Conecte-se agora

Cheia de rio já afeta quase 20 mil pessoas na região do Juruá

Publicado

em

Em Cruzeiro do Sul, família que tiver caso de Covid-19 vai para aluguel social e demais para abrigos em escolas

O Rio Juruá, que em Cruzeiro do Sul alcançou os 13,72 metros nesta segunda feira, 15, já atingiu cerca de 20 mil pessoas em nove bairros da cidade, além de quatro cidades localizadas no Vale do Juruá. Em Cruzeiro, os bairros mais afetados são: Beiradão do Rio e comunidades como a Vila Lagoinha. Na localidade, quatro famílias já estão abrigadas na Escola João Bussons.

O coordenador da Defesa Civil de Cruzeiro do Sul, José Lima, diz que os pedidos de retiradas de famílias das casas alagadas já começaram e as remoções serão feitas para a casa de parentes e para a Escola Chaveiro Costa, no Bairro do Remanso. Outras cinco unidades de ensino estão prontas para receber os desabrigados pelas águas do Juruá.

Lima cita que serão usadas quantas escolas forem necessárias. “Por causa da pandemia, ficará uma família em cada sala de aula e vamos usar quantas escolas precisar”, explica.

Casos de Covid-19 vão para aluguel social

A prefeitura de Cruzeiro do Sul garantiu 30 imóveis que serão usadas para abrigar famílias desabrigadas pelo Rio Juruá. Mas só irão para as casas famílias que tiveram algum membro com Covid-19.

Na hora da retirada das famílias, segundo o coordenador da Defesa Civil, são feitos testes rápidos para Covid-19. “Todas as famílias retiradas serão testadas. O exame sai em 15 minutos, aí saberemos se irão para aluguel social ou para as escolas”, conclui.

Outras cidades também sofrem efeitos da alagação

Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Rodrigues Alves também são afetadas pela enchente do Rio Juruá, bem como dos afluentes como o Liberdade, Valparaíso, Juruá Mirim e Paraná dos Mouras.

A prefeitura de Rodrigues Alves entregou alimentos e água mineral para as famílias que foram alagadas nas comunidades São Bento, Sussuarana, São Jerônimo, Torre da lua, Brasília, Silêncio, São Pedro, 3 Bocas e Floresta.

O prefeito Jailson Amorim, que está com Covid-19, ressalta que as áreas são monitoradas. “Toda a estrutura da prefeitura está empenhada para ajudar as famílias nesse momento delicado”, conclui.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas