Conecte-se agora

Governo do Acre vai ao STF para obrigar ministério a priorizar vacinação

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) afirmou nesta sexta-feira, 19, que entrará com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para que o Ministério da Saúde realize a imunização em massa da população acreana.

Ele argumentou que a ação terá como base “Fronteira, imigrantes, covid-19, cheias e dengue”. Cameli destacou que a grande preocupação no momento é em relação a nova variante da covid-19, que já foi identificada no Amazonas, por isso a ideia da ação no STF para que a vacinação em massa ocorra no Estado e também para evitar que o vírus apareça em outros estados da federação.

“Nós temos que prevenir e nos antecipar à vacinação para que não se espalhe para os demais estados brasileiros. Eles [Ministério da Saúde] nos pediram que a gente cedesse pro Amazonas na época que estourou lá, então porque a gente não pode ser vacinado também”, indagou Cameli.

Gladson voltou a pedir a colaboração da população e ressaltou que o Estado tem feito todo o possível para abrir novos leitos, mas ponderou que terá um momento em que o Estado não conseguirá abrir mais vagas.

“Vai ter um momento que não tem mais o que fazer. Não tem condições. 92% da saúde do Estado é pública e o setor privado não investe, quem disse isso foi o Ministério da Saúde e fizeram um levantamento. Não dá é pra população fazer o que fez na gameleira no último feriado, lotado de gente. Eu sei que a população não aguenta mais ficar dentro de casa, mas pra voltar a vida normal tem que tomar as precauções. Preciso do apoio da população”, afirmou.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas