Conecte-se agora

Peru prorroga fechamento da fronteira e pode agravar crise

Publicado

em

O governo peruano anunciou por meio do presidente Francisco Rafael que irá prorrogar o Decreto de Emergência Sanitária a partir do dia 7 de marco, aumentando em mais 180 dias (seis meses) o fechamento das fronteiras deve agravar ainda mais a crise instalada no município de Assis Brasil, desta vez, por conta de centenas de caminhoneiros impedidos de atravessar a fronteira pelo fechamento da ponte binacional e, ainda, a presença de imigrantes na região.

Na manhã desta segunda-feira, 1º, os imigrantes foram para frente da prefeitura de Brasileia exigir uma posição da justiça brasileira. O prazo para que o Ministério Público Federal se manifestasse sobre o litígio terminou às 19h do último sábado (27).

Documentos anexados ao processo que corre na 2ª Vara da Justiça Federal do Acre, mostram que pelo menos 8 ministérios estão envolvidos na tentativa diplomática de resolver a crise. O juiz, Herley da Luz Brasil deve decidir ainda hoje sobre o desbloqueio ou não da ponte.

Antes de decidir, o juiz federal entendeu que “o caso se refere a litígio coletivo que envolve situação delicada, em razão da vulnerabilidade social e econômica de imigrantes e do momento histórico da pandemia da Covid-19”.

Centenas de caminhões, a maioria com combustível, estão impedidos de passar na ponte. Bolívia é o país mais afetado com o bloqueio do transporte e pode viver uma situação de desabastecimento.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas