Conecte-se agora

PMs receberão hora extra por policiamento em espaços públicos

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

O governador Gladson Cameli e o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, assinaram na nesta quinta-feira, 21, um convênio técnico financeiro no qual a prefeitura vai repassar valores de hora extra para os policiais militares do Estado que fazem o policiamento de espaços públicos de grande circulação da capital.

A prefeitura investirá mais de R$ 1 milhão somente este ano para o pagamento do banco de horas dos policiais que fazem a segurança de espaços como mercados públicos, terminais de passageiros, o Shopping Aquiry, postos de saúde, entre outros. Como exemplo, é por meio desse convênio que o Terminal Urbano possui hoje policiamento 24 horas por dia.

Com o recurso a mais vindo da prefeitura, o Estado consegue garantir policiamento ostensivo de longa duração em pontos-chaves da capital, com muita circulação de pessoas e também com registro acima da média de pequenos delitos.

O governador Gladson Cameli ressaltou que numa parceria como essa, ambas as gestões saem com vantagens, mas quem ganha, principalmente, é a população.

“A gente está dando as mãos com a prefeitura, estamos dividindo problemas e obrigações na busca por soluções compartilhadas. E reforço aqui o apelo que tenho feito à equipe de governo de que sempre se mantenha em diálogo com a prefeitura da nossa capital”, destacou o governador.

O prefeito Tião Bocalom agradeceu a parceria e afirmou que muitas outras estão vindo, e que esse é o resultado das primeiras conversas de sua equipe [prefeitura] com a segurança pública do Estado.

“Esse convênio foi para dar a complementação dos nossos policiais militares, mas também queremos avançar num projeto que possa fazer com que policiais da reserva também possam atuar pela prefeitura. Isso é importante porque o trabalho não fica restrito apenas ao governo do Estado, mas que a prefeitura está buscando fazer a parte dela e ir além”, conta o prefeito.

Anúncios

Acre

Faccionado que trocou o B13 pelo CV é executado a tiros na capital

Publicado

em

Francisco Geovane Araújo Nascimento, de 29 anos, vulgo “Goma” foi executado a tiros na madrugada deste domingo, 7, em um ramal localizado no km 14 da Rodovia AC-90, na zona rural da Estrada Transacreana, em Rio Branco (AC). 

De acordo com informações de amigos da vítima  repassadas a Polícia, Geovane é morador do bairro Preventório, mais conhecido como Morro do Marrosa, era membro da facção Bonde dos 13 (B13), e “rasgou a camisa” (expressão usada para quem troca de facção) e tornou-se membro da facção Comando Vermelho (CV) esta semana, após a organização criminosa tomar o território da região do Morro do Marrosa.

Amigos chegaram a relatar à Polícia, que Francisco Geovane e um amigo passaram o dia de sábado, 6, bebendo em uma colônia de um outro amigo e quando voltava no ramal com destino a sua casa, foi abordado por membros do “B13” que o executaram a tiros, por ter traído a facção. O amigo de Geovane conseguiu fugir do local.

Familiares e amigos encontraram o corpo de Geovane no ramal, colocaram na carroceria de um veículo modelo Saveiro e o levaram até a entrada da Estrada Transacreana. 

A ambulância do SAMU foi acionada, e o médico atestou a morte. A área foi isolada pela Polícia Militar para os trabalhos do Perito em criminalística, em seguida o corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos.

O caso já está sendo investigado pelos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A Polícia acredita que o crime está relacionado a guerra entre facções.

Continuar lendo

Acre

Pacientes com covid-19 são transferidos de Brasiléia para capital

Publicado

em

O agravamento dos casos de Covid-19 na regional do Alto Acre fez com que dois pacientes fossem transferidos em caráter de urgência neste final de semana do Hospital Regional de Brasiléia para o Pronto Socorro e o Into-Acre, em Rio Branco (AC).

Os pacientes, M. A. S. S., de 53 anos, e A. V., 71 anos, foram diagnosticados com o coronavírus e transportados pelo helicóptero Harpia 4, do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), da Segurança Pública do Estado, em um trabalho integrado com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu).

As transferências foram feitas na última sexta-feira, 5, mas a informação foi divulgada apenas na manhã deste domingo pela estatal Agência de Notícias do Acre. O comandante da aeronave Harpia 4, coronel Carlos Negreiros, disse que o serviço tem sido acionado em todo o estado.

“Estamos com diversos acionamentos em todo o Acre, ultimamente estamos fazendo resgate de pacientes com covid-19, e outros tipos de solicitações onde o helicóptero chega mais rápido. Existe toda uma preparação da equipe e o governo tem incentivado essa prática das operações aéreas em nosso estado”.

O Hospital Regional do Alto Acre, localizado em Brasiléia, é a única unidade hospitalar de referência para a Covid-19 nos municípios de Assis Brasil, Epitaciolândia, Brasiléia e Xapuri. No entanto, ainda não possui nenhum leito de UTI implantado.

Continuar lendo

Acre

Professor João Maia morre em decorrência da covid-19 no Into

Publicado

em

O tarauacaense João Maia, 71 anos, faleceu na manhã deste domingo, 07, no Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into) em decorrência da covid-19, em Rio Branco (AC). João era aposentado e passou pelo Banco da Amazônia (Basa). Ele era filho de Dona Nezia, também de Tarauacá (AC).

Segundo informações, João Maia decidiu continuar o seu tratamento no Acre apesar da família querer levá-lo para fora do estado. João era tido como profundo conhecedor da história Tarauacá.

Em uma publicação nas redes sociais, João era apelidado de “Google” da história de Tarauacá. Ele também foi professor, historiador e empresário. “Uma vida dedicada a conhecer a saga desse povo guerreiro que decidiu fincar em Tarauacá suas raízes”, afirmou um morador da terra do abacaxi .

Continuar lendo

Acre

Deputado Roberto Duarte testa positivo para a covid-19

Publicado

em

O deputado estadual e presidente da Comissão de Enfrentamento à Covid-19, Roberto Duarte (MDB), testou positivo para a covid-19 na manhã deste sábado (06). 

Em nota, o emedebista informou que tem sentido sintomas leves e destacou que irá continuar o seu trabalho de parlamentar remotamente. 

“Estou com um pouco de tosse, mas estou bem. Agora, vou me recolher em isolamento, trabalhar em casa e seguir todas as orientações médicas. Vou seguir minha quarentena e tomarei todos os cuidados necessários. Que Deus nos ajude”, afirmou. 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas