Conecte-se agora

Acreano que trabalhou na ONU e trouxe o Bob’s para o Estado morre de Covid-19

Publicado

em

O empresário acreano Afonso de Oliveira Barros, 64 anos, é mais uma vítima da Covid-19 no país. Nascido em Rio Branco, pode se dizer que Afonso conquistou o mundo.

Da capital acreana, Afonso construiu uma história de sucesso pelo mundo. Ele trabalhou como assistente administrativo nas Nações Unidas em Nova York, foi diretor de unidade de negócios da Johnson & Johnson, diretor na empresa de brinquedos Estrela, além de ter estudado na Universidade de Nova York.

Apesar de morar fora há muitos anos, Afonso nunca esqueceu suas raízes acreanas. Além de sempre vir ao Acre por conta de grande parte de sua família morar aqui, entre elas sua mãe e as irmãs, foi quem trouxe a primeira franquia da rede de lanchonete Bob’s para Rio Branco, no ano de 2010. De família tradicional, uma de duas irmãs era a conceituada cerimonialista Izabel Barros.

Apesar de parecer bem mais jovem do que os 64 anos que tinha, Afonso não resistiu a Covid-19. Morando em São Paulo, ainda ficou cerca de duas semanas internado no Hospital Albert Einstein, um dos melhores do país. Mesmo assim, seu quadro de saúde agravou e Afonso veio à óbito neste último domingo, 31.

Por conta das restrições impostas pela pandemia, o velório aconteceu na capital paulista. Amigos da família informaram que a família se encontra muito abalada, já que Afonso gozava de boa saúde. Mãe e irmãs foram até São Paulo para a última despedida do empresário acreano.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas