Conecte-se agora

Médico Thor Dantas volta a pedir vacina em massa no Acre

Publicado

em

O infectologista Thor Dantas voltou a demonstrar preocupação com o agravamento da pandemia da Covid-19 por conta da situação de calamidade pública vivida em 10 municípios do Acre em razão das enchentes.

Em uma rede social, o médico expressou sua opinião sobre a importância da vacinação em massa para o Acre o quanto antes. Thor lembra que com a população desalojada e aglomeradas em abrigos e com o contato de muitos voluntários a situação é ainda mais preocupante.

Dantas afirma que a vacinação de bloqueio é imprescindível neste momento e pede a imunização em massa já para o Acre.

Nesta segunda-feira, 22, o Acre alcançou 54.969 casos da doença e 968 pessoas já morreram no estado vítima da pandemia.

Anúncios

Cotidiano

Criminosos se aproximam de distribuidora e ferem dois homens a tiros no Segundo Distrito

Publicado

em

Uma dupla tentativa de homicídio foi registrada na noite deste sábado, 6, na capital. Alberto Pereira Santana, de 52 anos, e o jovem Lucas Felipe Machado de Souza, de 24 anos, foram feridos a tiros em frente de uma distribuidora de bebidas localizada na rua São Luís, no bairro Santa Inês, na região do Segundo Distrito de Rio Branco.

Segundo informações da Polícia, as vítimas estavam bebendo na frente da distribuidora, quando dois homens não identificados chegaram no local e em posse de armas de fogo efetuaram vários tiros. Alberto foi ferido com 8 projeteis que atingiram várias partes do corpo e o jovem Lucas foi atingido com dois tiros na região das costas. Mesmo sendo feridos, as vítimas ainda conseguiram correr dos atiradores. Após a ação, os criminosos fugiram do local.

Populares acionaram a ambulância do SAMU, foi prestado os primeiros atendimentos e os ferido foram encaminhados ao Pronto-Socorro de Rio Branco. Segundo o Médico do SAMU, Alberto deu entrada ao hospital em estado de saúde gravíssimo. Já Lucas em estado de saúde grave.

A Polícia Militar esteve no local e após colher as características dos autores do crime, saíram em busca de prendê-los, mas a dupla não foi encontrada.

O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Continuar lendo

Cotidiano

Adolescente de 13 anos é ferida a tiros em quadra de futebol de Rio Branco

Publicado

em

Uma adolescente de 13 anos foi ferida com um tiro em via pública no final da tarde deste sábado, 06. O crime aconteceu na rua principal do bairro Cabreúva, na região da Baixada da Sobral, em Rio Branco.

De acordo com informações da Polícia, a adolescente estava jogando bola quadra de futebol do bairro, quando homens não identificados passaram em um veículo modelo Siena de cor vermelha e em posse de armas de fogo efetuaram vários tiros na direção das pessoas que se encontravam no local. A adolescente foi atingida com um tiro nas nádegas. Após a ação, os criminosos fugiram.

Populares acionaram a ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e encaminharam a vítima ao Pronto-Socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

Policiais Militares estiveram no local e após colher as características do veículo e dos criminosos fizeram patrulhamento na região em busca de prendê-los, mas ninguém foi encontrado.

O caso será investigado pelos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Continuar lendo

Cotidiano

Gleici Damasceno confirma cirurgia no nariz e desabafa: ‘Vivi um pesadelo’

Publicado

em

Por

Depois de aparecer no “Encontro com Fátima Bernardes” com o nariz diferente e virar alvo de comentários nas redes sociais, a campeã do “BBB 18”, Gleici Damasceno confirmou que fez uma cirurgia “por questão funcional e estética”.

“Fiz turbinectomia, septo e adenoide e rinoplastia, pois há um tempo atrás fiz um procedimento com ácido hialurônico que não deu certo e modificou meu nariz”, explicou.

A ex-BBB explicou que a cirurgia foi tranquila, mas que, nove dias depois, quando retirou o gesso, teve uma crise de identidade ao se olhar no espelho com o novo nariz.

A partir daí vivi um pesadelo. Foram dias turbulentos na minha cabeça, e tudo pirou quando eu apareci em uma entrevista no ‘Fantástico’ e algumas pessoas começaram a fazer comentários, alguns maldosos. As pessoa acham que podem ridicularizar a aparência de alguém sem se preocupar com o prejuízo emocional que isso causa.

Gleici continuou dizendo que o pós operatório é complicado, mas não imaginava que fosse reagir dessa forma.

“Tive o primeiro ataque de pânico e a certeza que ia enlouquecer, que ninguém ia me reconhecer, minha família, meus amigos, pois nem eu me reconhecia. Eu não tinha saída e fiquei assim por uns 15 minutos, e a cena se repetiu por vários dias. Fui me acalmando e voltando pra mim. Dias depois apareci no programa Encontro, e uma pessoa fez uma comparação muito maldosa, e tudo ficou sombrio novamente”.

A ex-BBB conseguiu se acalmar após dias de conversas com psicóloga. “Decidi falar com vocês sobre isso também pelo fato de pessoas estarem tentando se aproveitar de uma situação para se promover profissionalmente e acho isso muita falta de caráter. Também quero falar sobre algo que mexeu comigo, não acho justo as pessoas me xingarem por uma escolha que eu fiz, não tem sentido nisso pra mim, não foi a minha intenção negar minhas origens e minha história”.

Gleici seguiu rebatendo críticas por ter modificado o formato do seu nariz. Fazer um procedimento no meu nariz não apaga a minha história e muito menos minha cor, eu continuo sendo uma mulher negra, e com orgulho. Recebi muitos comentários de pessoas falando de forma agressiva e não acho que seja o caminho mais adequado, pois não agrega e não educa.

Continuar lendo

Cotidiano

Gratidão, solidariedade e humanidade

Publicado

em

As palavras para esses dias são “Gratidão”, “Solidariedade” e “Humanidade”. Estas que têm sido o nosso combustível para levar ajuda e alento, através da campanha “SOS Acre”, a milhares de famílias que padecem pela destruição e prejuízos gerados pelas inundações dos rios, em meio a uma pandemia devastadora que tem provocado mortes e dor. 

Gratidão aos nossos parceiros, como o Tribunal de Justiça, e aos mais de 5 mil apoiadores de todo o Brasil que se sensibilizaram com a tragédia que o estado enfrenta, e estenderam a mão ao Ministério Público do Acre. Graças a esses aliados imprescindíveis em favor da causa humanitária, alcançamos a soma de mais de R$ 700 mil para socorrer o povo. 

E por falar em causa humanitária, não poderia deixar de reafirmar a minha gratidão, enquanto chefe do MP acreano, ao Ministério Público do Estado do Acre, que abraçou a campanha e vestiu a camisa da solidariedade, dispondo-se a ir além da missão fixada pela Constituição Federal Brasileira, para exercer uma ação que, na verdade, é dever ético de todo ser humano — o sentimento de altruísmo e a preocupação com o outro. 

A população sempre demonstrou confiar em nossa instituição. Nos momentos mais difíceis, quando todas as portas parecem estar fechadas, é a nós que o cidadão recorre. Então não seria diferente agora: temos um ministério, um cargo, uma função, que é servir ao povo, principalmente aquelas pessoas mais carentes do amparo do Estado. 

Sinto-me extremamente grata a Deus e honrada por contar com essa equipe e ser parte dela, pois, certamente, a razão de nossa força está na unidade, e estamos contribuindo para superar um dos episódios mais duros da nossa história, com o concurso de outras instituições públicas, poderes, artistas, órgãos de comunicação e toda a sociedade civil. 

Mas nossa missão não acabou. O povo acreano precisa do MP ao seu lado para reconstruir a vida. E não haverá sentido se não estivermos dispostos a servi-lo, lutando por seus interesses, trabalho que consiste em cobrar dos poderes, promover o controle das políticas públicas, vigiar a aplicação dos recursos públicos e distribuição de benefícios sociais. 

A população pode contar com o Ministério Público, que desde a fundação deste estado tem se mostrado um aliado incondicional. Os problemas, nós enfrentaremos juntos, com solidariedade, sabedoria, presteza e olhar humanista centrado na dignidade humana. 

Kátia Rejane de Araújo Rodrigues – Procuradora-Geral de Justiça do Estado do Acre

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas