Conecte-se agora

Acadêmicos reclamam de descaso da Unimeta mesmo pagando quase 3 mil de mensalidade

Publicado

em

Os alunos do 8º e 9º períodos do curso de Odontologia da faculdade Unimeta/Estácio em Rio Branco reclamam de descaso da instituição. De acordo com uma extensa carta enviada ao ac24horas pelos estudantes, a faculdade não tem dado nenhum retorno sobre um cronograma de aulas remotas. Para os estudantes, a instituição não presta qualquer informação aos alunos e não revela nenhuma estratégia acerca da conclusão das matérias que foram interrompidas.

“O motivo da indignação dos alunos tem sido a falta de informação e compromisso da instituição para com os mesmos, visto que nenhum plano de curso foi atualizado devido à pandemia. A área pedagógica da instituição não tem dado nenhuma devolutiva aos mesmos, o que tem os impossibilitado de terem conhecimento até mesmo de como e quando vão concluir as matérias que foram interrompidas em razão da pandemia, ressaltamos que os alunos possuem matérias atrasadas desde o primeiro semestre de 2020”, diz um trecho da carta.

Os alunos afirmam que têm honrado o compromisso com o pagamento da mensalidade, mesmo sem a realização das aulas. O valor mensal do curso de odontologia da instituição é de R$ 2.700.

O ac24horas falou na última segunda-feira, 1, com Dairison Viana, gerente acadêmico da instituição, que prometeu um retorno pela assessoria de imprensa, o que não ocorreu até o momento. “Isso só prova que a instituição não tem nenhum compromisso com os estudantes. Nem sendo feita uma denúncia, a gente consegue uma resposta e olha que pagamos caro pelo curso. É uma completa falta de respeita”, afirma um dos alunos do curso.

Leia a carta:

NOTA DOS ALUNOS DO 8º/9º PERÍODO DE ODONTOLOGIA DA UNIMETA/ESTÁCIO

Os alunos do 8°/9° período de odontologia vem através desta nota manifestar e expor sua INDIGNAÇÃO com a instituição ESTÁCIO/UNIMETA, acerca do que tem ocorrido nos últimos dias, e a situação em que os alunos se encontram, em razão dos fatos que passa a expor:

Inicialmente, cabe mencionar que estamos cientes e compreendemos a atual situação pandêmica que o mundo se encontra, todavia, sabemos que a referida situação, não se torna motivo ou justificativa plausível para que os alunos fiquem sem nenhum retorno da instituição e sem nenhuma estratégia acerca da conclusão das matérias que foram interrompidas e muito menos sem coordenação de curso.

O curso de odontologia da UNIMETA se encontra sem coordenador desde o dia 29/12/2020, o antigo coordenador havia deixado um cronograma de volta as aulas remotas, entretanto, com sua saída da instituição o cronograma não foi realizado. Hoje, o único período que possui cronograma de volta as aulas é o 10° período, o que também entendemos afinal os mesmos são a atual prioridade da instituição, visto que estes deveriam ter concluído a graduação no segundo semestre de 2020.

O motivo da indignação dos alunos tem sido a falta de informação e compromisso da instituição para com os mesmos, visto que nenhum plano de curso foi atualizado devido à pandemia, a área pedagógica da instituição não tem dado nenhuma devolutiva aos mesmos, o que tem os impossibilitado de terem conhecimento até mesmo de como e quando vão concluir as matérias que foram interrompidas em razão da pandemia, ressaltamos que os alunos possuem matérias atrasadas desde o primeiro semestre de 2020.

Neste diapasão, a instituição de ensino não tem elaborado sequer uma estratégia de ensino, a fim de evitar o atraso e acúmulo de matérias dos demais períodos, que já se encontram atrasados no presente momento, não houve a apresentação de nenhuma solução aos alunos pela instituição, os quais se encontram perdidos e sem nenhum auxílio institucional.

Frisa-se que os alunos têm honrado com seus compromissos para com a instituição, realizando o pagamento mensal que atualmente perfaz o valor aproximado de R$ 2.700,00 (dois mil e setecentos reais), entretanto, o que estes têm recebido em troca, tem sido apenas o total descaso da instituição.

Mais uma vez enfatizamos que temos conhecimentos das consequências da pandemia, e que não tem sido fácil se adaptar a ela, contudo os alunos tiveram que se readequar a situação e continuar honrado seus compromissos, o que não tem sido recíproco.

Diante de todos os fatos narrados, o que se pleiteia é RESPOSTA, por parte da Estácio/Unimeta, afinal até quando essa situação irá se perdurar? Precisamos saber quando vamos nos formar, precisamos saber o que iremos fazer para não nos atrasarmos como o último período se atrasou, precisamos saber quando as matérias que tiveram de ser interrompidas serão ministradas, durante todo esse período de isolamento, quase um ano se passou, e nada foi feito e nenhuma resposta foi dada.

Por fim, afirmamos que o respeito mútuo entre cada integrante da comunidade universitária é essencial para a vivência consolidada da democracia de essência em nosso meio.

Ansiamos por respostas.
.
Atenciosamente,

ALUNOS DO 8º/9º PERÍODO DE ODONTOLOGIA DA UNIMETA

Cotidiano

Prefeitura de Rio Branco suspende atendimento no Restaurante Popular

Publicado

em

A Prefeitura de Rio Branco informou que a partir desta segunda-feira, 27, vai suspender o atendimento do Restaurante Popular ao público para atender, exclusivamente, aos desabrigados das cheias com a alimentação.

No restaurante são preparadas cerca de duas mil marmitas, por dia, distribuídas entre os 25 abrigos espalhados nas regionais. Inclusive, muitas pessoas que usam o local diariamente estão desabrigadas e receberão uma marmita.

O município informou ainda que logo esse momento de crise passe, o atendimento voltará ao normal.

Continuar lendo

Cotidiano

Detran do Acre informa que publicações sobre multas nas redes sociais são falsas

Publicado

em

O Departamento de Trânsito do Acre (Detran) declarou neste domingo, 26, que são falsas as informações em áudio e vídeo que circulam nas redes sociais de que agentes do Detran estão aplicando multas àqueles que estacionam em áreas de risco ou com risco de alagamento. Todos os esforços têm sido no sentido de orientar os condutores a deixarem essas áreas.

“Neste momento, entendendo a situação de emergência pela qual passa a capital, nossas equipes estão apenas orientando motoristas a respeito do estacionamento, bem como paradas desnecessárias em áreas alagadas. Quem precisar do auxílio do Detran, pode entrar em contato com o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), que atende pelo número 190”, lembrou Wanderson Lima.

Além disso, o Detran está realizando esforços junto aos demais órgãos públicos para minimizar os transtornos causados pela cheia repentina do Rio Acre e seus afluentes em Rio Branco desde a última quinta-feira, 23.

Servidores das áreas operacional e administrativa estão envolvidos no socorro às famílias atingidas pelas águas, seja auxiliando na retirada de móveis das residências, no recebimento das pessoas em abrigos ou no controle do tráfego nas vias interditadas.

“Nesse momento precisamos priorizar o socorro às famílias. Muitas pessoas precisam desse trabalho para salvar seus pertences, móveis e animais. O Detran está trabalhando diuturnamente de forma a garantir que os trabalhos transcorram da melhor forma, por isso precisamos da compreensão de todos”, disse o coordenador da Fiscalização de Trânsito, Wanderson Lima.

Nos últimos dois dias inúmeros foram os transtornos causados por condutores que, sem necessidade alguma, estacionaram seus veículos em locais proibidos e de forma a atrapalhar manobras de caminhonetes e caminhões envolvidos nas operações de resgate aos desalojados.

As equipes de fiscalização pedem que a população não compareça aos locais inundados apenas pela curiosidade e que só circule nessas regiões com seus veículos se houver extrema necessidade.

Continuar lendo

Cotidiano

Forte chuva inunda ruas no bairro Rui Lino, em Rio Branco, neste domingo

Publicado

em

Devido a forte chuva deste domingo, que ocasionou no aumento de 6 cm no nível do Rio Acre, vários pontos da cidade acabaram inundados em meio ao acúmulo das águas.

Além da Avenida Sobral, na Baixada da Sobral, algumas ruas no bairro Rui Lino 3 ficaram subtemas pelas águas dos bueiros, alguns veículos por pouco não foram danificados na rua Aripuana.

Continuar lendo

Cotidiano

UFAC anuncia auxílio emergencial para alunos atingidos pela enchente

Publicado

em

A Universidade Federal do Acre (UFAC) acabou de anunciar que lança nesta segunda-feira, dia 27, um edital para auxiliar de forma emergencial seus alunos atingidos pela alagação em Rio Branco.

De acordo com a instituição, além do edital, outras alternativas para ajudar os estudantes estão sendo estudadas e devem ser anunciadas em breve.

A medida deve ajudar casos como da estudante Bruna Furtado, que faz o curso de engenharia florestal e é moradora do bairro 6 de Agosto.

“Eu sou uma das centenas de alunas da UFAC que foram atingidas pelas cheias Aqui na 6 de agosto, onde eu moro, a água tomou conta das casas das pessoas. O auxílio da Ufac vai ajudar não só a mim, mas a minha família, e tenho certeza que a família de muita gente”, disse.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas