Conecte-se agora

Normando Sales é exonerado do cargo de diretor da Secretaria do Meio Ambiente

Publicado

em

O empresário Normando Sales pediu exoneração do cargo de diretor da Secretaria do Meio Ambiente. Sua demissão foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado desta quinta-feira, 4, e foi assinada pelo governador Gladson Cameli.

Sales ingressou no governo para compor o extinto Conselho Político do governo do acre, formado por “notáveis da política acreana” na época. O grupo foi criado para pôr fim às crises políticas na gestão do governador Gladson Cameli e teria a função de orientar o governador no relacionamento com a Assembleia Legislativa, evitar desgastes com os partidos aliados ao governo e melhorar a relação com a bancada federal, o que nunca se concretizou.

Formado pelo ex-deputados Jairo de Souza Carvalho, José Elson Santiago de Melo, Nelson Rodrigues Sales e figuras conhecidas como Marieldo Alves de Araújo, ex-prefeito do Bujari, o empresário Normando Rodrigues Sales, o ex-deputado federal Osmir D’Albuquerque Lima Filho e Paulo Jean da Silva Ximenes, o tal conselho nunca teve voz ativa dentro do governo.

Aos poucos, seus integrantes foram remanejados para outras secretarias sem praticamente nenhum poder de decisão ou influência no governo. Um deles foi o empresário Normando Sales. Depois do naufrágio do conselho político, foi colocado na Secretaria de Educação e depois alterada sua lotação para a Secretaria de Meio Ambiente.

Nos bastidores, a informação que circula é que Normando teria sido convidado para compor a equipe do prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas