para ocupar o cargo.

Na gestão de Agnaldo Lima, que é irmão do prefeito Zequinha Lima, segundo relatório divulgado no último dia 8, pelo Plano Nacional de Imunização, o município já cumpriu 99,57% da meta de vacinação de segunda dose. Até o fechamento do relatório haviam sido aplicadas 34.751 doses da meta de 34.900.

Com relação à primeira dose, Cruzeiro do Sul aplicou um total de 60.632 doses, correspondendo à 88,69% da meta de 68.361 doses.

O relatório do PNI avalia ainda as metas de vacinação tomando por base a aplicação das duas doses. Neste caso, Cruzeiro do Sul cumpriu 92,37% da meta preconizada.

Cruzeiro foi a primeira cidade do Acre a alcançar o público sem comorbidades. Também foi pioneira na imunização das pessoas com 18 e dos adolescente de 12 a 17.

“Enfrentamos uma enchente, a pandemia, abrimos o posto Mão Amiga e executamos o Programa Saúde na Comunidade. Isso me orgulha. Saio orgulhoso e grato e sigo ajudando Cruzeiro do Sul. Agradeço ao prefeito e meu irmão Zequinha pela confiança no meu trabalho”, concluiu.

Continuar lendo

Destaque 2

Com emenda de R$ 126 milhões, Santa Casa será ampliada e reformada

Publicado

em

Na noite desta quinta-feira, 23, foi realizada com a presença de diversas autoridades públicas uma solenidade que marca oficialmente o lançamento da pedra fundamental que visa a modernização da Santa Casa da Amazônia, oriundo de uma emenda parlamentar do senador da República, Márcio Bittar (MDB), orçada em R$ 126 milhões.

De acordo com o presidente da Santa Casa de Misericórdia no Acre, José Alexsandro, o ato solene marca o início das obras, reforma, ampliação e aquisição de equipamentos hospitalares para a instituição filantrópica que foi fundada em 1924. Segundo Alex, a expectativa é que seja recebido o valor destinado para a execução da obra, que deve ser entregue em até dois anos com expectativa de se iniciar no fim deste ano. “Os atendimentos só vão ocorrer via SUS e será um marco na história da Santa Casa no Estado do Acre, onde a população será atendida em todas as áreas, inclusive, na área de oncologia, onde vamos ajudar as pessoas, que poderão realizar tratamento do câncer no estado sem precisar ir para fora”, declarou.

Márcio Bittar, senador e relator do orçamento da União, contou que se sente feliz com a parceria com a administração do hospital. “Como relator do orçamento, destinar recursos para a compra de equipamentos hospitalares deverá beneficiar milhares de acreanos”, comentou.

Na oportunidade, foi celebrado um convênio educacional da Santa Casa da Amazônia com o Centro Universitário Uninorte. O sócio proprietário da universidade, Ricardo Leite, disse que a parceria é uma honra à instituição que atua no Acre há mais de duas décadas. “Já firmamos diversas parcerias, inclusive com o governo. Para a gente é uma alegria participar do lançamento da pedra fundamental da nova Santa Casa da Amazônia. Aceitamos o convite e vamos firmar parceria que visa melhorar a formação dos acadêmicos”, ressaltou.

Representando o governo do Estado, o vice-governador Wherles Rocha (PSL), disse que o lançamento da pedra fundamental é um passo para o avanço da saúde na região. “Durante muitos anos a Santa Casa passou por uma situação difícil na área da saúde, mas graça a visão do Alex nós não perdemos esse espaço. Após a construção, ela vai oferecer ao povo acreano um tratamento de qualidade para as pessoas”, argumentou.

A comissão do projeto foi coordenada pelo médico Eduardo Veloso, que na oportunidade enfatizou que a obra marca a mudança nos rumos da medicina no Acre. “A Santa Casa vai passar para um novo patamar. Já temos um aporte financeiro do senador Márcio Bittar”.

O também senador da República, Sérgio Petecão (PSD), fez elogios ao trabalho realizado pelo administrador do hospital, José Alexsandro. Para Petecão a reforma vai beneficiar diretamente a população do estado. “Quem ganha é o povo. Espero que com a reforma, o trabalho seja muito melhor do que já vem sendo prestado”, destacou.

Participaram do ato, o eminente Maçom cruzeirense Osmir D’Albuquerque Lima Filho, o prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB), Márcia Bittar, propensa pré-candidata ao senado da República, a deputada estadual Meire Serafim (MDB), médicos que atuam no hospital, funcionários, representantes de comunidades indígenas e demais autoridades.

Fotos: Sérgio Vale/ac24horas.com

Continuar lendo

Cotidiano

Após denúncia, polícia apreende maconha enterrada às margens do Rio Acre

Publicado

em

Policiais Militares da Força Tática do 1° Batalhão apreenderam na noite desta quinta-feira, 23, cerca de 800 gramas de maconha no bairro Preventório, em Rio Branco.

A guarnição policial recebeu uma denúncia anônima que havia um homem vendendo drogas na região. Os policiais se deslocaram até ao local e não encontraram o traficante. Foi feito uma busca às margens do Rio Acre e os policiais suspeitaram que havia droga enterrada.

A guarnição pediu apoio da Companhia de Cães (CPcães), do Batalhão de Operações Especiais (Bope), e a cadela Elô encontrou enterrado cerca de 800 gramas de maconha.

O entorpecente foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos. O prejuízo estimado a facção foi de aproximadamente R$ 3 mil reais.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia fecha “boca de fumo” e prende mulheres com quase 1 kg de cocaína

Publicado

em

Uma ação dos Policiais Militares da Companhia GIRO do Batalhão de Operações Especiais (Bope) resultou na prisão de duas mulheres pelo crime de tráfico de drogas no final da tarde desta quinta-feira, 23, na rua 10, no Conjunto Aroeira, na região do bairro Calafate, em Rio Branco.

A guarnição policial estava fazendo um patrulhamento de rotina na região e avistou uma mulher em fundada suspeita na frente de uma residência que é usada para o tráfico de drogas. Foi feito a abordagem e dentro de uma mochila, em posse da mulher, foi encontrado uma quantidade de pasta a base de cocaína. A traficante informou aos policiais que teria pego a droga na residência.

Os policiais pediram a proprietária para adentrar na casa e depois de autorizado, foi feito uma busca no interior e encontrado 850 gramas de pasta base de cocaína.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão e as duas traficantes foram encaminhadas à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas