Conecte-se agora

Classe empresarial apresenta alternativas para evitar fechamento total do comércio

Publicado

em

Representares da Associação Comercial (Acisa), da Federação das Indústrias (Fieac), Federação do Comércio (Fecomércio), Federação das Associações Comerciais (Federacre) e do Sebrae, se reuniram na manhã de hoje, 30, com membros da governo do Estado e do Comitê Especial de Acompanhamento da Covid.

Durante a reunião, realizada na Acisa, foram apresentados dados referentes aos casos, internações e previsões para os próximos dias.

Diante do quadro apresentado e com as projeções para os próximos dias, os representantes das entidades empresariais, solicitaram ao procurador-geral do Estado, João Paulo Setti, uma readequação no decreto governamental, para evitar o fechamento total do comércio.

“Nós somos solidários as famílias que perderam seus entes queridos e aquelas que sofrem com a Covid-19. Sabemos que o momento exige muita atenção e união de todos nós. Assim, precisamos buscar alternativas para evitar uma crise ainda maior. Por isso, estamos propondo alternativas para que o comércio continue funcionando, seguindo todas as orientações dos órgãos competentes”, explicou o presidente da Acisa, Marcello Moura.

Os presidentes apresentaram como proposta ao governo a realização de blitz de educativas para fiscalizar a utilização de EPI’S, por parte dos trabalhadores e do público em geral, o fechamento do comércio e serviços não essenciais, somente aos domingos e possível auxílio para cestas básicas que seriam distribuídas aos funcionários do comércio.

O procurador geral do Estado, João Paulo Setti, disse que diante dos levantamentos feitos pelo Comitê de Acompanhamento à Covid, o governo precisa adotar medidas para evitar o colapso no Sistema de Saúde.

“Nossa equipe tem feito um trabalho minucioso acompanhando a pandemia em todos os municípios. Estamos numa crescente do número de casos e ainda com alerta ligado para possíveis casos de infecção pela nova variante do vírus. Mas, toda decisão, mesmo que necessária, só será tomada depois de ouvirmos as entidades”, explicou.

A expectativa é que o governo anuncie já no início da semana a nova classificação das regionais, com a publicação de um novo decreto sobre o funcionamento do comércio e das repartições públicas.

Para os empresários, é possível a adoção de medidas mais rígidas, evitando a aglomeração de pessoas, com o comércio funcionando com todas as medidas de segurança e higiene estabelecidas pelos órgãos de Saúde.

O que eles disseram:

“Entendemos que medidas para conter a pandemia são necessárias e urgentes. Não podemos perder mais vidas. Temos um Sistema de Saúde que não suporta, de acordo com os dados apresentados, mais duas semanas nesse ritmo de casos. Mas, precisamos unir forças e buscarmos alternativas para evitar mais prejuízos a curto, médio e longo prazo”. Leandro Domingos, presidente da Fecomércio

“Diante desse problema que traz tantos prejuízos para todos nós, precisamos encontrar meios para diminuir a contaminação e, consequentemente, as internações e mortes. Mas, sempre olhando para quem gera emprego e precisa manter seus negócios funcionando. O momento exige de nós muito diálogo”. José Adriano, presidente da Fieac.

“Pelo atual cenário, precisamos agir rápido para evitar a saturação do Sistema de Saúde. Porém, não podemos agir no impulso sem pensar em alternativas para nossos empreendedores. É fundamental o apoio do Poder Público no que diz respeito aos prazos para pagamento de impostos e financiamentos, por exemplo. Um comércio fechado representa prejuízos para o empreender, para o trabalhador e para o Estado”. Marcos Lameira, presidente do Sebrae.

“É um momento que precisamos agir com cautela, tentado ser otimistas, mas sempre buscando, de alguma forma, alternativas para evitar que a crise seja ainda maior. Tenho certeza que, com diálogo, podemos encontrar alternativas para que nosso comércio continue funcionando e juntos possamos adotar medidas para combater e acabar com essa pandemia”. Rubenir Guerra, presidente da Federacre.

Cotidiano

Arraial para crianças no tratamento do câncer acontece nesta quinta-feira no Belo Jardim

Publicado

em

Nesta quinta-feira, 29, a partir das 17 horas, na rua Osvaldo Dilson, 136, no bairro Jardim Brasil, acontece uma ótima oportunidade de ajudar crianças que lutam pela vida em tratamento contra o câncer. O Instituto Peteleco, que trabalha com apoio às crianças doentes e famílias há mais de 17 anos, vai realizar o arraial para proporcionar um momento de alegria para as crianças.

Ele conta que o evento não tem caráter de arrecadação. As comidas e brincadeiras são gratuitas e a contribuição é opcional. “Não é para arrecadar dinheiro, é para proporcionar um momento especial para as crianças. As comidas e bebidas foram doadas pelos nossos padrinhos do instituto e as brincadeiras são empresas que contribuem com a gente. Vamos ter uma caixinha de contribuição e quem quiser fazer alguma doação, pode ficar à vontade”, diz Davinei Cunha, conhecido como palhaço Peteleco, criador do projeto.

Além de comida e bebida, o arraial vai contar com brincadeiras, música e bingos. “Pronto, se alguém quiser gastar dinheiro é só gastar nas rodadas de bingo que vão acontecer”, diz Peteleco.

Continuar lendo

Cotidiano

Quinta-feira é de tempo firme, ventos intensos, baixa umidade e noite fria, diz Friale

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas 

O meteorologista Davi Friale afirmou em boletim que esta quinta-feira, 29, será de tempo firme, seco, ensolarado e muito ventilado, com noite fria.

Segundo Friale, os ventos sopram, intensa e ininterruptamente, com fortes rajadas, da direção sudeste. Segundo ele, a chegada de uma intensa onda de frio polar deixa o tempo firme, seco e ensolarado, com ventos intensos e noites muito frias, no Acre.

Temperaturas:

Rio Branco, Senador Guiomard, Bujari e Porto Acre, com mínimas oscilando entre 11 e 13ºC, e máximas entre 22 e 24ºC.

Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri, Capixaba e Assis Brasil, com mínimas oscilando entre 10 e 12ºC, e máximas entre 21 e 23ºC.

Plácido de Castro e Acrelândia, com mínimas oscilando entre 11 e 13ºC, e máximas entre 22 e 24ºC.

Sena Madureira, Manuel Urbano e Santa Rosa do Purus, com mínimas oscilando entre 13 e 15ºC, e máximas entre 23 e 25ºC.

Tarauacá e Feijó, com mínimas oscilando entre 14 e 16ºC, e máximas entre 24 e 26ºC, no início da tarde.

Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves, com mínimas oscilando entre 16 e 18ºC, e máximas entre 23 e 25ºC.

Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Jordão, com mínimas oscilando entre 13 e 15ºC, e máximas entre 28 e 25ºC.

Continuar lendo

Cotidiano

Detran coloca em leilão mais de 350 veículos com lances mínimos de R$ 600 em Rio Branco

Publicado

em

O Departamento Estadual de Trânsito do Estado do Acre (Detran/AC) tornou público nesta quinta-feira, 29, o edital de leilão de veículos apreendidos em Rio Branco. O edital foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).

Ao total, estarão sendo leiloados 358 veículos, há carros com valor inicial de R$ 12 mil e motos que podem ser adquiridas com lances iniciais de R$ 600,00. O leilão ocorrerá de forma on-line no no dia 09 de agosto,  pelo site: https://www.saleiloes.com.br

Os veículos estarão expostos para visitação no Depósito de Veículos Removidos da Unidade de Parqueamento do Detran/AC, situado na avenida Antônio da Rocha Viana, nº 2005, Bairro Jardim Manoel Julião, na capital, entre os dias 02 a 06 de agosto, no horário de 08h às 13h.

O cadastro dos interessados em participar dos leilões se encontra disponível no local de visitação ou via internet no site do Leiloeiro Oficial www.saleiloes.com.br.

Serão leiloados carros e motocicletas removidos, apreendidos e retirados de circulação por medidas administrativas previstas no Código de Trânsito Brasileiro. Conforme o documento, os veículos estão em estado conservado e aptos para circulação.

Para mais informações acerca dos veículos em leilão, clique aqui

detranleilãocapital

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia Federal anuncia projeto em todos os aeroportos contra tráfico de pessoas

Publicado

em

Em comemoração ao Dia Mundial e Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, a Polícia Federal lança, nesta quinta-feira (29), o projeto Voo Livre, para intensificar a atuação do órgão no combate aos crimes contra os Direitos Humanos.

O objetivo é construir uma parceria com empresas aéreas e fornecer aos aeroportuários e tripulantes conceitos, informações e outros elementos básicos que os permitam, por meio de um “olhar diferenciado”, identificar, suspeitar e melhor encaminhar as situações de possível crime de tráfico de pessoas para a investigação policial.

Por meio de webnários e treinamentos, com a participação de policias federais especialistas no assunto e os recursos humanos das empresas aéreas, será ensinado, por exemplo, como desconfiar se uma pessoa está sendo vítima do crime durante o check in, no embarque, a bordo das aeronaves e no desembarque.

A primeira empresa aérea a passar pelo treinamento será a Latam, que já conta com uma política interna de assistência às vítimas de tráfico fornecendo passagens aéreas aos resgatados que não possuem condições de voltar para casa.

De acordo com o Coordenador-Geral de Repressão aos Crimes contra os Direitos Humanos e Cidadania e.e, Daniel Daher, “a ideia da Polícia é ter parceiros estratégicos na luta contra o tráfico de pessoas, valorizando o diálogo constante entre a sociedade e organismos de segurança, já que o enfrentamento a este tipo de crime não é tarefa de um só, mas sim de toda uma coletividade”.

No Brasil, a cada três dias, uma pessoa é presa pela Polícia Federal por crimes contra os Direitos Humanos. A cada 2,5 dias, uma vítima desses ilícitos é resgatada.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas